Home » Atualidade » Como foi o Wedding Brasil 2013

Como foi o Wedding Brasil 2013

- Última Atualização a: 13/06/2014

De volta à terrinha, uma parada para colocar a cabeça em dia. É difícil este retorno, pois após uma semana de imersão no mundo da fotografia de casamento de alto nível e qualidade internacional, você começa a colocar os pingos nos “is” e a perceber que há um longo caminho a trilhar e que existem lindos trabalhos pelo mundo afora. Fotógrafos de alma, que nos enchem o coração com sua competência e nos fazem refletir que vale sim a pena nosso esforço, pois eles conseguiram seu lugar ao sol.

Este ano o Brasil surpreendeu, pois nossos palestrantes mostraram o valor da fotografia brasileira que não perde em nada para outros países. Nomes como Jared Windmuller, Renato Dpaula e Evandro Rocha (poderia citar todos aqui, pois todos arrasaram) deram um show com informações de qualidade e mostraram o caminho das pedras para esta nova geração, visto que grande parte dos congressistas deste ano eram de primeira viagem.

Procurei circular por todo o Congresso durante os três dias que estive por lá e captar um pouco do espírito da galera e também dos palestrantes, talvez não consiga falar sobre todos os participantes, pois não pude ser onipresente, mas sei que todos estarão representados aqui com o maior orgulho.

Segue um pouco da história deste congresso que já é um marco na agenda de todo fotógrafo de casamento que se preze aqui em nosso país e até da América Latina, tenho certeza que em breve do mundo J. Afinal conseguir deslocar 1.600 pessoas de uma mesma profissão em um país continental como o Brasil, em meio a uma crise mundial, não é pouca coisa.

*Não falarei sobre os workshops, pois não estive presente, falarei somente sobre o congresso no palco principal e alguns comentários sobre o Núcleo de Tecnologia.

Dia 1

O congresso se inicia com a sua abertura tradicional e um lindo espetáculo da Cia. Arte & Manha, dando uma prévia do que viria pela frente – Diversão e muita Arte!

Jared Windmuller (Os pequenos detalhes fazem a diferença)

Abriu o congresso falando sobre sua trajetória, contando sua história desde os tempos de infância até como conseguiu construir uma marca diferenciada e um estúdio “chique” em Jurerê Internacional, Florianópolis, SC.

Explicou o passo a passo, a atenção e carinho para com suas fotos, as formas de apresentação e como se diferenciar em meio a um mercado já competitivo como o de Floripa. Realmente é um exemplo a ser seguido e mostrou que é possível, desde que se tenha um planejamento estratégico e se trabalhe sério.

[divider]

Samo Rovan (A fotografia em 3 níveis)

Deu um show de simpatia e de humor com sua fotografia irreverente e diferenciada. Mostrou que é viável entrar no mercado de forma única, sendo raro. Acredite em seu potencial, crie e invente, pois o lugar comum já existe. Conquiste seu espaço próprio e desenvolva sua linguagem. Mas para mim, o que foi mais importante em sua palestra, foi uma confirmação da minha linha de trabalho: Casamento é vida – aonde aplicou a regra dos 2% / 98% = 2 pessoas (noivos) e 98 convidados, ou seja devemos fotografar o casal de noivos e contar a sua história não só através deles, mas de seus amigos, familiares e tudo que acontece ao seu redor. Mexa-se, circule pelo ambiente, veja o que está acontecendo ao seu redor. A dica aqui é: PARE DE OLHAR NO DISPLAY DE SUA CÂMERA, pois enquanto você está olhando suas fotos, está perdendo várias outras que estão acontecendo ao seu redor.

[divider]

Citlalli Rico

Foi um show de simpatia e mostrou de forma objetiva que sua paixão pela fotografia é o motor propulsor para lindas imagens e sucesso na sua carreira de fotógrafa de casamentos. Imagens impactantes e de muito bom gosto.

[divider]

Santi Veiga

Cinegrafista espanhol mostrou através de seus vídeos espetaculares que a fotografia e o video podem caminhar lado a lado. Falou sobre equipamento e técnicas. Tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente e mostrou o porquê vem se destacando internacionalmente. Não basta ter um bom trabalho, é preciso ser “una grata persona”. Gracias Hermano!

Dia 2

Edoardo Agresti (o verdadeiro fotojornalista)

Foi uma das palestras mais tocantes, com uma sensibilidade fora do comum este italiano mostrou que antes de tudo o que importa é o olhar. Pura poesia em imagens.

[divider]

Robison Kunz (o autor)

Sua palestra foi aplaudida com força pela galera no auditório, falou sobre como conseguiu mesmo morando em um local afastado de um grande centro, impor seu ponto de vista e mostrar que o que importa é a personalidade na fotografia de autor. Hoje mora e trabalha em um ambiente prazeroso e com uma qualidade de vida desejada por muitos, mas conquistada por poucos. Aqui, vale lembrar que muitas vezes um assunto reforça o outro, pois este tema é sempre citado – a personalidade de cada fotógrafo. Acredito cada vez mais, que somente isto irá diferenciar um profissional do outro, pois equipamento não faz mais a diferença.

[divider]

Davina + Daniel (equilíbrio=sucesso)

Esta dupla de canadenses superou totalmente as expectativas, com sua simplicidade e carisma, conquistaram a todos. Principalmente no momento em que Davina tirou seus sapatos no palco, aí a galera enlouqueceu, rsss. Mostraram de forma clara como trabalham em dupla, sua abordagem ao tema e deram inclusive toques sobre sua pós-produção. Uma fotografia diferenciada que os projetou para o mundo. Sensacional!

[divider]

Marco Costa (empreendimento)

Persona singular, que com seu carisma encantou a todos com sua fala mansa e assertiva. Deu o atalho para se conquistar mercado e cativar os clientes. Mostrou que no Brasil se produz trabalho de luxo, visto que conquistou trabalhos no exterior pelo feedback positivo de seus clientes e por seu atendimento VIP. Rolou até um romance no palco com sua esposa e sócia Carol. A galera curtiu!

[divider]

José Guardia, pai e filho  (imagens incríveis)

Os espanhóis deram uma amostra de seu trabalho impecável em termos de pós produção e composição. Foi o contra-ponto do congresso, mostrando o outro lado da moeda. Importante para que tenhamos uma idéia de que o mercado é gigante e existem várias formas de abordarmos o mesmo tema. Com mais de 600 prêmios pelo mundo da fotografia, ilustraram o passo a passo para produzir suas imagens irretocáveis.

Dia 3

Emin Kuliyev (lifestyle wedding)

Fotógrafo Russo e tímido. Esta é a melhor definição, pois foi uma palestra mais densa. Seu ponto alto foi na prática ao vivo, pois ali pode mostrar sua criatividade e que tem talento para sustentar suas premiações em várias associações internacionais.

[divider]

Renato dPaula (quebrando padrões)

Para mim um dos pontos altos de todo o congresso, com uma palestra que tocou fundo na alma, falando sobre o poder das imagens de família e principalmente do nosso papel de contadores de história. Mostrou-nos como a narrativa é importante tanto no conteúdo, quanto no pós-produção e na escolha do que vamos colocar em um álbum de casamento. A síntese fala mais alto, sempre! Pensem nisto.

[divider]

Evandro Rocha (a luz e sua magia)

Este é o cara! Nasceu para o palco, tem o dom da oratória e tudo isto com muita tranqüilidade e sabedoria. Mostrou que precisamos ir além do nosso trabalho corriqueiro, que precisamos criar alternativas fora de nosso contexto habitual. Projetos independentes, viajar e curtir mais a vida, são essenciais para que possamos criar a cada evento coisas novas. Sair do lugar comum. Como uma planta precisa de água, nós que trabalhamos com criação precisamos recarregar nossas energias através de experiências que nos enriqueçam como pessoas. Pois nossa matéria-prima são as pessoas e suas vidas.

[divider]

Kevin Kubota (25 segredos)

Eu diria que ele passou muito mais que 25 segredos de sucesso. Nos mostrou simpatia, bom humor, agilidade e o fato de ser um show man, só agrega ao seu trabalho de fotógrafo e instrutor. That’s the guy!

Encerrou o congresso com chave de ouro, falando sobre a valorização do fotógrafo de casamento.

0202_wedding-brasil-2013_julio-trindade_

Núcleo de Tecnologia

Este é um capítulo a parte.

O núcleo é aonde palestrei e vários outros profissionais deram dicas de vários aspectos: técnica fotográfica, pós-produção, Lightroom, atendimento, newborn, flash, video criativo, etc…

Feedback super positivo, foi muito gratificante estar no meio de tanta gente boa e competente. Nomes como: Alexandre Keese, Beto Riginik, Cristiano Borges, Daud Pacha, Eduardo e Gustavo Vanassi, Edu Federice, Fabio Laub, Frankie Costa, Gui Dalzoto, Helena Leão, Isa Reichert, Irit Tommasini, Jivago Sales, José Luiz Karam, José Roberto Comodo, Leonardo e Kauê Luz, Rafael Bigarelli e Thales Trigo.

Valeu pessoal, espero que tenham curtido um pouquinho do que foi este grande evento, e aguardo todos vocês lá em 2014.

Ajude-nos, avalie este artigo:

Julio Trindade

O Fotógrafo gaúcho Julio Trindade, reside em São José e atua na região da Grande Florianópolis em Santa Catarina, Brasil.
Vem se destacando no cenário nacional na área da fotografia de casamentos, tendo ficado entre os top finalistas em vários concursos nacionais e com matérias em revistas especializadas do ramo.

Com uma linguagem própria, busca sempre a inovação e aprimoramento através de Palestras, Cursos e Workshops com os melhores fotógrafos do mundo, tais como: Vinicius Matos, Joseph Victor Stephanchick (JVS Pictures), Walter Firmo, Sebastião Salgado, Pedro Martinelli, Yervant, David Beckstead, entre outros.

5 Comentários

Clique aqui para comentar

Carrinho