As mudanças do Lightroom 4 – Parte 1 de 2

Há algumas semanas a Adobe lançou seu primeiro beta público do aclamado software Lightroom, versão 4. Em meio a muita euforia, fotógrafos comemoraram as novidades do programa, que vamos mostrar em mais detalhes aqui.

A principal mudança, em minha opinião, não é a percebida de imediato: Trata-se do novo processo (2012). Com este, é possível melhores ajustes, preservando mais detalhes nas áreas de altas e baixas luzes.

Com o novo processo, os controles de Brilho, Recuperação e Luz de Preenchimento foram removidos, sendo adotado agora um novo esquema, que funciona de maneira similar, porém permitindo um maior controle:

Os controles de Pretos, Sombras, Realces e Brancos trabalham agora todas as faixas do histograma de uma maneira mais completa.

Confuso? Veja abaixo como reproduzir com os novos comandos os efeitos dos antigos:

  • Recuperação: Use o controle de Brancos à esquerda. Diminuindo o valor dessa área do histograma, recuperamos os detalhes das áreas próximas ao branco.
  • Luz de preenchimento: Use o controle de Sombras em direção à direita. Aumentando o valor desse controle, as sombras se tornam mais claras, como na luz de preenchimento.
  • Brilho: O efeito do brilho é obtido usando a combinação do controle de Realces e Sombras, com a vantagem de poder obter um controle maior de que tons serão clareados ou escurecidos.

O novo processo também trouxe melhoras nos filtros graduados e pincéis. A mais notável destas mudanças foi a introdução do balanço de branco ajustável nestes controles.

Agora é possível ajustar o balanço de branco de maneira diferente em vários locais da imagem. Isso pode ser útil, por exemplo, para quando se usa flash de preenchimento em um local iluminado com luzes de tungstênio. Ou ainda para ser trabalhado de forma criativa, como na imagem abaixo:

Antes, sem utilizar este recurso, um único balanço de brancos foi aplicado. Porém utilizando os filtros graduados e pincel de ajuste, foi possível deixar o céu em um tom mais magenta e o mar mais azul, dando outra interpretação à fotografia.

Além disto,  é possível utilizar o redutor de ruídos com maior ou menor intensidade em determinadas áreas, também com o pincel e o filtro graduado, útil quando a redução de ruído pode remover detalhes importantes em lugares chaves da foto, mas sendo necessário em outras.

Por fim, o filtro de moiré remove interferências coloridas que podem aparecem ao fotografar padrões de listras.

Na próxima parte do artigo, veja as outras novidades presentes no programa Lightroom 4.

Se ainda não tiver instalado no seu computador a versão 4 do Lightroom clique aqui para fazer o download gratuito através da Adobe Labs.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

  • Berg

    Quem possui o L3 tera que pagar preço integral do L4 ?

  • Obrigado pelas dicas.

  • Leandro Mendes

    Será que os presets do LR 3.0 irão servir nesse novo processo??

    • fellipec

      Leandro, quando voce usa um preset do LR3 que não envolve nenhuma das novidades, ele trabalha sem problema. Mas caso o preset mexa com a parte de tons (os controles que já não existem mais) a foto automaticamente volta pro processo antigo.

      Abraços

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar