Home » Cursos » Curso Fotografia DG » Focagem automática e manual

Focagem automática e manual 5/5 (1)

Muito do sucesso das imagens depende se são bem ou mal focadas. A sua composição e outros elementos de criatividade terão pouco impacto se as partes principais da imagem não forem bem focadas. Em muitas câmeras fotográficas a focagem é feita automaticamente, mas o modo manual é bastante útil para encontrar a melhor focagem possível.

Focagem Automática ou AF

Todas a câmeras vêm com focagem automática e têm um funcionamento parecido ao do olho humano, faz o foco do motivo principal que está a ser fotografado automaticamente.

A focagem é feita quando carrega no botão do obturador até meio.

Por vezes temos motivos em dois planos diferentes o que torna a focagem difícil, a câmera pode fazer a leitura do primeiro plano ou do segundo erradamente. Para resolver este problema existe pontos AF seleccionáveis, que o ajudam a focar o motivo correcto.

One shot AF

Para motivos parados. Se carregar no botão obturador até meio, a câmara foca apenas uma vez.

AI servo AF

Este modo destina-se para motivos em movimento, nas situações em que a distância focal muda constantemente. Enquanto carregar no botão obturador até meio, o motivo fica bloqueado continuamente.

AI Focus AF

Se o motivo em movimento começar a mover-se, o AI Focus AF muda o modo AF de One-Shot AF para AI Servo AF, autiomaticamente.

Luz auxiliar AF com o flash incorporado

Se carregar no botão obturador até meio em más condições de iluminação, o flash incorporado dispara uma pequena série de flashes iluminando o motivo para facilitar a focagem automática.

Focagem automática e manual

Focagem manual ou MF

A focagem manual é utilizada em motivos difíceis de focar, em motivos de precisão, como por exemplo os retratos onde os olhos em geral devem ser bem focados.

Motivos difíceis de focar

  • Motivos com baixo contraste.
    Exemplo: céu azul, paredes com cores fortes, etc.
  • Motivos com fracas condições de luz.
  • Motivos extremamente reflectores e em contraluz.
    Exemplo: um automóvel com uma cor reflectora.
  • Objectos próximos e distantes que se sobrepõem.
    Exemplo: animal no interior de uma jaula.
  • Padroes repetidos.
    Exemplo: um teclado de computador, janelas de um arranha-céus.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Diogo Guerreiro

Diogo Guerreiro é o fundador do Fotografia-DG e tem como objetivo a divulgação prática e profunda de técnicas, dicas e recomendações de novas tendências da área do mercado.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar