Home » Atualidade

Foto roubada ganha concurso de fotografia

via Fstoppers

Certamente nós já conversamos sobre como ter sempre suas fotos protegidas e tomar cuidado com ladrões. Na verdade, o próprio escritor do Fstoppers Noam Galai teve uma foto sua roubada, e tornou-se uma das peças mais emblemáticas da arte pop nos últimos 15 anos. Então o que acontece quando a Samsung premia por engano uma submissão fraudulenta com uma câmera Samsung NX300?

Foto roubada ganha concurso de fotografia

A imagem, feita originalmente por Hengki Koentjoro foi submetida ao concurso #LiveInTheMoment da Samsung no Instagram por um usuário que simplesmente virou a imagem horizontalmente e aplicou um filtro. Alegando ser foto sua, o usuário bogdhan foi, então, contactado publicamente pela Samsung com a vitória na categoria #MyCommute e premiado com uma câmera digital Samsung NX300 [que, por sinal, foi uma das ganhadoras dos prêmios EISA], há dois meses.

Stolen-Image-Instagram-Fstoppers

No entanto, apenas ontem [leia-se 19/08] que a verdade sobre a origem da imagem surgiu. A imagem, na verdade, não era dele, mas de Koentjoro. Hengki Koentjoro foi notificado da fraude no local, e que o ladrão havia ganho um concurso utilizando a imagem roubada. A Samsung ainda não respondeu às reivindicações [até a escrita do texto original — vide atualização no final deste artigo], mas milhares de fotógrafos e fãs vieram para a frente, criticando publicamente a Samsung por permitir violação de direitos autorais para ganhar um concurso e por sua ignorância sobre o caso. Entretanto, a Samsung retirou a foto de sua página no Facebook.

Quanto ao usuário/ladrão, ele também tem recebido sua própria enxurrada de críticas, levando-o a apagar seu perfil no Facebook, e dúzias de mensagens em “sua” foto ganhadora do concurso, deixando apenas a seguinte mensagem:

Stolen-Image-Fstoppers

“Sugiro gentilmente que parem de me importunar com esses comentários e cuidem de seus negócios. Eu li as regras antes de participar e estou muito consciente de que foram respeitadas. Então parem de ser paga-paus de algum cara a fim dele reivindicar um prêmio que ele não merece”.

Hengki Koentjoro é representado por TobinOhashio Gallery Tokyo, e eles não estão felizes. Dizem que a remoção da entrada não seria suficiente, chamando os atos de ambos, Samsung e bogdhan, de “desprezíveis”. Adicionam que “apenas apagar a imagem, enviando um e-mail gentil ao fotógrafo original e ter esperança de ‘estará tudo bem agora’ não é o suficiente.”

Entrei em contato com a Samsung para obter sua resposta à questão e ainda tenho que ouvir a resposta [vide mais abaixo]. Não deixe de conferir o trabalho incrível de Hengki Koentjoro , criador original da imagem.

[divider]

ATUALIZAÇÃO – declaração da Samsung sobre o assunto:

Samsung Camera tirou a foto que foi identificada como roubada de todos os canais de mídia social, o usuário foi desclassificado por violação de direitos autorais e violação dos termos do concurso.

Além disso, a Samsung enviou uma mensagem pessoal ao fotógrafo Hengki Koentjoro:

“Obrigado por nos alertar em relação a esta questão. Levamos a violação de direitos autorais muito a sério e é muito lamentável que presente caso ocorreu. Temos desclassificado o candidato da imagem e ele não é mais o vencedor do concurso nem  vai receber o prêmio. Além disso retiramos as mensagens de anúncio do vencedor de todos os nossos canais”.

[divider]

Aqui no Fotografia-DG já tivemos um artigo sobre uso indevido de imagens, dêem uma olhada! ;-)

agradecimentos a Armando Vernaglia Jr.
por compartilhar o link

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Também estou no blog da D&M Photo.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Páginas Úteis

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar