Home » Atualidade » Eventos » 7º Festival Hercule Florence de Fotografia de Campinas

7º Festival Hercule Florence de Fotografia de Campinas

Hercule Florence foi um francês radicado no Brasil que morou boa parte da sua vida em Campinas, interior de São Paulo. Dedicou-se a diversas atividades, mas por toda sua vida, o desenho manteve-se constante, seja como atividade profissional ou simplesmente lazer. Com um perfil empreendedor e inventivo empenhou boa parte do seu tempo em pesquisas e experimentos em reprodução de imagens. Seu esforço nesse sentido culminou com a criação independente de um processo fotográfico muito semelhante ao processo fotográfico desenvolvido na Europa por Niépce e Daguérre, no mesmo período, 1832-33. Florence batizou sua criação de “Photographie”, seis anos antes da primeira menção a esta palavra na Europa, atribuída ao britânico John Herschel.

Teatro de Arena II

Teatro de Arena II – Carlos Alexandre Pereira

Desde 2007 acontece anualmente na cidade de Campinas eventos em homenagem a Hércule Florence e seu trabalho pioneiro no desenvolvimento de métodos de reprodução de imagens e processos fotográficos. Esses eventos desde o princípio contaram com a presença de grandes nomes da fotografia nacional e às vezes convidados internacionais. Já participaram do Festival nomes como: Bob Wolfenson, Klaus Mitterdorf, Juca Varella, Cristiano Mascaro, Tuca Vieira, Gal Oppido, Nelson Kon, Evandro Teixeira, Orlando Britto, Antônio Saggese, Iatã Canabrava, Gustavo Magnusson, Walter Firmo, Leonardo Finotti, Oliver Mann, Tom Lisboa, Kazuo Okubo, Eraldo Peres, João Marcos Rosa, José Fujocka, Miguel Chikaoka, Paulo Whitaker e muitos outros.

Este ano será a 7ª edição do Festival Hercule Florence com o tema “Impressões do Olhar” e contará com diversas atividades e o apoio de importantes organizações da Região Metropolitana de Campinas e da indústria fotográfica, como as Secretarias de Educação e Turismo de Campinas, Shopping Center Iguatemi Campinas, Hopi Hari, Instituto Hilda Hilst, National Geographic, Nikon e Epson.

Durante todo o mês de Outubro, ocorrerão várias exposições de fotógrafos amadores e profissionais, em diversos locais espalhados pela cidade de Campinas. A Oficina Cultural Hilda Hilst irá apoiar o evento oferecendo uma programação especial de oficinas e workshops relacionados à fotografia. O Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas mais uma vez abrirá suas portas para palestras e mostras fotográficas participantes da agenda do festival. E o final de semana mais intenso ocorrerá no Hopi Hari com palestras, exposições e atividades interativas com o público como caminhas fotográficas e concurso de imagens.

Ricardo Lima, um dos organizadores do evento diz: “Este festival está crescendo porque a cada ano conseguimos mais parceiros, porque as pessoas estão se dando conta de que Hercule Florence está para a fotografia assim como Carlos Gomes está para a música aqui em Campinas. Campinas, não é a capital da fotografia , mas sim o berço onde tudo foi criado, e estamos trabalhando para elevar a cidade a este patamar.”

Rua General Osório

Rua General Osório – Carlos Alexandre Pereira

Entre as exposições, já estão confirmadas uma no Shopping Iguatemi comemorativa pelos 13 anos da edição brasileira da revista National Geographic com sete de seus principais fotógrafos: Izan Petterle, Luciano Candisani, Rodrigo Baleia, Adriano Gambarini, Roberto Linsker, João Marcus Rosa, Maurício de Paiva. Haverá também uma exposição coletiva no CIS Guanabra/Unicamp (Estação Guanabara) dos fotógrafos Carlos Bassan, Tiago Navas, Dario Mendes, Ricardo Lima, Antoninho Perri e Antonio Scarpinetti. Além destas, terão ainda várias exposições individuais espalhadas por várias galerias e restaurantes da cidade.

A Oficina Cultural Hilda Hilst irá oferecer entre outras, uma oficina de Fotografia Noturna, um workshop de Fotografia Artesanal e, a oficina Moradores, já tradicional em vários festivais de fotografia brasileiros. Nesta oficina, integrantes da agência Nitro de Belo Horizonte coordenam uma atividade em praça pública que integra os participantes no processo de retratar os moradores da localidade a fim de no final expor essas imagens como um registro do patrimônio humano do local.

No final de semana dos dias 5 e 6 de Outubro irá acontecer no Hopi Hari o “Click’n’Park”, com o apoio do Hopi Hari, Nikon e Epson. O público que visitar o parque nesses dias irá se deparar com uma enorme exposição ao ar-livre de fotografias espalhadas pelo parque, além de ter a oportunidade de assistir palestras sobre fotografia, impressão e um workshop especial da Nikon School no teatro do parque. Ao longo do dia, diversos fotógrafos irão passear pelo parque fotografando o público e também ficar a disposição para tirar dúvidas sobre fotografia. As fotografias tiradas por estes fotógrafos e também pelo público irão ser editadas e impressas no próprio parque em estações especiais de tratamento de imagens e impressão. Estas impressões irão imediatamente serem integradas a exposição em andamento.

O distrito de Joaquim Egídio irá participar com destaque do festival, começando com a Oficina Moradores, um passeio fotográfico de bicicleta, a caminhada “WalkGram Joaquim” liderada pelo fotógrafo da National Geographic João Marcos Rosa e várias exposições espalhadas pelos restaurantes locais.

Confira a programação completa no website do Festival em www.festivalherculeflorence.com.br e acompanhe o evento através da fanpage www.facebook.com/FestivalHerculeFlorence.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Carlos Alexandre Pereira

Fotógrafo brasileiro especializado em fotografia abstrata, minimalista, paisagem e urbana; com uma paixão por fotografia P&B que reflete no seu portifólio quase monocromático.

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar