Canon adicionará novas funcionalidades à EOS 7D

 

Uma das câmeras mais bem sucedidas da Canon, a EOS 7D, ganhou novo firmware – o v2 – que deixa o modelo ainda mais interessante para quem a tem e atraente para quem busca uma DSLR com fator de corte (“cropada”) da Canon com altíssima qualidade. Pessoalmente penso que agora ela está melhor diferenciada ante a sua “prima” 60D, lançada um ano depois (a 7D foi lançada em nov/2009; a 60D em nov/2010), mas que mesmo sendo parte de uma linha abaixo estava provocando certo canibalismo no portifólio da marca, visto que além de fazer praticamente tudo que a 7D fazia (exceto, creio eu, disparar 8 fotos/segundo), ainda era bem recomendada para vídeo.

Agora os usuários terão mais claras as diferenças entre uma câmera voltada para cineastas adeptos de HDSLRs e uma outra voltada para fotógrafos que exigem o máximo de eficiência em sua área, tendo vídeo apenas como um “pequeno” bônus. Ao menos vejo assim – se quiserem discutir, os comentários estarão abertos! ;-D

Canon EOS 7D Canon adicionará novas funcionalidades à EOS 7D

Vejamos as melhorias divulgadas em comunicado da marca à imprensa (com breves comentários meus):

Desempenho RAW melhorado

Com um sensor APS-C CMOS de 18 megapixels, processador Dual “DIGIC 4″ e ISO máximo de 12.800, a EOS 7D oferece um disparo rápido e de alta qualidade a velocidades de até 8 fps. Graças a este novo firmware, que adiciona poderosos algoritmos de gestão de memória, utilizados em modelos topo de gama como a série EOS-1, os fotógrafos poderão agora desfrutar de uma maior flexibilidade em disparo contínuo, com um buffer RAW máximo agora expandido a 25 ficheiros RAW ou 130 JPEGs. Combinando a resolução máxima da câmera com o processamento de imagens a 14-bit, os fotógrafos poderão agora capturar os momentos decisivos com enorme detalhe.

Edição e classificação de imagens na câmera

Uma série de novas funções de edição conferem aos fotógrafos um maior controlo sobre o aspecto das suas imagens, permitindo que a pós-produção se inicie na própria câmara. Os utilizadores podem agora processar os seus ficheiros RAW e corrigir parâmetros como a iluminação periférica, a distorção e a aberração cromática. Além disso, os ajustes no balanço de brancos, na nitidez e no estilo de imagem, bem como uma série de outros parâmetros, podem agora também ser feitos imediatamente após o disparo, podendo as alterações ser guardadas em novos ficheiros JPEG. Os ficheiros JPEGs podem também ser instantaneamente redimensionados, sem a necessidade de utilizar um computador [aparentemente quem fotografa em RAW fica de mãos abanando quanto a esta facilidade].

Os fotógrafos podem agora filtrar facilmente grandes volumes de fotos utilizando para tal a ferramenta de classificação de imagem. A classificação das imagens é armazenada nos metadados de cada ficheiro, que pode ser lido por um conjunto de aplicações de edição, incluindo o Canon Digital Photo Professional (DPP) ou outros softwares como o Apple Aperture, o Adobe Lightroom e o Bridge.

Maior controle em fotografia e vídeo

O novo firmware da EOS 7D oferece uma maior versatilidade na realização de fotografia e de vídeo. O recém adicionado controle de Auto ISO permite que os fotógrafos limitem a velocidade máxima do ISO para qualquer valor disponível no intervalo ISO 400-6,400. Possibilitando um maior controle sobre a exposição, os fotógrafos podem agora definir o ISO automático máximo para atender às suas preferências pessoais ou simplesmente para ajustar os parâmetros em situações concretas, por forma a corresponder aos objetivos criativos específicos.

A funcionalidade de áudio melhorada no modo de vídeo também permite um maior controle durante a gravação de vídeos. Os utilizadores podem complementar o vídeo desta câmara Full HD (1920x1080p) com som digital estéreo de 16-bit, com qualidade de broadcast a 48KHz, e o novo controle manual dos níveis de áudio, permite escolher entre 64 níveis diferentes [assim como na 5D mark III]. Um filtro digital de corte de vento [já presente até mesmo na G1X] também contribui para a redução do ruído feito pelo movimento do ar em torno do microfone, garantindo um som claro livre de interferências periféricas.

Registe as suas viagens com a compatibilidade GPS

O Firmware v2 também oferece a possibilidade dos utilizadores rastrearem a localização das suas imagens com o novo suporte para o receptor GPS GP-E2 – a mais recente unidade GPS de alto desempenho da Canon. O GP-E2 fica firmemente ligado na sapata do flash e é ligado à câmera através de um cabo, tornando mais fácil para os utilizadores da EOS 7D a georreferenciação das suas fotos, com dados sobre a latitude, longitude e altitude, bem como a direção em que a fotografia foi feita – adicionando esta informação ao arquivo EXIF da imagem*. Um logger GPS rastreia os movimentos fazendo download de GPS em intervalos regulares e a compatibilidade com o Google Maps permite que os utilizadores visualizem facilmente as suas rotas no software gratuito Map Utility da Canon.

 

Segundo o mesmo comunicado, o firmware v2 da 7D vai ser lançado a partir de agosto de 2012. Juntando esta previsão com o lançamento ainda recente da 5D III, acho que o caminho para o lançamento de um modelo full-size mais básico, como indicam rumores, fica meio nebuloso. Eu não me arriscaria a fazer apostas agora.

Firmware v2 para a Canon EOS 7D – novas funcionalidades:

  • Sequência máxima melhorada para imagens RAW (até 25)
  • Edição de imagem RAW na câmera
  • Classificação de imagens na câmera
  • Redimensionamento de JPEG na câmera
  • Ajuste máximo de Auto ISO (ISO 400-6400)
  • Ajuste manual do nível de áudio em gravação de vídeo
  • Compatibilidade com GPS
  • Personalização do nome do arquivo
  • Definições de Zona Horária
  • Pesquisa e ampliação mais rápida de imagens
  • Monitor de controle rápido durante a reprodução

* nota da Canon: A informação GPS apenas pode ser aplicada em fotografia.

(agradecimentos a Hélvio Silva)

... e agora ajude-nos e compartilhe com os seus amigos.


     

 

Sobre Alexandre Maia

Brasileiro, pernambucano, formado em Publicidade e Propaganda. Quando não respira e devora informações sobre fotografia, está clicando (ou dormindo, que ninguém é de ferro).

41 comentários

  1. É um conjunto bastante positivo de mudanças, e que podem significar várias coisas. A primeira delas é dar uma sobre vida à 7D, que pode ter perdido um pouco de suas vendas para a 60D.
    De forma geral a 7D apresentava diversas vantagens sobre a 5D MK II em termos de filmagem, mas o mesmo não se podia dizer da 7D sobre a 60D, que é bem parecida e com quase as mesmas funções, daí a necessidade de "levantar" a 7D agora que a 5D MK III chegou. Isso pode (ou não), também significar que a 7D MK II irá demorar um pouco para dar as caras por aí. Seja como for, são boas melhorias numa câmera que já é realmente muito boa.

  2. o NOvo firmware funciona nas antigas 7D?

  3. Boa noite a todos,
    Na verdade com esse novo Firmware v2 para a Canon EOS 7D – as novas funcionalidades:
    Edição de imagem RAW na câmera
    Classificação de imagens na câmera
    Redimensionamento de JPEG na câmera
    Ajuste máximo de Auto ISO (ISO 400-6400)
    Ajuste manual do nível de áudio em gravação de vídeo
    Pesquisa e ampliação mais rápida de imagens
    Monitor de controle rápido durante a reprodução

    Todas essas melhorias a 60D ja tem, então ao invés de diferenciar a 7D da 60D, a 7D ficou com as funcionalidades da 60D + corpo metálico + 8fps.
    Será que ela ficou mais diferente ou mais igual?

    • De modo geral, mas igual, mas como a 7D é mais voltada para fotos e a 60D para vídeos, agora a base de recursos iguais é mais clara, e assim as reais diferenças que vão além da simples cronologia de lançamentos/implantações de câmeras e recursos pela Canon ficam realçadas.

      É uma filosofia meio contraditória a de igualar para diferenciar, mas se olhar direitinho, faz sentido. Ou pelo menos pra mim faz…

      • Caro Almaia,
        Concordo. Ficou tão "diferenciado" que eu comprei a 7D como 1º corpo para fotografia e mantive a 60D para filmar utilizando o LCD escamoteável. Estou adorando ambas.

      • Mas afinal, as duas fotografam igual apesar da 60D ser melhor para filmar, isso?

        • Há quem diga que as imagens da 60D são "um tiquinho" mais limpas. Parece que há uma diferença sutil entre os sensores para provocar isso.

          Mas elas fotografam no mesmo nível, sim.

          • Obrigadaa!

            Poderia me tirar outras dúvidas? Dá para comparar a 60D e a T4i? As duas são profissionais, ou não? Quais as principais diferenças? Qual a melhor?

            E quais as câmeras da Nikon que se equivalem a 7D, 60D e T4i?

          • Nenhuma das duas é profissional: profissional é quem maneja a câmera, e o faz vivendo disso.

            As principais diferenças, agora, entre elas são o LCD articulado da 60D e as 8 fotos/segundo da 7D. Tirando isto, creio que também o sistema de foco da 7D, que na 60D é mais simples, menos versátil.
            A câmera Nikon equivalente à 7D e a 60D eu diria que é a D7000. Já a equivalente à T4i seria a D3200.

            Mais dúvidas entre qual escolher ou afins, posta no nosso f'órum: http://www.forumdigitalfoto.com

          • Obrigada mais uma vez. Pois é… Também achava que sim, mas já vi muitos falarem que a T3i, T4i, são semi-profissionais e a 60D, 7D profissionais. Até os sites de venda diferenciam dessa forma. Há até uma seção diferente para elas: semi e pro.

            Abraço

          • Isso é coisa de quem acha que o equipamento faz a foto, não o fotógrafo. O máximo que já vi, e vejo muito, é lojas tratarem câmeras tipo "bridge" (aquelas superzoom com corpo parecido com os das DSLR) como semiprofissionais, e as DSLR propriamente ditas como pros.

            Pense assim: hoje em dia mesmo com uma DSLR básica, de entrada dá pra fazer muita coisa boa. Muita mesmo!

          • Não!! A 7D æe muito melhor que a 60D. Principalmente o material usado no corpo. Alguns preferem a 60 D porque não teem dinheiro para comprar uma 7D. Ponto final!!!

          • Ainda bem que eu tive, hehe! Quer dizer, tive que vender umas coisas, mas consegui e estou amando a 7D, apesar do peso (sim, o fato dela ter corpo melhor tem essa consequência…)

  4. Tem como atualizar firmware da 7D antiga para o novo?

    • Fábio,
      Esse novo firmware ainda não está disponivel . Só a partir de meados de agosto/2012.
      Quando a Canon o disponibilizar no site, vc baixa no PC e conecta a máquina e utiliza um dos programas fornecidos pela Canon que vieram gratuitamente quando vc comprou a 7D, ou grava num cartão e faz a atualização pela 7D mesmo. É coisa simples, mas que em princípio dá um certo frio na espinha já que até fazer a atualização está tudo funcionando perfeitamente exceto o que a dita cuja vai corrigir. Fiz umas 5 atualizações em Canons e Fuji. Tudo ok até agora!

    • Não existe 7D antiga e 7D nova. O que está sendo atualizado é apenas o firmware, ou seja, o sistema da câmera, não o modelo de câmera em si.

  5. As vezes não basta apenas entrar no Dpreview, Cameralabs etc e traduzir (no Google translate) um artigo dando alguns pitacos e assinando como se fosse o autor. Os artigos realmente úteis provem de quem tem em mãos permanentemente ou tem por algum tempo para testar o equipamento. Muita gente se autopromove assinando artigos que não escreve ou apenas modifica, se fazendo passar por "mestre", ou "professor" de maneira imérita. A arrogância e a falta de delicadeza que caracteriza essa turma acaba deixando nítido quem sabe e quem copia. Vaidade… tudo é vaidade!

  6. Caro Visitante,
    Em defesa do Almaia, se é que vc a ele se refere, favor notar que ele cita que se trata de comunicado da marca à Imprensa, com comentário dele. Então, embora o seu desabafo/comentário se aplique a muita gente e muitos post's nesse caso ele não cabe.

    • É o que dá fazerem leitura dinâmica na hora errada… ou então esse anônimo é algum troll daqueles que nem assinam seus comentários e nem sequer preocupam-se com bases sólidas para seus argumentos.

      • Caro Almaia,
        Se aceita uma sugestão: Sigamos em frente. Deixa pra lá. Criticar principalmente de maneira anônima é sempre mais fácil do que escrever alguma coisa.
        Voltando ao que interessa, o assunto é ou não é fotografia?
        Já que você quando não dorme respira fotografia, vc viu as máquinas e teles apocromáticas gigantescas (Canon 600 e 400) na final do jogo do Coríntias x Boca Junior? As máquinas me chamaram mais atenção do que o jogo propriamente dito.Se viu o jogo, viu tambem no final e na comemoração e premiação a quantidade de reporter com 2 ou 3 máquinas no pescoço e flashs + teles gigantes no ombro ou nas costas presas a monopés, correndo atrás de jogadores, caindo, sendo empurrados, trombando com polícia e seguranças?..Eta trabalho sob pressão! Verdadeiros heróis da fotografia. Meu Deus! Não tive vontade alguma de estar na pele deles…

        • A bem da verdade, não vi o jogo não… além de eu ter tido que dormir mais cedo, não curto muito futebol.

          Agora isso de usarem teles longas em futebol e esportes em geral já é de praxe, para não atrapalhar os atletas, mantendo-se à distância, e ao mesmo tempo ter uma visão boa deles. Impressionam mesmo os tamanhos – senti isso vendo as últimas Olimpíadas e Copa do Mundo – mas faz parte da área deles, é natural.
          Agora isso dos mesmos fotógrafos que clicam com suas teles imensas terem que correr atrás dos jogadores para clicar mais próximos, provavelmente com objetivas mais amplas, aí eu diria que é erro de planejamento e desrespeito à saúde e a integridade física dos fotógrafos, que além de serem forçados a carregarem um peso imenso não utilizado nos momentos de correria ainda tem que trombar com seguranças e polícia. Nào sei se isso é comum, mas que é errado, é.

          • Eu também não gosto muito de futebol, mas gosto muito de ver fotógrafos em ação com suas máquinas 1Dx, 5D, D3 e D4 e as teles gigantes e de grandes aberturas 2.8. Eu estava de plantão no hospital atendendo um caso de HIV que internou e então enquanto o paciente não chegava eu pude ver a comemoração e o intenso trabalho dos fotógrafos se deslocando para obter uma foto a qualquer custo. Pareciam paparazzi e lutavam por cada foto. Alguns estavam com notebooks e transmitiam da beira do gramado. Vi no Fox sports HD canal 554. Revelei muito filme p&b e ampliava e imprimia em câmara escura com luz vermelha . Levava horas entre preparar as soluções até a cópia sêca e esmaltada em papel brilhante. Hoje é imediato e a foto que chega primeiro na redação vira manchete ou sai na página inicial de sites especializados, aqui ou lá fora é a mesma coisa.

          • terminando
            Acho que uma coisa é fotografar o belo ou o exótico quando se deseja e a outra é ter que trazer a foto de alguém/gol/acidente/fato/cadáver etc para receber seu salário. Fotografar é bacana viver de fotografia é outro assunto. Claro que passa a ser natural para cada área que se escolhe. O telejornalismo inclui prisões, guerras, catrástrofes, golpes militares etc. Lá, as nossas preocupações com modelos de cameras em lançamento são substituidos por documentar a ação e a foto tem que falar por si. Lá câmeras são só ferramentas de trabalho.
            Você faz um trabalho importante. Continue fazendo cada vez melhor sem se importar com críticas que inevitavelmente surgirão. Apenas faça o seu melhor. Tem que ser suficiente. Agradar a todos é impossível. Muita gente te lê e gosta do que vê. O único risco é você se tornar mais hábil com as palavras do que com as imágens. Com os detalhes técnicos mais do que com a aplicação deles e assim o conhecimento não se traduzir em imágens. Não se esqueça de ser fotógrafo. Tudo de bom

          • continuando
            Os fotógrafos de celebridades ficam de madrugada nas ruas esperando festas acabarem, ou eventos terminarem e seguem os vips nas ruas para obter uma ou outra foto. Vi recentemente um documentário sobre a vida do "rei" dos paparazzi John Galela, processado 2x pela Jackeline Onassis. É impressionante o trabalho dele obtido de madrugada entre negativas e até agressões físicas. Nossa fotografia esporádica e confortável nada sabe sobre esse "lado" de ser fotógrafo. Atendi uma vez um fotografo de BH com uma lente enterrada no olho e marcas de espancamento. É nessa hora que o glamour de um Richard Avedon em seu estúdio fica um pouco mais opaco. Ja estive no Yosemit Park no mesmo lugar onde Ansel Adans acampava por semanas com uma ancestral da Tecnic Linholf de fole e chapas de filme aguardando aluz perfeita e aplicando seu sistema de zonas traduzindo cores em tons de p&b. Não tive coragem de fazer nenhuma foto turistica lá.

  7. Obrigado Pela dica, Parabéns.

    Como faço para saber se já esta disponível a atualização ?

  8. Meu caro Alexandre.
    Estou recorrendo aos seus conhecimentos pois confesso que ando meio perdido na minha definição de compra, ou seja: Sou fotográfo puramente amador, possuo uma CANON S5IS e com ela tenho feito muitas fotos, porem entendo que chegou a hora de evoluir, para ísto estou capitalizado em 3.500,00 ja li sobre várias cameras, so que pretendo fazer um investimento duradouro (pelo menos para os proximos 5 anos) que não fique defasada de imediato (mesmo sabendo que tecnologia esta uma coisa séria, muda todo dia), claro que irei fazer curso na área de fotográfia e frequentar os foruns que tratem deste assunto. Quanto as cameras via as seguintes: CANON T4I ; CANON 7D; CANON D6(Achei muito profissional para mim); CANON D60 e NIKON D7000. Espero não estar abusando da sua boa vontade, porem poderia me ajudar nesta escolha? Em tempo! minha filha vai agora em novembro aos EUA e lá os preços estão ótimos, claro que ela ira trrazer minha camera com um custo beneficio bem interessante. Por ultimo quero fotografar natureza; meus filhos, paisagem; festa familiar etc.

  9. Como eu faço para programar a câmera canon 7d eos para aparecer o meu nome nas fotos?

    • Nas fotos propriamente ditas ou nos dados das fotos? Se for nos dados, no manual diz como fazê-lo; se for nas fotos propriamente, não dá, só depois de baixar a foto num computador e adicionar via software.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>