Home » Atualidade » Câmeras

Anunciada a Canon EOS 6D Mark II 4.69/5 (13)

Nova edição da EOS 6D não é tão pequena e nem tão fantástica, mas segue como ótima opção full-frame

 

Ainda me lembro quando tive uma Canon EOS 6D, a primeira. Foi minha primeira full-frame, assim como também a primeira com GPS e WiFi. Por outro lado, não foi minha primeira DSLR e nem me deu satisfação plena. Por não ser plenamente feliz com ela não falo daquela pulguinha atrás da orelha que termina muitas vezes levando a uma Equipamentite Aguda, falo de perceber que era uma câmera muito acertada em alguns pontos, e em outros digna de seu posicionamento de câmera ‘top’ para iniciantes nos modelos de ponta. Para quem quiser relembrar minhas impressões sobre ela, temos aqui no DG a resenha que fiz (link ao final).

Como está agora, em sua geração, a Canon EOS 6D Mark II? Segue uma câmera com várias características ótimas, porém tem ao mesmo outras que mostram-se diferenças negativas frente a outros modelos da marca. E dessa vez temos um diferencial histórico: atualmente as mirrorless estão bem mais presentes no mercado fotográfico, e apesar dos esforços da Canon para não ter um belo pedaço de sua fatia de mercado engolido por este segmento (Canon M5, por exemplo), temos que reconhecer que os tempos são definitivamente outros. E a série 6D, que já ficava num ponto algo estranho entre as opções da Canon, agora fica ainda mais deslocada frente a suas concorrentes sem espelho.

O novo lançamento da marca vermelha japonesa justifica o upgrade da sua anterior? É possível, mas vai depender bastante de suas necessidades e, claro, sua lealdade (embora Jason Schneider já tenha alertado: grandes marcas também enganam). Como já explicamos em nosso Guia de escolha de câmeras, é preciso ter em mente quais são suas necessidades e prioridades para não cair em armadilhas. E a 6D Mark II como intermediária que é tem várias ‘cascas de banana’, por assim dizer.

Vejamos…

Você precisa/pretende explorar ainda mais as altas sensibilidades ISO e tirar proveito do novo sensor, bem provavelmente melhor que o da anterior, aliado ao processador DIGIC 7? A 6D Mark II seria bem provavelmente uma ótima pedida — certeza absoluta só quando pudermos comparar bem as imagens.

Quer aproveitar um monitor tátil e de ângulo variável para clicar e filmar? Taí a 6D Mark II pra lhe atender muito bem, apesar de não gravar vídeo 4K, mas oferecer Full HD a 60fps. Além do mais, possui sensor com autofoco Dual Pixel (estreado pela 5D Mark IV) e o sistema Movie Servo — ambos devem ajudar bastante. Como bônus temos o recurso HDR Movie, que deve interessar aos que buscam por latitudes dinâmicas mais amplas em vídeo.

Precisa (precisa mesmo?) de ainda mais conectividade e ter à mão além do WiFi e do GPS já anteriormente presentes? Bom, se é prioridade sua junto com o sensor full-frame, aí está a 6D Mark II com WiFi, GPS, Bluetooth e NFC (embora não saiba se esta nova câmera terá uma versão com WiFi e etc e outra sem).

Gosta de utilizar mais que o ponto central ou os poucos pontos de foco da EOS 6D original (que só possuía um único ponto em cruz) e ter à mão um sistema de autofoco mais amplo, rápido e preciso? Mais uma vez o Dual Pixel da 6D Mark II marca presença, juntamente com nada mais nada menos que 45 pontos em cruz no sistema renovado nesta geração.

 

Todos aspectos citados têm o extra de estarem presentes num corpo de câmera com sensor full-frame de 26 muegapixels e todas vantagens advindas daí. Se nada disso fizer diferença ou for prioritário pra você, já sabe: fique com sua câmera atual ou opte por outro modelo mais de acordo com suas necessidades. Caso opte pela EOS Canon 6D Mark II, ela será vendida ao preço de US$ 2000 o corpo, ou US$ 3100 o kit com a EF 24-105mm f/4 L IS USM (uma ótima objetiva, por sinal). Existe ainda a opção de adquirir o corpo acompanhado de uma versão mais barata da clássica 24-105, que é a 24-105mm f/3.5-5.6 IS STM por US$ 2600.

 

Canon EOS 6D Mark II: principais características

  • Sensor CMOS full-frame de 26.2MP
  • Processador de imagens DIGIC 7
  • Sistema de autofoco com 45 pontos em cruz
  • Vídeo Full HD a 60 fps; Digital IS, HDR Movie
  • Monitor LCD de 3″, ângulo variável e tátil
  • Autofoco por Dual Pixel CMOS e Movie Servo
  • ISO nativo até 40.000, expansível a 102.400
  • Disparos rápidos a 6,5 fps; lentos em time-lapse
  • GPS incorporado + conexões Bluetooth, Wi-Fi e NFC
  • Resistente a poeira e água
  • Peso (corpo): 765g

 

 

_____

Links do artigo:

Nosso post de anúncio da EOS 6D (mark I)
Canon EOS 6D (WG): meu review
Sua lealdade à marca é uma mentira?
Câmera fotográfica: como escolher?
Sobre a Canon EOS M5
Sobre a Canon EOS 5D Mark IV

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Também estou no blog da D&M Photo.

8 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Achei a atualização ótima, especialmente os 45 pontos de foco cruzado, tenho uma 6d e muitas vezes faz falta… Em fotografia de paisagem, arquitetura, o visor articulado é bem vindo também , só não entendo porque uma câmera como 5ds ou a 5d MIV não trazem os visor articulado, quem usa a câmera para várias finalidades, com certeza não iria reclamar…

    • Arcedito eu que porque é bem comum quem filma profissionalmente utilize monitores externos. Como a linha 6D é para fotógrafos e videomakers não tão profissionais assim (ao menos em teoria seria isso), optaram por ajudar esse público com o monitor vari-angle na 6D Mark II e deixar as outras acima sem isso — e assim também contribuir para menor sensação de fragilidade.

  • Olá! Ótimo artigo! Sabe dizer se essa câmera terá o foco continuo automático em vídeo? Por exemplo, quando está filmando algo e aponta a câmera pra outro lugar, ela já foca sozinha no novo motivo? Qdo peguei a canon 6D achei que ela fizesse isso é foi triste descobrir que ela não faz isso sozinha e mais ainda com a triste eficiência do botão AF pra tentar refocar

  • Tenho a 6D e não fico nada satisfeita com as fotos noturnas e acho o foco lento demais. A nova versão é melhor nesses aspectos??

  • Achei que as melhorias foram consideráveis. Pra uma câmera Full Frame nesse valor, está excelente, não? O problema dos pontos de foco, pra mim, foi a principal mudança, pois agora com 45 pontos de foco ficou bem melhor.

    • Verdade… Quando tive a minha 6D lembro de ter achado chato me desfazer do sistema de foco bem bacana da 7D e voltar basicamente ao mesmo que eu tinha na T2i. Se eu voltar a utilizar DSLR com certeza vou querer esta 6D mark II.

Páginas Úteis

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar