A edição na fotografia de retrato 4.44/5 (50)

Quando falamos sobre edição logo esta palavra nos remete a manipulação de imagem. Não é bem assim. Quando penso sobre edição, eu imagino uma finalização do qual um artista dá um toque final a sua tela na pintura.

A finalização deste processamento é um fator importante para que o profissional possa criar através desta ferramenta uma ligação entre a obra e o criador, do qual eu chamo de identidade visual.

Na fotografia como o todo existe os precursores deste processo no qual muitos acabam por influenciar os demais, seja como inspiração ou até mesmo caímos na armadilha de que se fizermos de forma igual estaríamos um passo adiante, porém quando na verdade estamos perdidos quando buscamos tornar tudo tão igual, e acabamos por vez de criar uma confusão digital, e assim não conseguimos chegar a lugar algum.

Quando pensamos nos pós processamento de imagens, acerca da edição, precisamos compreender de que o processo se dá desde o início, desde a escolha do equipamento, do local e até mesmo da paleta de cores. Pensando desta forma, estamos dando muito mais importância da hora de fotografar, capturar a imagem de tal forma que a mesma possa te entregar um resultado imediato sem precisar perder horas e horas e acabar criando uma realidade totalmente fora do padrão.

Então, feito todo este procedimento, ao utilizarmos o programa de edição, estamos na verdade melhorando a atmosfera das fotos, aplicando uma identidade mais original a fotografia, onde qualquer pessoa que a veja saberá reconhecer de fato o estilo do autor.  A composição no geral, a pose do retratado, a paleta de cores ali trabalhada, a luz diferenciada são complementos indispensáveis para que possa ter uma finalização mais homogenia, caracterizada pela forma de como torna tudo tão especifico e peculiar.

Penso acerca da edição na fotografia como penso na colorização no cinema, na atmosfera, na aplicação da luz e na sobreposição de elementos fundamentais para tornar o cenário ainda mais onírico e ou até mesmo ligando ele a um determinado tema do qual pensa em representar.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

  • Thelmo Silveira

    Fotografia é Arte, e como toda Arte, não há limites para a criatividade. O fotógrafo tem essa liberdade de editar sua imagem para chegar ao resultado que imaginou antes de clicar a máquina. Aí prevalece o bom-senso. É preciso ter critérios para se parar antes que tudo se transforme em uma miscelânea de cores, tons e composição. Acho que é o mesmo que faz o pintor com seu quadro.

  • Lucas Filho

    O problema é que, se a imagem final não tem as cores ou os tons fiéis já se torna uma manipulação da imagem. Clarear, escurecer, contrastar, isto pode ser visto como ajustes. Mas a partir do momento que é céu estava nublado e você teve que jogar alguma cor para ficar melhor visualizada a imagem, aí já era.

    Eu gosto quando eu abro a imagem no Gimp (similar ao photoshop), e quando aplico os níveis automáticos, a imagem permanece praticamente estática nas cores e tons. Parece que acertei nos recursos da câmera : )

    Mas acredito que editar ou ajustar fazem parte da vida do fotógrafo. No dia que a câmera mostrar a imagem como o olho humano então daremos adeus à edição.

  • José Américo Mendes

    Dean Collins, um dos maiores fotógrafos americanos de publicidade dizia que a foto nasce na cabeça do fotógrafo, com o assunto, com a câmera, a objetiva, os filtros e até o horário já definidos, ou pelo menos lembrados. A foto então é um somatório de todos esses elementos, transformados em uma imagem. que, por mais que se busque leva sempre um retoque , ou um simples corte: isso é edição!

  • Muito importante e válido quando um autor enfatiza a diferença entre edição e manipulação. Eu, particularmente, apenas edito minhas fotos usando o Lightroom. Não uso Photoshop, não gosto de manipular as imagens, procuro transmitir a realidade, apenas trabalhando com cores, luzes e contraste, sem retirar ou inserir itens na cena.

    • Misha Fine Art

      Grato.

  • Charlene Mascarenhas Pains

    Misha arrasa, eu super concordo com essa fala, a verdade é que a edição em muitos casos é o grande trunfo de alguns fotógrafos para conseguir resultado, mas a fotografia é muito mais que manipulação de imagens, é olhar, sensibilidade, memórias, a edição é só uma forma de dar acabamento a arte.

    • Misha Fine Art

      Muito obrigado. fico muito feliz ao ler esse comentário. Grande abraço !!!

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar