Home » Cursos » Fotografia de Esportes

Fotografia de Esportes para Iniciantes – Parte 1/9 1.5/5 (4)

A fotografia esportiva é um desafio e tanto para o fotógrafo. Captar o momento exato em que a ação, ou reação, ocorre requer conhecimento técnico bem desenvolvido, olhar apurado para saber o momento certo de clicar e, como não poderia ser diferente, domínio do equipamento para alterar as regulagens de forma rápida e precisa.

Nesta série de artigos que no final se vai tornar num eBook GRÁTIS, espero conseguir transmitir um pouco da experiência adquirida enquanto repórter fotográfico esportivo ao longo dos últimos dez anos.

O conteúdo apresentado durante os próximos dias não tem pretensão alguma de formar um profissional da área. Serve, apenas, como referência de estudos e auxílio ao fotógrafo iniciante na busca por um bom clique da “pelada” no fim de semana, da diversão com os amigos na quadra, ou do registro do filho que dá seus primeiros passos no esporte.

Esta série foi dividida em 9 partes e vou tratar dos seguintes temas:

  • Luz, ambientes e equipamentos  (Ambientes cobertos; Ambientes externos; Água; A objetiva certa para cada distância)
  • O momento que antecede a ação
  • Foco contínuo e foco fixo
  • Composições alternativas
  • Dicas gerais

Vamos começar…

Luz, ambiente e equipamentos

Para cada situação o fotógrafo precisa de um equipamento adequado. Na fotografia de esportes, essa regra não muda. Cada modalidade tem suas peculiaridades e, principalmente, seus ambientes. Um estádio de futebol, por exemplo, muda facilmente de iluminação com o passar das horas. Já em um ginásio coberto, apesar da luz ser mais uniforme, normalmente a iluminação não é adequada para fotografia.

Em resumo, o fotógrafo deve, primeiramente, saber onde vai estar e qual o tipo de iluminação vai ter disponível. Podemos, de uma forma geral, definir três situações distintas: ambientes cobertos, externos e água.

Espero que tenham gostado da introdução ao tema Fotografia de Esportes para Iniciantes! Na próxima 5ª Feira veremos sobre Ambientes Cobertos.

Até lá siga-me no twitter e o @fotografiadg para não perder pitada do que vamos explicar nesta série de artigos sobre fotografia de esportes. Pode ainda assinar em baixo a newsletter do Fotografia DG para receber as mátérias diretamente no seu email.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Olá, Busco informações sobre fotografia Esportiva, para ser mais exata gosto de fotografar surfistas, vocês tem algum material ou dicas para nos passar ? Abraços e obrigada!!!

    • Diogo Guerreiro

      Fabiana dê uma olhada: https://www.fotografia-dg.com/?s=surf

      • L

        Gostaria de saber se teria um curso voltado para foto esportiva.

        Tiro foto esportiva sobre RUGBY e quero melhor, ainda mais, a qualidade das minhas fotos e bem como a edição da mesma.

        Tenho uma Nikon D7100 + Lente Sigma 15o-600 e 15-300

        Agradeço pela atenção.

        Luis Claudio Amaral

      • Gostaria de saber se teria um curso voltado para foto esportiva.

        Tiro foto esportiva sobre RUGBY e quero melhor, ainda mais, a qualidade das minhas fotos e bem como a edição da mesma.

        Tenho uma Nikon D7100 + Lente Sigma 15o-600 e 15-300

        Agradeço pela atenção.

        Luis Claudio Amaral

  • Thiago Antunes

    Hilton, obrigado por visitar o Fotografia-DG.
    A escolha do foco automático ou manual é bem particular. Normalmente, o foco manual em fotografia de esportes, depois de acostumar, é mais rápido que o automático. No caso de futebol, por exemplo, o ideal é tentar prever o lance, onde vai ocorrer, de onde virão os atletas…
    Se a sua intenção é focar rosto, por exemplo, mantenha a câmera com autofoco contínuo, deixe um ângulo de enquadramento mais aberto, e mantenha o foco no rosto do jogador. Posteriormente, faça o corte na edição. Lembre-se que isto vai consumir bastante bateria.
    Para foco manual vale a dica do enquadramento aberto: quando menor a distância focal utilizada, mais fácil é acertar o foco. Pelo menos comigo isso sempre funcionou.
    Espero ter ajudado. Qualquer dúvida, só me procurar no facebook.
    Abs e boas fotos!

  • Hilton

    Não sei se este post tem a ver com este artigo específico, mas gostaria de saber sobre o FOCO. Sei que o necessário é usar o auto-focus e não usá-lo manualmente. Mas tenho muita dificuldade em usar o auto-focus na hora de dispara a máquina. Ás vezes o foco fica no rosto do jogador, outas vezes o lance é tão rápido que o foco fica na arquibancada e não no lance…enfim. Qual tipo de foco utilizar e a melhor maneira de fazê-lo? Agradeço se responder. Abs. facebook.com/hiltonvinicius

  • Alexandra

    Olá,estou iniciando novo trabalho, agora na área esportiva,gostaria de dicas de equipamento e lentes.Tenho uma Nikon 300 com lente 18-50. Tenho sofrido horrores para cobrie jogos em ginásios falta luminizidade, abro o foco 4,5 e aumento o iso para 800, mesmo assim as fotos não saem nítidas.Se aumento o iso o que a Nikon até possibilita as fotos saem granuladas. O que estou fazendo errado,vc pode me ajudar ???
    Obrigada

  • Adriane

    Olá Diogo e Thiago, eu que agradeço imensamente estas super aulas…

    Por enquanto gostaria de fotografar culinária mais a solta mesmo, nos festivais, em restaurantes, nada de muita produção por enquanto.

    Gostaria sim de um artigo como disse o Thiago, desde já agradeço a atenção de vocês.

    T+

    Adriane

  • Adriane, obrigado pelo comentário.

    Sinceramente, sei muito pouco sobre fotografia de culinária. Vou dar uma pesquisada sobre o assunto. Até eu fiquei curioso.

    Quem sabe em breve, não digo que saia um eBook, mas pelo menos um artigo aqui no Fotografia-DG.

  • Adriane

    Adorei este ebook, aliás, gostei de todos até agora. Aguardo por mais novidades, poderiam falar sobre fotografia culinária, o que acham????? ;-)

    abraços,

    • Olá Adriane, desde já obrigado pelo seu comentário… é sempre motivador! Nosso próximo eBook começa da próxima terça feira e tem como tema "JPEG vs RAW – Entendendo as diferenças" e é da autoria de @eduardoguilhon.

      Em relação ao eBook sobre culinária vai ser complicado pois não temos nenhum colaborador que fale sobre o assunto, no entanto temos em nossa loja um livro muito bom que traz em dezesseis capítulos um panorama da fotografia contemporânea de culinária, com esquemas de iluminação, fichas técnicas e descrições dos procedimentos e curiosidades sobre as fotos realizadas. Este livro tem um valor de R$ 119.00 + Frete e pode ser comprado na nossa Loja no seguinte endereço https://www.fotografia-dg.com/produto/livro-fotografia-culinaria/

  • Thiago Antunes

    Marco, obrigado pela visita.
    Para esta foto utilizei a Nikon D300 + Sigma 70-200 2.8
    Não lembro ao certo a velocidade, mas foi feita em f/2.8.
    Para conseguir o desfoque bastante acentuado do fundo, me afastei ao máximo para utilizar a lente em 200mm. Como o fundo era bem poluído pela mesa julgadora e os tijolos, foi a solução que encontrei para tentar destacar bem a atleta.
    Posteriormente, apenas fiz algumas correções de luzes, já que a luz no local não era muito boa e tirei um pouquinho de ruído.

  • marco

    poderia nos dizer como fez e oque usou na foto da ginasta.

  • Oba, lá vem mais conhecimento :mrgreen:

  • Gilberto Florentino da Costa

    Parabens pela ótima iniciativa. Apesar de eu não ser fotografo profissional, apenas um amador iniciante, estudarei atentamente o seu curso pois tenho certeza de que o aprendizado dele me será útil em outras áreas.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar