Ganhar Dinheiro na Fotografia – Parte 10/11 3/5 (1)

Após falarmos sobre ética, no artigo anterior, vamos agora a um tema bem prático e necessário, tão necessário quanto a ética profissional, que são boas ferramentas de marketing.

Análise de Marketing, métricas, ferramentas etc.

Não existe bom trabalho de marketing, em nenhuma área, sem o uso de ferramentas de acompanhamento e controle para que você possa estabelecer metas, verificar seus resultados, corrigir erros de posicionamento entre tantos outros benefícios trazidos por essas ferramentas.

Não vou aqui fazer um tratado sobre isso, pois existem incontáveis cursos e livros completos e interessantes dentro deste tema, mas citarei duas ferramentas que utilizo com grande frequência e que auxiliam em meu dia a dia.

A primeira se chama análise SWOT, conhecida no Brasil como PFOA, a segunda é o Google Analytics. Ambas gratuitas e fáceis de usar, sendo que a primeira atuará em seu negócio como um todo, a segunda sobre suas estratégias de promoção e divulgação na internet.

A SWOT, ou PFOA, tem seu nome derivado de Potencialidades (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).

Os fatores que compõe a SOWT tem tanto origem no mercado (externos ao seu trabalho como fotógrafo), como internos (suas habilidades, técnica, nome, fama, preço, localidade em que atende, seus 4Ps etc.). Esses dados são distribuídos em um gráfico de forma que possam ser confrontados frente a frente. Veja o gráfico a seguir para detalhes de como montar uma SWOT:

Este gráfico encontra-se na Wikipedia, de autoria de Julio Reis, e que já separou quais fatores são do ambiente externo e interno, bem como aquilo que é positivo e negativo dentro da analise, e no exemplo dele o Potencialidades foi traduzido como Forças, mas estamos falando das mesmas coisas.

O preenchimento da matriz de análise é simples, comece com suas potencialidades, digamos que você seja um fotógrafo muito técnico, capaz de atender à clientes que tem especificações complexos sobre a fotografia, por exemplo na fotografia publicitária, isso é um potencial seu, por outro lado, seu preço é alto frente à seus concorrentes, o que é uma fraqueza.

Essas duas características colocadas, uma nas potencialidades e outra nas fraquezas, devem ter um eco em termos de mercado, assim, na linha das oportunidades você pode encontrar que em sua cidade existe um grande número de agências de publicidade e que podem ter interesse em seu potencial de ser um fotógrafo muito técnico e capaz de resolver muitas situações fotográficas diferentes, e no campo das ameaças você pode descobrir que por ser uma cidade grande, há também muitos fotógrafos disputando exatamente a mesma fatia de mercado que você.

Ao citar tudo o que você tem de bom nas potencialidades e tudo que você tem de ruim nas fraquezas, você deve observar o mercado e encontrar para quais oportunidades de mercado você tem uma potencialidade a oferecer, e para cada ameaça de mercado, como você irá se defender minimizando suas fraquezas.

Imagine que você descobre uma oportunidade de mercado, como por exemplo um nicho ainda pouco explorado, e percebe que sua concorrência não tem as potencialidades para atender esse nicho, aí está uma situação de mercado na qual mesmo cobrando um pouco mais que os outros, você conseguirá espaço para atuar.

Lembre-se de sempre colocar as potencialidades de sua concorrência no campo das ameaças, pois sem conhecer sua concorrência você criará uma situação ideal em sua cabeça mas que não encontrará eco no mercado.

Faço essa análise mensalmente e sempre encontro nela uma resposta para algo que eu deva melhorar, seja na identificação de oportunidades de mercado, na melhoria dos meus serviços ou na melhor proteção contra meus concorrentes.

Vamos ao Google Analytics. Ao criar uma conta para seu site nesse serviço e seguir os procedimentos para que o Analytics consiga ver e medir os dados de seu site, ele poderá então lhe mostrar uma infinidade de dados, desde sua visitação em termos geográficos (de que países e cidades chegam visitas a seu site), passando por quanto tempo cada visitante fica em seu site, quais páginas são mais acessadas, a distribuição entre novos e velhos visitantes e até quais dias da semana apresentam melhores ou piores taxas de visitação.

Em meu modo de ver, o melhor uso do Analytics se dá quando colocado em comparação ao posicionamento de mercado (os 4Ps) e com a análise SWOT. Vou explicar melhor.

Ao fazer uma análise SWOT você percebeu que em sua cidade existem poucos fotógrafos especializados em fotografia publicitária (por exemplo, pode ser que hajam poucos fotógrafos de eventos e assim por diante) e que há demanda para esse serviço, temos aqui a oportunidade. Aí em seu posicionamento você define sua Praça como sua cidade e arredores, para poder explorar a Oportunidade detectada. Isso determinará seus esforços de Promoção para poder dominar o citado mercado.

Feito isso, você acompanha os resultados no Analytics pois nele poderá ver se a taxa de visitas em seu site sobe na região pretendida ao longo de seus esforços de divulgação, por exemplo ao fazer um anúncio em uma revista e ver se no dia da publicação e no dia seguinte há  um aumento de visitação, se não houver, sua Promoção não surtiu resultados e você não precisará insistir nesse modelo jogando dinheiro fora em uma mídia que não está lhe ajudando.

Esse é só um exemplo, existem outros milhares e seria impossível tratar de tudo aqui.

Recomendo essas ferramentas, SWOT e Analytics, pois elas são bastante fáceis para implementar e gratuitas, existem outras centenas, ou milhares no mercado, temos ferramentas para controlar e verificar nossa influência e potencial em mídias sociais, outras para mapear o retorno financeiro do investimento em publicidade e assim por diante, mas creio que fotógrafos sem experiência em marketing tem grande chance de se perder com tantos números sem saber o que fazer com eles, já com a SWOT e o Analytics temos maneiras mais concretas para cruzar dados simples e extrair respostas e resultados.

Se você ainda não faz esse tipo de controle, comece hoje a desenhar suas matrizes de analise, inscreva-se no Google Analytics, pois enquanto você não faz isso, alguém está fazendo e tomando espaços de mercado que poderiam ser seus.

 

Nos vemos em breve com as conclusões desta série de artigos sobre marketing para fotógrafos, mas antes, temos a continuidade da nossa promoção! Você pode ganhar 1 DVD Photoshop® & Fotografia – A Arte da Imagem Conceitual por Alexandre Keese e Brasilio Wille! Uma oferta Photopro.

Para concorrer ao DVD da Photopro você deve seguir estes 3 perfis no Twitter: @fotografiadg , @AleKeese e @VernagliaJr . Depois de nos seguir apenas tem que fazer um tweet com a seguinte frase:

Esse DVD “A Arte da Imagem Conceitual” do #Photopro tem que ser meu! @fotografiadg @AleKeese @VernagliaJr

Participe!

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Armando Vernaglia Jr

Armando Vernaglia Jr tem mais de dez anos de experiência como fotógrafo publicitário e diretor de arte. Graduado em Publicidade e Propaganda e especializado em Comunicação Organizacional, é também professor de fotografia e palestrante. Seu trabalho pode ser conhecido em seu site - www.vernaglia.com.br . E você também pode seguí-lo no Twitter @VernagliaJr

Siga-nos nas Redes Sociais

Não perca nenhum conteúdo nosso ;)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar