Dicas e Técnicas

Fotografia de Paisagem: E o horizonte?

Seja qual for o meio de captura, smartphone, câmera digital, câmera analógica, câmera instantânea, a fotografia de paisagem, hoje, é um dos maiores registros que fazemos.

Nas mídias sociais, adoramos e sempre fazemos registros das lindas paisagem que estamos no momento, seja uma praia, um vale, um nascer ou pôr do sol, ou até mesmo, uma selfie.

Mas será que nos atentamos ao fazer esse registro? Ou registramos de forma aleatória apenas preocupados em mostrar o local, sem nos atentar a fazer também uma boa fotografia?

Fui assistente de um fotógrafo, um mestre da fotografia, onde bem no começo fui toda orgulhosa mostrar um belo registro de uma Praia e ele me disse: “Seria uma boa fotografia se o horizonte estivesse reto! 

E eu pensei, como assim o horizonte estivesse reto? Olhei novamente a imagem e o horizonte realmente estava torto.

Nunca havia me atentado a isso, e percebi que eu não estava fotografando, estava apenas fazendo um registro qualquer.

Uma boa fotografia ela é construída, o local a ser fotografado, precisa ser observado, precisa ser pensado no propósito dela: o que eu quero passar?

Precisa ser composta e bem enquadrada: o que eu vou colocar ou tirar da imagem? Por vezes temos elementos que ajudam a compor uma bela fotografia, como por exemplo uma flor, um pequeno desfoque de vegetação no primeiro plano, um barquinho… E por outro lado elementos que são totalmente desnecessários que ficam perdidos e sem sentido na imagem final como fios perdidos na imagem, uma árvore cortada, um poste…

E com tudo isso, ainda temos que alinhar o horizonte, o que a maioria das pessoas nem percebem! Vejo muitas fotografias de paisagem, até mesmo de fotógrafos famosos onde o horizonte está torto.

É preciso muito treino, bastante paciência e muitos clicks para ir acostumando e treinando o olho para deixar o horizonte ou a composição alinhada.

Mas com certeza, é um ótimo treino que irá auxiliar nas suas próximas e diversas fotografias!

Ah, e não podemos esquecer e levar em consideração que existe a distorção da lente que estamos usando! Vamos treinar?

Tatiana Giustino

Fã de fotografia desde pequena, um dia resolvi largar o trabalho burocrático para me dedicar a fotografia. Entre estudo, assistente de estudio e fotógrafa, criei o projeto Pegue a Foto, uma intervenção Urbana que espalha pequenas fotografias pela cidade. Passaram-se 10 anos e minha curiosidade e a vontade só aumentam. Adoro câmera instantânea, Holga, Lomo, Analógica 35mm, mas não abandono minha câmera digital e muito menos meu celular!

8 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Temos ainda hoje em dia a facilidade de câmeras com mostrador de nível para nos ajudar a deixar a câmera alinhada, inclusive quando o horizonte não é claro, ou quando não estamos exatamente de frente para o horizonte (e aí estando em ângulo tendemos a deixar o horizonte torto) e por aí vai.

    • Oi Alexandre!
      É isso ai. Temos hoje em dia até o recurso de alinhar até nos smartphones de forma fácil!
      Um abraço

  • Tati, ótimo artigo!!

    Bom lembrar também que praticamente todo software de pós-produção possui uma ferramenta de alinhamento. Assim, dá pra corrigir o horizonte das fotos que não tenhamos percebido esse deslize. Claro que dependendo, isso pode atrapalhar a composição, já que parte das imagem precisa ser cortada.

  • Muito interessante, Tati. Jamais olhei fotos por esse conceito de registrar apenas ou efetivamente fotografar. Valeu a lição!

Receba 15 livros de fotografia

Aprenda DE GRAÇA os principais segredos dos experts em fotografia com os nossos livros digitais.
Insira aqui o seu melhor email

Aprenda DE GRAÇA os principais segredos dos experts em fotografia

Insira aqui o seu melhor email