Home » Cursos » Fotografia Social » Fotografia Social para Iniciantes – Parte 3

Fotografia Social para Iniciantes – Parte 3 3.78/5 (9)

- Última Atualização a: 19/05/2011

Na primeira parte da série Fotografia Social para Iniciantes demos uma pequena introdução ao tema Fotografia Social e ensinamos como você pode ganhar clientes. Já na segunda parte aprendemos alguns requisitos para ingressar na profissão de fotógrafo social  e como se deve comportar um fotógrafo social em ação.

Hoje começa o passo a passo da fotografia de Aniversários.

Fotografia Social – Aniversários

Após algumas informações sobre os bastidores da vida de um fotógrafo social, desde a busca por clientes até como se apresentar no trabalho, chegou a hora de saber como realizar a cobertura de um aniversário.

Festas de aniversário são os eventos sociais mais simples de registrar. Há casos diferenciados, como uma festa clássica de 15 anos, cheia de roteiros e situações bem peculiares, mas por regra geral não há muito para dificultar o trabalho do fotógrafo iniciante.

Se ainda não tem idéia de como fazer, segue um guia simples como roteiro para a cobertura fotográfica.

ANTES DE SAIR PARA FOTOGRAFAR, LEMBRE-SE DE CONFERIR TODO
O EQUIPAMENTO, INCLUINDO A CARGA DE BATERIAS E PILHAS!

Decoração

É a parte mais simples. Está tudo lá, basta registrar. Aproveite para trabalhar as variações de composição. Faça fotos abertas, fechadas, tudo o que achar interessante. Capture detalhes, texturas, cores…

A criatividade pode ser explorada ao máximo, principalmente se a decoração for rica em detalhes. A mesa do bolo merece um destaque especial. Olhe atentamente para descobrir quais as possibilidades e como iluminar para conseguir o melhor resultado. Dê preferência ao flash rebatido no teto ou nas paredes. Se um difusor ou rebatedor estiver disponível, pode ser bem útil para suavizar a luz. Se não tiver outro jeito a não ser utilizar flash direto, reduza a potência do flash para evitar estouros, e corrija as luzes posteriormente, na edição.

Aproveite o momento para deixar seus cartões de visita sobre as mesas.

A festa

Antes da chegada dos convidados você terá à disposição o aniversariante e família. Aproveite para fazer os primeiros registros enquanto está tudo calmo e organizado.

O que pode ser feito:

  • Aniversariante sozinho: corpo inteiro, meio-corpo e algumas poses explorando a decoração.
  • Com a família: corpo inteiro, meio-corpo e algumas poses explorando a decoração.
  • Só a família: corpo inteiro e meio-corpo.

Se conseguir, registre cada convidado ou grupo de convidados que chega, juntamente com o aniversariante, em corpo inteiro e meio-corpo.

Há casos onde fotos extras também podem ser exploradas: namorada(o), noiva(o), amigos(as) mais próximos(as), parentes distantes que vieram especialmente para o evento…

Mas tome cuidado: não peça, por exemplo, para uma aniversariante de 13, 14 anos dar um beijinho no namorado. Dependendo da situação isso pode causar um grande mal-estar. Bom senso é fundamental.

Em uma festa infantil, não tire os olhos da criança. Cercado de amiguinhos o aniversariante costuma se soltar bastante e proporcionar fotos bem expressivas.

A hora crítica

Até agora foi tudo tranqüilo. Mas chegou o momento de registrar o auge da festa: o parabéns a você.

O primeiro passo é encontrar a posição ideal. Tente permanecer de frente para o bolo e o aniversariante, mas sem atrapalhar muito (esta é a parte difícil) a visão de quem está atrás de você. Se preferir, fique abaixado.

Nesta etapa da festa, você precisa de algumas fotos-chave:

  • Mesa inteira, com aniversariante e alguns acompanhantes.
  • Aniversariante soprando velinhas.
  • Alguns cumprimentos de quem está com ele atrás da mesa.

Se houver possibilidade, no início do parabéns a você, enquadre lateralmente mesa e convidados, mas não esqueça de dar destaque ao aniversariante como ponto principal da imagem.

Em aniversário infantil, esta é a melhor oportunidade para segurar a criança próxima ao bolo e conseguir fotos com os pais, parentes e amigos. Logo em seguida, provavelmente, a criança vai querer voltar para a brincadeira e não será fácil mantê-la no lugar.

O encerramento

Passado o momento crucial, bastam mais alguns cliques para dar o trabalho como concluído. Como não há muito mais o que fazer, experimente:

  • Fotos do aniversariante com os presentes.
  • Fotos do aniversariante nas mesas com os convidados.

Fique atento para homenagens, surpresas ou qualquer outra situação que valha alguns cliques.

Sem muito esforço de criatividade você já deve ter contabilizado um mínimo de 100 fotos, por menor que seja o evento. É o suficiente para montar um álbum.

Não se esqueça de fazer o backup do material para evitar contratempos.

No próximo artigo, começa o passo a passo para Casamentos, não perca!

Ajude-nos, avalie este artigo:

Thiago Antunes

Thiago Antunes é jornalista e fotógrafo esportivo há mais de 10 anos. Graduado em Comunicação Social - Jornalismo, atua também como freelancer em outros segmentos da fotografia como publicidade e social, e ministra cursos e workshops nos três estados do sul do Brasil.

19 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Puxa vida.. queria ter lido esse artigo a três semanas… mas valeu pelo aprendizado!

    Obrigado por compartilhar conhecimento!

  • Adorei as dicas. Uma amiga pediu para eu fotografar a festa de 1 aninho de seu filho. Como ainda estou muito insegura farei no 0800 (Rsrsrsrsrsrsr). Mas vou aproveitar muito as dicas. Brigadão.

  • Adorei o texto, muito claro e com ótimas dicas.
    Mas fiquei ainda com uma dúvida. Na maioria das festinha que eu participo (como convidada mesmo), os pais insistem em apagar as luzes na hora do parabéns. E claro, isso dificulta muito as coisas…ambiente escuro (basicamente com a luz das velas), o flash pode vir a atrapalhar a "magia" do parabéns" e as pessoas estão em movimento batendo palmas. Como fazer nesse caso? Alguma dica especial? Uso de tripé?
    Obrigada

  • Muito boa as dicas, é exatamente como trabalho nas festas que faço… outra dica que modestamente passo aos colegas é de também fazer algumas fotos mais "trabalhadas" de outras crianças convidadas. Boas fotos poderão lhe render futuras festas dos convidados. Como também faço uma foto lembrança (revelada durante a festa), entrego esta foto aos possíveis clientes, eles ficam muito surpresos e felizes com a gentileza. Tem um custo, mas há uma boa chance de lhe procurarem futuramente para trabalhos.

  • Parabéns à todos!! são dicas muito úteis para quem está no ramo,até mesmo para quem já tem uma certa experiência,obrigado!!

  • Certamente quebrou muito o galho de quem tá começando agora. Apesar de ter um mestre da fotografia social me ensinando, alguns pontos eu não explorava e agora com certeza vou passar a pensar e exercitar mais.
    Só falta agora aprender a lidar com o nervosismo e a vergonha.
    Abraços!

  • Thiago, muito obrigada por compartilhar seus conhecimentos. O Fotografia DG é um ótimo site, estou aprendendo muito por aqui. Deixo um "obrigada" a todos os colunistas. Valeu!

  • Janaina, obrigado pela visita.
    Se as pessoas gostarem do seu trabalho, provavelmente vão lhe pedir cartão. A questão é: muitos vão querer ver o álbum depois. Deixar o cartão de visita nas mesas é uma forma de facilitar a vida do possível cliente para encontrar você posteriormente.
    Se quiser investir um pouquinho mais, você pode produzir um pequeno panfleto, com mais informações sobre o seu trabalho, para deixar no lugar do cartão. Só tenha em mente que este panfleto precisa ser simples, e o mais discreto possível, para não criar um destaque muito grande em relação aos objetos da decoração da mesa e, em casos extremos, alguém solicitar a retirada.

    • Estou sempre de visita por aqui na DG!
      Então até agora só entrego cartões para quem pede!! Ou para alguma mãe que esta ali por perto vendo deu fotografar o filho dela!
      Tenho até levado uns albuns que os adultos podem ver na mesa durante a festa que dai faz mais sucesso mesmo e as pessoas pedem mais o meu cartão dai!!
      Eu tenho um panfleto no tamanho 10 x 15 cm tb, mas nas festas entrego o cartão que acho mais fácil da pessoa guardar sem amassar!
      Muito grata pela resposta! abraços

  • Maravilhosa a série.Estou lendo com muito interesse. Ainda longe de dar uns cliques com tanta segurança, mas muito esperançosa de aprender. Obrigada por compartilhar.

    • NinaFleurdeLis, obrigado pela visita.
      A segurança nos cliques vem na confiança no seu trabalho. Faça o simples, mas faça tranquila. Se não tem segurança para criar algo diferente, faça o rotineiro, mas faça de forma que você tenha a sensação de dever cumprido.

  • Muito bom a série. Parabéns!!!
    Dia 19 farei minha primeira festinha com flash dedicado. (ainda em família e de graça rsrs)
    Obrigada por compartilhar as dicas e experiencias!

    • rachelrocha, obrigado pela visita.
      Aproveite para experimentar bastante. Apesar de ser uma festa que não vai render lucro imediato, pode ser o início de um belo portfólio.

  • ola!
    Tenho uma dúvida:
    Deixa 1 cartão de visita por mesa? e depois se pedirem entrega mais?
    Gostei da dica "corpo inteiro, meio-corpo e algumas poses explorando a decoração" não fazia isto!
    grata

Carrinho