Home » Artigos » Dicas

Composição de Cores na Fotografia Newborn 5/5 (7)

Olá, meus amigos do Fotografia-DG.

Para quem ainda não me conhece, meu nome é Liana Lemos e sou fotógrafa infantil e de recém-nascidos (newborn).

Hoje eu vim aqui, para conversar um pouquinho com vocês, sobre as cores na fotografia newborn. Como utilizar as cores de forma correta, para uma imagem final cheia de vida e impactante.

Desde o começo da minha carreira como fotógrafa infantil, tive como principal referência de inspiração, o trabalho da fotógrafa americana Caralee Case. Este ano estarei realizando o grande sonho de conhecê-la pessoalmente e participar de seu workshop em Minneapolis/EUA, “Creative Captures Workshop”.

Caralee Case é uma fotógrafa norte-americana, reconhecida internacionalmente, por seu trabalho rico em cores vibrantes, perfeita harmonia, uso de elementos de cenário únicos, tratamento impecável, além de capturar de forma incrível a pureza dos recém-nascidos e a essência de seus bebês modelos.  Ela sempre foi uma inspiração para mim! Quem não conhece o trabalho dela, precisa imediatamente conhecer.

É muito natural que busquemos referências em fotógrafos experientes, que tenham um trabalho que nos atraia e emocione. Essas referências, somadas à outras referências que adquirimos ao longo da vida, vão auxiliar no processo de construção de nosso próprio estilo de fotografia.

Quando começamos a fotografar, não temos um estilo definido. Poucos sabem, desde o início da carreira, qual ramo da fotografia mais os atrai. O natural é experimentar, buscar inspiração, errar, aprender com os erros, buscar mais referências, acertar, melhorar, aprimorar e um dia definir qual o nicho de fotografia que mais nos agrada e qual estilo nos define.

Eu venho buscando a definição de um estilo há bastante tempo. Hoje eu percebo que meu estilo foi se definindo aos poucos, naturalmente, eliminando coisas que me desagradavam e mantendo e aprimorando aquilo que me deixava feliz.

Composição de Cenários

Sempre me preocupei com a composição de cenários.

Eu fotografo em estúdio e trabalho com composição de cenários. Eu me preocupo em manter a harmonia nas produções de um determinado ensaio, pensando sempre no produto final do meu trabalho. Nada mais lindo que um álbum bem diagramado, em uma cartela de cores harmônica.

Sempre fui compulsiva pela compra de acessórios, fundos coloridos, pisos diferentes, props dos mais diversos estilos e cores, sempre pensando nas composições perfeitas para meus cenários. Hoje começo a restringir esse impulso, comprando de forma mais consciente e inteligente.

Fato muito comum, fotógrafos de recém-nascidos contraírem dívidas, com a compra desenfreada de props e acessórios e ainda assim, não conseguirem fazer corretas composições. A sensação é de que sempre falta alguma coisa, para complementar aquela produção.

O mais importante é não se perder na compulsão de comprar tudo que se acha lindo! Sempre vão existir props e acessórios lindos no mercado!  Pense antes de comprar. Idealize o cenário que você gostaria de produzir e adquira o que for necessário para a composição.  Lembre-se que todos os itens que estão sendo utilizados em uma determinada produção, podem ser reaproveitados em várias produções diferentes, com combinações diferentes.

Planeje quantas produções você utilizará para aquele ensaio. Pense na cartela de cores que deseja utilizar. A cartela de cores deve ser harmônica.

Harmonia das Cores na Fotografia Newborn

Todo fotógrafo deve entender sobre a teoria das cores, para conseguir compor de forma harmônica. Tenha um círculo cromático em mãos. É uma ferramenta muito útil!

Harmonia Monocromática

Consiste em combinar vários tons de uma mesma cor. As tonalidades variam, mas permanecem na mesma matiz de cor.

Ex. rosa claro, rosa bebê e rosa pink.

Esta combinação resulta em algo agradável, calmo, simples e elegante.

Entretanto, é uma harmonia de pouco contraste e vibratilidade.

Uma dica para quebrar um pouco a harmonia monocromática, é incluir um elemento de cor complementar no cenário (ex. em um cenário de tons de azul, incluir um wrap amarelo).

Nesta composição a única restrição é na composição monocromática do amarelo, pois pode cansar os olhos e transmitir certa monotonia.

Imagem1

Harmonia Análoga

É a harmonia formada por uma cor primária combinada com duas cores vizinhas no círculo cromático.

Ex: Amarelo (primário), laranja (secundária) e laranja amarelada (cor que está localizada entre as duas outras, no círculo cromático).

Harmonia Complementar

É caracterizada pela combinação de cores opostas no círculo cromático. Funciona ainda melhor, se a combinação ocorrer também entre cores frias e entre cores quentes, entre si.

Ex. azul x amarelo/ vermelho x azul

Procure dar ênfase a uma determinada cor e utilizar elementos de cenário na cor complementar.

Imagem2

Na foto acima você pode ver uma perfeita harmonia complementar, com predominância no rosa-goiaba e com elementos em verde, no caso o wrap utilizado para preencher o ninho e um pequeno detalhe na headband.

Mais um exemplo de composição complementar em uma produção de pufe. A cor dominante é o azul e a harmonia complementar se dá com o wrap amarelo.

Imagem3

Harmonia Triádica

Acontece quando utilizamos três cores equidistantes no círculo cromático. Por exemplo: azul, amarelo e vermelho.  Este tipo de harmonia oferece um alto contraste visual, conservando o balanço e riqueza das cores.

imagem4

Na imagem acima a harmonia triádica se dá pela combinação do roxo, amarelo e rosa.

Se eu tivesse colocado um item azul claro, firmaria ainda mais esta composição triádica.

Considerações sobre claro e escuro na composição e seus efeitos visuais

É importante pensar no que desejamos refletir com nossa imagem. Qual a ideia que desejemos passar para o telespectador.

O claro e o escuro têm papéis diferentes na nossa fotografia e dependendo da forma que são utilizados, eles dão diferentes impressões e destaques específicos.

O claro e o escuro também possuem influência sobre as cores. Devemos ter em mente, qual a impressão que queremos causar com aquela imagem e utilizar estes recursos para atingir nosso fim.

As cores parecem mais escuras sobre uma superfície branca e mais claras sobre uma superfície preta.

O claro causa impressão de aumentar os objetos. O escuro dá impressão de reduzir os objetos. Assim sendo, se o objetivo é dar destaque a determinado prop, o ideal é utilizar um fundo/piso claro.

Imagem5

O claro reflete a cor dos objetos, intensificando as cores. O preto ou escuro absorvem e reduzem a potência das cores dos objetos.

Com relação à profundidade, se a intenção e sugerir distância, o ideal é utilizar o claro. Por outro lado, se você deseja dar ideia de aproximação, as cores escuras são as mais indicadas.

Imagem6

Circulo Cromático

Circulo Cromático

Cores quentes e frias

Neste quesito estamos falando de temperatura da cor.

A temperatura da cor é a capacidade que as cores possuem, de parecer frias ou quentes e de transmitir sentimentos ao observador.

Imaginando uma linha vertical que corta o círculo cromático ao meio, passando pelo amarelo e violeta, temos de um lado (direito) as cores frias e do outro (esquerdo) as cores quentes.

As cores quentes transmitem alegria, dinamismo, confiança, positividade, vitalidade, excitação e movimento.

As cores frias são calmantes e transmitem tranquilidade, seriedade, relaxamento.

Harmonia em cores frias
Harmonia em cores frias
Harmonia em cores quentes
Harmonia em cores quentes

Cor da pele do bebê x harmonia das cores

Existem basicamente quatro tonalidades de peles de bebês: branco, amarelado, avermelhado e moreno.

É muito comum fotografar um recém-nascido e passar horas na pós-produção, corrigindo os tons de peles avermelhados ou amarelados.

As cores utilizadas na composição das produções tem relação direta com a tonalidade da pele do bebê. A escolha certa das cores, levando-se em consideração a tonalidade da pele, pode minimizar este “problema” e poupar muito tempo no pós- processamento da imagem.

Pele branca

As cores refletem na pele do bebê, que vai refletir na fotografia.

Se o bebê tem a pele branquinha, evite utilizar tons de vermelho. O resultado é um bebê super avermelhado.

Para bebês de pele branca, utilize tons neutros, pastéis.

Você pode utilizar elementos coloridos em elementos de cenário, mas evite cobrir o bebê da cabeça aos pés com vermelho.

Pele Vermelha

Evite mantas, props e fundos que sejam de cores complementares ao vermelho. As cores complementares fazem ambas as cores que estão harmonizando realçarem.

Ex. manta azul em bebê de pele avermelhada. O tom da pele vai ser realçado pelo azul da manta. O vermelho da pele vai se destacar na foto.

Pele Amarela

Mesmo raciocínio da pele avermelhada. Evite mantas, props e fundos que sejam de cores complementares ao amarelo. As cores complementares fazem ambas as cores que estão harmonizando realçarem.

Ex. fundo roxo com bebê de pele amarela. O tom amarelo da pele ficará em evidência.

Composição de cenário, em tons de amarelo, com bebê de pele amarela, também não funciona bem. Cansa os olhos de quem vê.

O ideal e utilizar tons terrosos ou cinzas nas produções com props amarelos ou bebês de peles amareladas.

Pele Morena/Negra

Evite azul marinho, pois deixa a fotografia muito sóbria. De resto, tudo pode.

Planejamento da Sessão

A sessão fotográfica começa muito antes da sessão propriamente dita.

É importante fazer um contato prévio com os pais.  Além de esclarecer aspectos importantes da sessão e sobre os cuidados com o recém-nascido, é uma excelente oportunidade para conhecer um pouco aquela família. Converse sobre os gostos, hobbies, profissões, cores de decoração da casa, cores da decoração do quartinho do bebê, cores preferidas, cores indesejadas. Esta conversa prévia lhe munirá de informações, para planejar as produções para o ensaio.

Outra forma de obter estas informações é enviar um questionário simples, com perguntas como:

  • quais as cores do quartinho do bebê?
  • qual a cor preferida da mamãe? E do papai?
  • que cores gostariam que estivessem presentes no ensaio?
  • quais as profissões dos pais?
  • quais os hobbies dos pais?
  • o que você espera do ensaio newborn do (nome do bebê)?

Este questionário lhe dará uma base para criar seu ensaio, montar sua paleta de cores e partir para a produção dos cenários, buscando sempre a harmonia final.

Espero que este artigo auxilie você na hora de escolher seus props, fundos e mantas. Espero que sirva como guia para utilização correta das cores em seus cenários e perfeita harmonização. Cores trazem vida à fotografia! Lembrem-se disso!

Este conteúdo faz parte do meu e-book “Guia de Poses Newborn – para iniciantes” disponível na loja do Fotografia-DG. Muitas outras informações valiosas o aguardam neste guia, escrito com muito carinho para você, que assim como eu, é apaixonado pela fotografia newborn.

Dúvidas nos comentários ou na minha fanpage.

Bons cliques!

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

 

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Manoela

    Artigo Perfeito.

  • Marina Rosa

    Aprendi muito com esse artigo. Linguagem simples e clara. Parabéns!

  • Karla Bianca Rocha

    Maravilhoso artigo!! Parabéns Liana Lemos, você tem sido inspiração para o meu trabalho!!

  • Cleo

    Artigo espetacular! Nunca tinha pensado nestes recursos que podemos utilizar,brincando com a diversidade de cores . Então, pra mim foi super esclarecedor! Muito obrigada!

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar