Guia prático para fotografia gastronómica 4.83/5 (6)

Segundo Ivan Lima, “a fotografia, antes de tudo é um testemunho. Quando se aponta a câmara para algum objeto ou sujeito, constrói-se um significado, faz-se uma escolha, seleciona-se um tema e conta-se uma história. Cabe a nós, espectadores, o imenso desafio de lê-las.

VOCÊ SABIA QUE… Existem algumas regras básicas que precisa ter em conta quando o assunto é fotografia gastronómica?

Food Xperience

Siga estas dicas e…EXPERIMENTE.

DICA 1: Fotografar comida, não envolve só um sentido visual estético. Envolve todos os sentidos harmoniosamente. Para tal a nítidez ocupa um factor fundamental na hora do clique final.

DICA 2: Jogue com a luz natural. Experimente fotografar junto de uma janela e de preferência com uma cortina branca para uma melhor difusão da luz. Se tiver que recorrer a luz artifial NÃO UTILIZE FLASH.Os alimentos são assuntos muito sensíveis. Se recorrer ao flash poderá alterar as suas caracteristicas naturais e transformar uma bela textura numa imagem grundge sem qualquer tipo de interesse. Não caia no erro de iluminar os alimentos de frente. É um dos erros mais frequentes neste tipo de fotografia! “Brinque” com a iluminação e as sombras para conseguir bons resultados.

DICA 3: Utilize um ISO baixo. Utilizar um ISO alto corta o contraste e adiciona o indesejado “grão” ás suas fotos.

DICA 4: Controle a abertura para que seja possivel manter uma profundidade de campo mais interessante, jogando com o foco nos alimentos.

DICA 5: Dependente do ISO + ABERTURA, jogue com a velocidade. Caso necessário, utilize um tripé ou coloque a câmera apoiada numa superficie plana para evitar imagens tremidas.

DICA 6: Sempre que possivel, fotografe em RAW.

DICA7: Embora estas dicas se apliquem a todo o tipo de equipamentos fotográficos, incluindo máquinas compactas e smartphones, se dispõe de equipamento DSRL utilize sempre o MODO MANUAL para obter total controlo da exposição e composição finais. Se utilizar um smartphone ou máquina compacta, procure no MODO CENA qual o modo que lhe permite tirar mais proveito do seu equipamento para obter os melhores resultados possiveis.

DICA 8: Na idéia base deste tipo de fotografia está o 3D. Para tal, a escolha de um ângulo que favoreça a tridimensionalidade dos alimentos vai favorecer o seu resultado final. Regral geral, quanto mais baixo fotografar, mais bonita vai ficar a sua fotografia.

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Miguel Guedes

Nasci em Lisboa em 1972. Comecei a interessar-me pelas artes visuais quando frequentava o ensino secundário e frequentei um estágio profissional numa empresa de publicidade. Em 1999 formei-me em “desktop publishing” pelo Centro de Formação Profissional de Artes Gráficas e Multimédia, Amadora e comecei um percurso de autoaprendizagem em técnicas fotográficas e arte digital com o software Adobe Photoshop. Desde 2008 já realizei algumas exposições em Portugal, das quais destaco a exposição “Quando o Sol se põe em Cascais”, em Abril de 2012 no Estoril, Portugal.Atualmente administro a página do Facebook “Expressões Fotográficas” e o blog com o mesmo nome, nos quais publico as minhas experiências com a fotografia e pequenas dicas de fotografia e Photoshop, bem como o meu portfolio de fotografia e arte digital.

Siga-nos nas Redes Sociais

Não perca nenhum conteúdo nosso ;)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar