Home » Artigos » Dicas

Sorriso de criança não se pede, conquista!

Como fotógrafo, sempre observei os outros fotógrafos nos eventos falando com as crianças: “Olha o passarinho”, “Dá um sorriso para o tio”, “Xiiiis…. iiii, cadê o sorriso?”. Nem sempre elas respondem como o fotógrafo quer, algumas sorriem, mas muitas vezes é aquele sorriso meio tímido, com os dentes serrados e os olhos fechados.

Fica bonito? Sim, as fotos profissionais ficam lindas e as mães sempre acham os filhos lindos, mesmo com o sorriso amarelo, chorando, emburrado ou com sono. Mas é preciso algo a mais, é preciso ser diferente.

sorriso-de-crianca-nao-se-pede

O sorriso tem que ser espontâneo, puro, verdadeiro e com sentimento. As crianças são ótimas para fazer esse sorriso, mas não tem como pedir para elas darem esse sorriso natural, nós temos que conquistar. Então eu comecei a pensar em técnicas para fazer as crianças sorrirem.

Na maioria das vezes as crianças gostam de ver os adultos se machucando, não estou falando quebrar um braço, uma perna, nada ao extremo. Estou falando de machucar de brincadeirinha. Quem nunca se jogou no chão e gritou de dor, ou coisa parecida, perto do seu bebê para ele dar gargalhadas?

Fui levando para o estúdio e para os eventos, técnicas e brincadeiras que fazia em casa com minha filha e foram dando certo. Foi caindo no gosto do aniversariante e dos convidados. Quando eu via, já tinha fila de crianças perto de mim e sorrindo. Então resolvi compartilhar com vocês algumas técnicas que eu fazia para conseguir sorrisos de verdade, gargalhadas de tirar o fôlego e ficar vermelho.

Tente usar tudo ao seu favor, sempre tem um tio, um amigo ou um avô mais animado e que a criança goste muito. Chame-o para ser seu assistente, para chamar a atenção da criança e fazê-la sorrir. Aproveite o pessoal da animação, mágico e personagens, se tiver.

Em casa de festas, aproveite os brinquedos. Sempre que uma criança está em algum carrinho eu corro dele fingindo que estou com medo e eles sempre riem dessa brincadeira. Quando estão na piscina de bolinhas eu peço para jogarem as bolinhas em mim. Quando eles jogam grito de dor com a mão no nariz. “Aiiii, meu nariiiiiz! rsrsr” A criançada se acaba de rir, e eu claro, aproveito pra tirar muitas fotos lindas.

Claro que todas as brincadeiras são feitas com muita segurança e com um tom de voz mais baixo para não chamar muita atenção dos convidados e sempre com muito cuidado no uso das palavras. Lembrando que os convidados dessa festa são os nossos possíveis clientes e eles estão atentos a cada passo do fotógrafo.

Outra brincadeira que sempre dá certo é pedir para a criança bater na sua mão. Quando eles batem eu faço de conta que foi com muita força, finjo que doeu muito e em alguns casos eu até me jogo no chão. Então eu aproveito que estou na altura da criança e que elas estão sorrindo e faço um monte de fotos.

Use a imaginação, seja descontraído e divirta-se, afinal, a gente trabalha festejando não é mesmo? Faça com que a criança entre na sua brincadeira de fotografar.

Trabalhe sempre pensando em fidelizar o cliente, porque além das indicações, muitas mães fazem festas todos os anos e vão sempre contar com você caso você as conquiste.

[divider style=”double” top=”20″ bottom=”20″]

ebook-fotografia-infantilEste texto, o texto Fotografia de Festa Infantil e o texto Divulgação da sua empresa de fotografia foram tirados do primeiro livro digital do Brasil sobre Fotografia de Festa Infantil.

Além destes capítulos, o livro contem mais de 100 páginas com dicas importantíssimas para entender como funciona e como empreender no mercado de fotografia infantil.

Clique aqui para conhecer o e-Book Fotografia de Festa Infantil

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar