JPG vs RAW

JPG vs RAW – Parte 2/8 – O que são os formatos JPEG e RAW

Na primeira parte da série de artigos JPG vs RAW tivemos apenas uma breve entrada (com direito a historinha e tudo) para que vocês possam saber o que vem pela frente. Mas é agora que a brincadeira começa, vamos abordar o que são os formatos JPEG e RAW.

DEFINIÇÃO:

JPEG/JPG – Joint Photographic Experts Group 

O QUE É: O formato JPG ou JPEG recebeu esse nome pelo Joint Photographic Experts Group, o nome original do comitê que desenvolveu o padrão. A rigor, JPEG não é um formato e sim uma família de algoritmos de compactação. O formato é o JFIF, para JPEG File Interchange Format e isso é o que significa popularmente ‘um arquivo JPEG’.  

JPEG é um método de compressão com perda de dados. Os algoritmos são baseados na matemática “Discrete Cosine Transformation”, para descartar as partes menos significativas da imagem em termos de como ela é percebida pelo olho humano. Como o JPEG é uma compactação com perdas, haverá perda de dados a cada vez que o mesmo arquivo for editado e salvo. Os efeitos mais notáveis serão pequenos artefatos que devem aparecer na imagem.

RAW – Significa Cru

O QUE É: RAW, palavra em inglês que significa “cru” (Pronuncia-se “Ró” ), é o nome dado a imagem “bruta” sem qualquer tipo de compactação, processamento ou perda de qualidade, que fornece uma possibilidade maior de edição final. Hoje já temos algumas câmeras que tem o RAW com um certo tipo de compressão “sem perdas”, a maneira simples de saber se a sua câmera utiliza esse formato com compressão, é verificar se as imagens ficam com tamanhos (mega bytes) diferentes, quando o RAW não tem compactação alguma, todas as fotos ficam com o mesmo número de bytes, ao contrario das câmeras com compactação que geram fotos com tamanhos diferenciados.  

Ele também é conhecido como o negativo digital. Cada fabricante tem um tipo de RAW, como pudemos ver na listagem mostrada no inicio deste artigo, com isso podemos dizer que na verdade ele não é um formato e sim um termo usado pelas empresas para dizer que é um arquivo fiel a imagem capturada.  Este tipo de arquivo costuma ser aproximadamente de duas a cinco vezes maiores que uma imagem em JPEG.

Na terceira parte da série, vamos saber como são criadas as imagens no momento do click.

Obrigado a todos e caso queiram ver um pouco mais do meu trabalho podem acessar o meu site www.guilhonfotografia.com.br e me seguir no Twitter juntamente com o @fotografiadg. Pode ainda assinar a newsletter do Fotografia DG e receber os artigos no seu email, basta para isso introduzir os seus dados (nome e email) no formulário em baixo.

Eduardo Guilhon

Eduardo Guilhon é brasileiro, nascido no ano de 1981 e residente na cidade de Florianópolis/SC, atua no mercado através Books/Retratos, ele também foi o primeiro Catarinense se especializar em Crianças com Necessidades Especiais através SpecialKids Brasil. Sua marca é a utilização de técnicas de iluminação criativa (Strobist) em conjunto com a luz ambiente. Tem como missão congelar a imagem de forma inovadora, refletindo e registrando com alto desempenho o momento único existente durante todo o trabalho, entregando ao cliente, um pedaço especial de sua vida em forma de fotografias.

13 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Prezado Eduardo, estou utilizando o Lightroom para edição de arquivos RAW. Se um dia eu vier a utilizar um outro programa que não o Lightroom, terei que necessariamente exportar minhas fotos editadas nesse programa, ou o metarquivo criado pelo Lightroom com as informações da edição pode ser portado para outros programas/plataformas?
    É meio temeroso utilizar um programa proprietário para as edições, não? Exite algum formato open source para isso?

  • Olá Monique, tudo bom?
    Referente ao Tif ele não danifica suas fotos, ele não chega a ser um Raw, mas normalmente trabalha sem compactação, por isso seus arquivos ficam extremamente grandes. Uma dica, utilize .psd (que é do próprio Photoshop) para suas fotos, você não vai perder qualidade e também vai ter um arquivo de tamanho menor.

  • Olá, gostaria de fazer uma pergunta:
    sempre bato as fotos em raw, mas as vezes converto elas em tif para mecher melhor no photoshop. O tif prejudica a qualidade da foto?
    Adorei o post.. é bem legal esclarecer essa diferença pois muitas pessoas não sabem o quanto melhor é fotografar em Raw.
    obrigado.

  • Pessoal, peço desculpas, estou com problemas para postar as respostas dos comentários.

    Daniel: Isso depende de cada concurso, tem que ler com atenção todo o regulamento para saber.

    Maia: Acho que podes ter razão

    Marcos: Fico feliz em poder ajudar 🙂

  • Eu sou iniciante e tentei trabalhar com o RAW, mas como voce mesmo disse, todo iniciante opta pelo modo mais fácil (que é o JPEG). Mas depois do que estou lendo, vou passar a fotografar utilizando o modo RAW+JPEG para ir me familiarizando com essa idéia.

    Valeu, voce está desenvolvendo de maneira clara o assunto.

    Aguardo as próximas postagens!

  • Muito bom o post, e no primeiro tópico aquela história aconteceu realmente comigo, hahah que venha o 3/8

  • Amei, ficou claro, já tinha lido sobre o assunto, mas vc veio esclarecer as diferença dos formatos de forma bem didática.

  • MUITO BOM ?
    ESTOU TENDO A OPORTUNIDADE DE SANAR ESTA DUVIDA QUE TENHO EM
    RELAÇAO AOS DOIS FORMATOS.
    VALEU, VOU CONTINUAR LENDO SEUS ARTIGOS !

  • Só fiquei um pouquinho confuso na última frase do primeiro parágrafo do tópico sobre RAWs… mas depois reli e entendi.
    O que faltou então, foi um ponto após “ficam com tamanhos diferentes”. O período seguinte seria a explanação da parte anterior, entende?
    E creio que “megabyte” é pegado! 😉

    Agora vem cá: quando não tem compactação o tamanho é _exatamente_ o mesmo, até nos bytes?

    Estou gostando de ver a série!
    E, claro, da divulgação da pronúncia correta de “raw”, que tanta gente chama de “rau” (e já vi até piadinha com isso, muito justa!).

  • Eduardo, está muito bom, somente um comentário a mais.

    Se vc. colocar para tirar fotos monocromáticas (pt-bc) o JPG sai pt-bc já o RAW sai colorido, então obrigatoriamente eu tenho que converter o RAW para PT-BC, para efeito de concurso esta manipulação é permitida transformar Raw cor para pt-bc?

    Abs.,

    Daniel

Siga-nos nas Redes Sociais

Carrinho

Click Camera

O nosso Canal no YouTube

 

Subscreva o nosso Canal do YouTube clicando no botão em baixo para não perder nenhuma aula.

Artigos em Destaque

Anúncio

Links Úteis

Receba 15 livros de fotografia

Aprenda DE GRAÇA os principais segredos dos experts em fotografia com os nossos livros digitais.
Insira aqui o seu melhor email

Aprenda DE GRAÇA os principais segredos dos experts em fotografia

Insira aqui o seu melhor email