Home » Atualidade

Getty Images acusa: Google promove pirataria fotográfica

Você talvez já tenha tido uma foto roubada por outro ‘profissional’. E se quem cometeu pirataria foi a Google?

 

A agência norte-americana Getty Images denunciou formalmente a Google à Comissão Europeia por promoção da pirataria fotográfica. Em uma situação de amor-ódio com a companhia de Mountain View, as únicas possibilidades da Getty são duas: aceitar o funcionamento do buscador ou deixar de indexar as fotografias de seus representados.

 

Seria a Google promotora de pirataria fotográfica?

A pirataria fotográfica é um tema incendiário para todos. Ainda que existam métodos para preveni-la, como as marcas d’água ou o uso de metadados em nossas fotos, o roubo dos trabalhos fotográficos é algo tão simples que pode resumir-se em uma captura de tela.

Pela indexação de fotografias em altas resoluções, a agência Getty Images denunciou a Google por fomentar a prataria fotográfica. A empresa subsidiária da Alphabet declinou sobre qualquer tipo de irresponsabilidade no exercício de seu trabalho. Com a indexação das imagens em alta resolução desde janeiro de 2013, a Gatty alega ter perdido tráfego encaminhado para sua página, e consequentes perdas em vendas.

Yoko Miyashita, assessora geral da Getty Images, alegou que a “Getty Images representa 200 mil fotojornalistas, criadores de conteúdo e artistas de todo o mundo que confiam em nós para proteger sua habilidade de ser recompensados por seu trabalho.” “A Google está afetando de forma adversa não somente a nossos contribuintes, como também a vida e os estilos de vida de artistas de todo o mundo, presentes e futuros.”, sentenciou Miyashita.

Como solucionar a pirataria de conteúdo?

Acredito que o problema da proteção do trabalho fotográfico não encontra-se nem nos buscadores de imagens, nem na própria cultura da sociedade. Esse tipo de problema também ocorre com páginas do Facebook que roubam conteúdos do YouTube para colocá-los na rede sem dar créditos aos criadores originais ou enviar-lhes tráfego, mas basta que não gerem medidas de proteção ou compensação para estas situações, seguiremos vivendo essas situações injustas.

via Xataka Foto / The Verge

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar