Protegendo o seu equipamento de roubo

 

Recentemente soube de um fotógrafo que teve todo o seu equipamento roubado em uma externa em São Paulo. Felizmente ele tinha seguro, então tudo ficou resolvido. Bom, quase tudo, porque do susto ninguém se refaz e, infelizmente, seguro nenhum vai devolver as fotos que estavam no cartão de memória, que sempre é levado junto em caso de roubo ou furto. Mas, com o seguro, pelo menos o prejuízo material é remediado.

Como moro no Rio de Janeiro, onde às vezes passamos por situações de risco e assaltos, eu tenho seguro da minha máquina e de todas as lentes. E aconselho todo mundo a ter, para poder fotografar tranquilamente, sem neuras e medos.

Para o meu seguro não ficar alto demais, eu não coloquei na minha apólice os itens de valor mais baixo, como os cartões de memória (e também pelo motivo exposto acima), tripé, mochila, controle remoto, filtros e adaptadores. Claro que se eu tiver esses itens roubados vou ter um bom prejuízo também, mas preferi arriscar e assim diminuir um pouco o custo do seguro, que é uma porcentagem do valor do equipamento declarado.

Mas, mesmo com seguro, não custa nada tomar algumas precauções, para não passar pelo susto do assalto, que muitas vezes pode até ser com violência:

  • Evite fotografar em lugares muito desertos ou que você já previamente saiba que é um local perigoso.
  • Fotografar em comunidades de baixa renda sempre rende boas imagens, mas não se arrisque sozinho em lugares assim, principalmente se não forem lugares tranquilos.
  • Evite levar todas as lentes para uma externa. Pense bem antes em quais lentes você vai de fato precisar e, se possível, leve apenas duas ou no máximo três lentes.
  • Se você for caminhar na rua com o seu equipamento, evite – na medida do possível – usar bolsas e mochilas que todo mundo sabe que são fotográficas, para não chamar muita atenção.
  • Em um passeio fotográfico, procure sempre guardar a máquina quando estiver se locomovendo de um lugar para outro.
  • Faça o seguro. É melhor ter e não usar (por não ser assaltado!) do que chorar depois e amargar um alto prejuízo.

O meu seguro deixa claro que não cobre se o equipamento for deixado sozinho em carro estacionado. A seguradora considera isso um descaso do proprietário com o equipamento. Então, antes de contratar, informe-se direitinho sobre o que é e o que não é coberto.

E o mais importante: se o assalto for inevitável, não resista. É melhor perder o equipamento do que se machucar.

Se você já teve equipamento roubado ou se tem alguma dica extra deixe nos comentários do artigo, a sua experiencia é muito importante para todos.

... e agora ajude-nos e compartilhe com os seus amigos.


     

 

Sobre Claudia D'Elia

Claudia D'Elia começou na fotografia por curiosidade e agora dedica-se por amor, fotografando sempre com muito carinho e esmero. Aplica-se incansavelmente à arte de fotografar, aprendendo mais a cada dia, lendo muito e fotografando cada vez mais. Você pode acompanhar seu trabalho em sua página no Facebook https://www.facebook.com/claudiadeliafotografia

36 comentários

  1. Fui assaltado há 1 mês, levaram minha 60d, 2 lentes, controle, bolsa, cartões e outros bens. Já adquiri outra e estou atrás de seguro. A Porto seguro faz seguro deste tipo?

  2. Acho que é importante também pensar no seguro não só para roubos e furtos mas também para reparos. O meu seguro cobre este tipo de serviço também.

  3. Moro em São Paulo, para quem anda sempre com a câmera acho obrigatório fazer seguro, a cidade esta muito perigosa, uma vez eu conversando com outro fotografo que tinha uns 12 mil em equip, disse que não colocava no seguro porque era caro, ai eu ja acho burrice, mas enfim. Seguro é bom para poder andar por ai com o equip sem neuras na cabeça

    • Bote burrice nisso. Caro vai ser ele repor o equipo todo, perder trabalhos por ter ficado sem equipamento (ou alugar um equivalente) e ainda por cima tem o estresse todo de fazer BO, alertar aos quatro ventos o roubo e etc…

  4. Acho que uma dica super importante que faltou foi a mais importante para não acontecer o mesmo que aconteceu com o "amigo" citado: Nunca guarde a câmera com o cartão de memória dentro. Eu costumo sempre que guardo a câmera tirar o cartão o colocar em outro lugar, pois como no exemplo citado as fotos se foram…..

  5. Para evitar o "olho" do ladrão, sempre que ando pelas ruas/lugares de risco, carrego meu equipamento em sacolas de supermercado, pois são discretas e não atraem os "maus olhares".

  6. Se fantasiar de pobre ajuda muuuito !
    Sapato discreto, calça jeans surrada e camisa simples. A sacola de lona usada em compras de feira é ótima !
    O equipamento pode ser transportado enrolado numa toalha de banho pra sua proteção. Outra opção quase táo bôa é uma mochila surrada. Se bem que os ladrões de hoje já estão bem escolados – o cara pode te abordar pensando que você está carregando um lap-top ….
    Por último, se estiver a pé, jamais fique na rua esperando por transporte público de qualquer espécie. Peça à recepção para chamar um taxi e embarque em local claro e movimentado.
    Delio fotógrafo de Santos, 11Dez12.

  7. Bem, trabalho em Belo Horizonte, e não tenho muito investido em equipamento ainda, mas com certeza é um tanto que é sentido no bolso. Apesar de aqui, por enquanto ainda ser um pouquinho mais tranquilo, ninguém esta livre. Acho que vou procurar me indormar sobre isso.

  8. Tinha um amigo que punha esparadrapo na camera para dar impressão de que era velha…quando viajava para fotografar.

  9. Onde f aço seguro dos meus equipamentos? Conhecem empresas?

  10. Troquei a alça da minha 7d por uma sem o nome q era bem chamativo, um pedaço de fita isolante ou fita preta tampando o nome ma frente da câmera também ajuda. Maso seguro é obrigatório p quem faz externas em SP

  11. Se for usar mochila prefira aquelas trapezoidais ou em forma de triÂngulo – para evitar passar a impressão de estar com um notebook.

  12. gente deixo um monte de lances oportunidades passar pq vivo morrendo de medo ….mataram um amigo meu que vivia respirava fotografia. e o pior deixaram tudo de maior valor e levaram o que ele estava usando no momento uma cyber- shot…. tem que andar com um guarda roupa de segurança do lado credo…

  13. Colocar um pedaço de fita isolante cobrindo o nome do fabricante em qualquer situação evita curiosos.

  14. Seguro pra quê? Eu posso andar armado sem ninguém saber! Se o fdp aparecer, faça ele chorar sangue e mijar nas calças de tanto desespero… hahaha, ladrão que rouba equipamentos é ladrão de baixo nível. Ladrões de verdades projetam e estudam muito em como podem dar um grande golpe numa grande empresa e similiares.

  15. Os caras andam com equipamentos que valem 5 dígitos e sem uma arma que vale 4 dígitos! Se todas as pessoas portassem armas e fossem tão proficientes em seu uso como o são no uso de celulares, as seguradoras fechariam as portas. Abaixo o estaburro do desarmamento! Protestem pela aprovação do projeto de lei do Dep. Peninha! Participem da Campanha do Armamento no Facebook!

  16. Fui furtado em uma festa de 15 anos onde o ladrão era o barmen da festa. Ele furtou minha câmera, lente 35 mm, grip com 2 baterias e muitas fotos do aniversário. Ainda bem que a maioria das fotos estavam na outra câmera e o prejuízo em relação as fotos não foram tanto, mas perdi fotos sim. Aconteceu o seguinte: Moro em Birigui SP e como estava usando duas cameras D90, acabei deixando uma em cima da mala dos equipamentos enquanto fotografava com a outra. Na hora da boate, apagaram as luzes e o ladrão aproveitou para roubar e levar para o carro dele. Chamei policia mas não fizeram nada. No dia não sabia quem era, mas no dia seguinte, o barmen ladrão foi oferecer minha D90 para um amigo meu, que me avisou. Fiz boletim de ocorrência mas não mesmo sabendo quem foi não recuperei nada. Ele foi chamado na delegacia e confirmou que a câmera estava com ele, mas roubaram dele e não devolveu. por este motivo recomendo: " Não deixem seus equipamentos de reserva fora de seus olhos nas festas" levem o mínimo necessário e desconfiem de pessoas estranhas no seu ambiente de trabalho.

    • Eu tbm costumo usar 2 corpos em eventos, para isso comprei um Now Bomb, onde carrego todos os acessórios e uma alça dupla Black Rapid, que posso acomodar os dois corpos com as objetivas já acopladas….. Dessa forma não fico longe das máquinas e nem dos acessórios, pareço um Homem Bomba nos eventos, mas é a forma mais segura de manter o equipamento perto de mim…..

  17. um dia é trocar a alça que vem junto com a camera, as alças vem escrito a marca da camera como canon ou nikon e em alguns casos o modelo 60d d3, troque por uma alça que não tenha marca alguma… ajuda

  18. Aproveitando vou deixar minha dúvida pra saber se alguém já passou por isso. Eu comprei uma câmera e ela vive guardada pelo simples fato de que não tenho carro e como moro muito longe qualquer táxi sai o olho da cara. Tenho muito medo de andar com ela em ônibus porque negócio por aqui ta complicado. Já tô em desespero de ter essa câmera e não fazer nada com ele mas bate maior desespero ao pensar em perde-la quando nem se quer cheguei na metade do pagamento (rs). Alguém já passou por isso? O que fez fora a tática do saco de supermercado

  19. Aonde faço seguro da câmera???

  20. Meus equipamentos são "importados", não possuo nota fiscal de nenhum deles. Alguém já teve o seu equipamento roubado nestas condições e a seguradora reembolsou?

  21. Marcos Branco, boa tarde! A Kertzman Seguros pede foto do número de série, caso você não tenha nota fiscal. Já fiz com eles…!

  22. Tenho certeza que esse é um medo atormenta o fotógrafo diariamente,

    Incluiria ainda mais algumas dicas a este post que já esta bem enriquecido;

    Algumas bolsas como as Think Tank têm cadeado e cabo de aço que você pode utilizar pra prender em locais fixos;
    Ter um ajudante em eventos para tomar conta dos equipamentos enquanto você filma também é uma dica importante;
    Guardar as notas e caso não as tenham faça um arquivo com os números de série para eventuais Boletins de ocorrência em caso de roubo;
    Com os números de série dos equipamentos você poderá incluí-lo no banco de dados de equipamentos roubados e quem até recupera-lo (http://www.equipamentosroubados.com.br);
    Não compre equipamentos de terceiros sem nota poi você estará contribuindo para o sucesso desse "mercado paralelo" de equipamentos roubados;
    Por último e não menos importante, faça o seguro com um corretor especializado em seguro equipamentos fotográficos http://www.safercorretora.com.br/seguro-equipamen… faz toda diferença desde da orientação à regularização de sinistros.

  23. Fui assaltado este ano ,roubaram minha 7D ,tinha seguro pela porto seguro e fui super tranquilo ,foi até bem rápido em menos de uma semana foi resolvido e já tinha o dinheiro em minha conta ,comprei outra e fiz novamente o seguro com eles
    .

  24. Meus amigos fotógrafos, costumo fazer muitas fotos em locais perigosos pois adoro imagens urbanas.
    Vou dar minha humilde opinião,
    1 – Faça um seguro bom e lembre-se de possuir nota fiscal dos equipamentos.
    2 – Evite chamar atenção, use roupas simples e discretas sem muitos acessórios ao corpo.
    3 – Troque alça da câmera ps ladrões sabem que são valiosas e rápidas de se venderem.
    4 – Se não conhecer o local, evite ao máximo está sozinho.
    5 – Procure conhecer o local antes e saber se e perigoso, costumo entrar em Periferias com ajuda de alguém da comunidade em meus eventos e festas onde costumo fotografar !!!
    6 – O mais importante….
    Tente nunca reagir em caso de assalto, lembre-se sua Vida é. Mais importante q sua câmera.

    Eu nunca fui assaltado, mais já fugi de várias tentativas…..abrxxxx

  25. Cleberson Costa Silva

    O pior é que isso está ficando comum. Tem um casal especializado em roubar equipamento fotográfico. Já aconteceu na minha cidade. http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>