Home » Cursos » Fotografia Social » Fotografia Social para Iniciantes – Parte 4

Fotografia Social para Iniciantes – Parte 4 4.5/5 (2)

No artigo anterior dei um passo a passo sobre a fotografia de aniversário. Agora, chegou a hora de conhecer um pouco mais sobre a cobertura de casamentos.

O casamento é a menina dos olhos dos fotógrafos sociais. É o evento que requer mais atenção e dedicação para uma cobertura bem feita, e também é o mais lucrativo. Para traçar uma linha lógica e de fácil compreensão, tomaremos como base um casamento católico tradicional, com cerimônia em igreja e recepção em outro local.

O passo-a-passo a seguir é o exemplo de um roteiro bem simples, mas que não vai deixar nenhum momento importante sem registro.

ANTES DE SAIR PARA FOTOGRAFAR, LEMBRE-SE DE CONFERIR TODO
O EQUIPAMENTO, INCLUINDO A CARGA DE BATERIAS E PILHAS!

Cobertura de Casamentos

Decoração

A dica é a mesma do aniversário: explorar. A vantagem para o fotógrafo nessa hora é que a decoração de casamento normalmente é rica em elementos. Procure fazer um bom volume de imagens, variando composição, ângulos, cenas abertas e fechadas, contraluz, e não esqueça de visitar os dois ambientes, igreja e local de recepção.

Aproveite o momento para deixar seus cartões de visita sobre as mesas.

Os primeiros movimentos

Decoração devidamente fotografada é hora de começar o trabalho com pessoas. Neste ponto, o noivo já deve estar na porta da igreja, ansioso, aguardando a chegada de alguns convidados.

Faça o seguinte:

  • Fotos do noivo sozinho, corpo inteiro e meio-corpo.
  • Fotos do noivo com os pais, corpo inteiro e meio-corpo.
  • Se a arquitetura do local render boas imagens, aproveite para registrar alguns detalhes.
  • Fotos gerais da movimentação na porta da igreja, principalmente as reações do noivo.

Fique atento para qualquer comentário do cerimonial sobre alterações de última hora.

A entrada dos padrinhos e do noivo

A cerimônia vai começar oficialmente e os primeiros a entrar são os padrinhos. Normalmente a entrada é coordenada pelo cerimonial. Peça para que a entrada seja lenta, com espaço entre os casais. Isso facilita muito na hora de registrar todos.

Aqui, faça:

  • Fotos de cada casal, corpo inteiro e meio-corpo.

Se houver tempo, procure explorar ângulos em que apareçam os bancos da igreja com os padrinhos do noivo e da noiva.

Em seguida, entrarão na igreja o pai do noivo e a mãe da noiva. Faça:

  • Foto do casal, corpo inteiro e meio-corpo.

Atrás deles, entra o noivo com a mãe. Repita o processo. Aproveite também para registrar as expressões do noivo. Tente captar o nervosismo e a ansiedade.

A entrada da noiva

Com todos em seus lugares, a porta da igreja é fechada. A partir de agora, resta esperar a entrada da noiva, o primeiro grande momento do casamento. Revise o equipamento, veja se está tudo em ordem, se não precisa trocar de cartão de memória ou a pilha do flash. Vá para a rua. Faça algumas fotos da noiva ainda no carro, a saída do carro, e os últimos acertos do vestido no lado de fora da igreja. Peça alguns minutos para poder retornar e ficar em posição para registrar a entrada.

Este é um momento delicado. A porta se abre, uma florista vem na frente e monta um tapete de pétalas. A noiva entra na igreja. Lentamente, acompanhada do pai, ela caminha até o ponto de encontro com o noivo, que segue sozinho para o mesmo ponto. O pai da noiva despede-se da filha e o noivo recebe um cumprimento do pai da noiva, antes de posicionar-se ao lado dela para caminharem juntos até o altar. O pai da noiva segue na frente e rapidamente posiciona-se ao lado da mãe da noiva, enquanto o casal segue lentamente até o altar.

Registre:

  • A entrada da noiva sozinha de corpo inteiro, meio-corpo, em plano aberto com as pessoas em pé nas laterais.
  • A despedida do pai da noiva e o cumprimento ao noivo.
  • O casal lado-a-lado de corpo inteiro, meio-corpo e cena aberta com os convidados nas laterais.
  • A caminhada até o altar.
  • Vá para as costas do casal, e registre eles de frente para o padre, com variações de cenas abertas e fechadas, incluindo o padre, fundo da igreja, pais…

O padre começa a cerimônia. Enquanto ele diz algumas palavras, o casal curte os primeiros momentos juntos no altar. Busque algumas imagens como troca de carinhos e sorrisos. Aproveite também para fazer imagens abertas dentro da igreja.

As alianças

Após um breve sermão, chegam as alianças. Uma criança entra na igreja e vai em direção ao casal. Registre a entrada e a entrega das alianças.

Após algumas palavras e uma benção, o casal troca alianças. Enquanto o noivo coloca a aliança na mão da noiva, e vice-versa, eles dizem algumas palavras.

Registre:

  • O noivo colocando a aliança, corpo inteiro, meio-corpo e detalhe.
  • A noiva recebendo a aliança, corpo inteiro, meio-corpo e detalhe.

Repita o processo quando a noiva estiver colocando a aliança no noivo. Fique atento: é uma prática comum os noivos beijarem a mão um do outro após colocar a aliança.

O beijo

Passada a troca de alianças, vem o momento mais tenso para o fotógrafo: o beijo. Aqui não há muito o que dizer. Fique atendo, faça um pré-foco no casal, e tente registrar da melhor maneira possível. É um momento único, onde não há espaço para erros. Essa foto é obrigatória no álbum de qualquer casal.

O fim da cerimônia

Após o beijo, o casal parte para a assinatura dos papéis.

Registre:

  • Foto individual do ato de assinatura.
  • Foto aberta, mostrando um assinando e o outro ao lado.
  • Foto de detalhe das mãos durante a assinatura.

Depois que os noivos assinam, as testemunhas são chamadas. Registre:

  • Foto individual do ato da assinatura.
  • Foto aberta, mostrando um assinando e o outro ao lado.

Encerradas as assinaturas, é hora da saída. Não há muito o que explicar. Os noivos deixam a igreja seguidos pelos pais, e logo atrás estão padrinhos e convidados. Procure explorar esta parte, com fotos abertas e fechadas.

Enquanto os convidados vão para a recepção, você pode aproveitar os noivos para mais algumas imagens posadas dentro da igreja. Se houver acordo com os padrinhos e pais, segure todos e aproveite o momento para fazer fotos de corpo inteiro e meio-corpo.´

A recepção

O mais difícil terminou. Agora, chega a parte simples do casamento. O registro da recepção nada mais é que uma cobertura dos fatos. Tudo o que ocorrer, será registrado. A entrada, os noivos no buffet, o corte do bolo, a valsa…

Fique atendo aos convidados. Podem surgir imagens interessantes da relação deles com os noivos. Explore a decoração para fazer mais fotos posadas com os noivos e convidados. Quando achar que está tudo pronto, recolha o equipamento e deixe a festa. Lembre-se: você não é convidado. Se a sua missão está cumprida, deixa a festa para quem é da festa.

Ao fim de tudo, você deve ter feito pelo menos umas 200 imagens. O suficiente para montar um álbum.

No próximo e útimo artigo, vou dar uma série de dicas para facilitar a vida do fotógrafo social em início de carreira e ensinar como se monta um orçamento simples. Farei ainda uma conclusão da série Fotografia Social para Iniciantes.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Thiago Antunes

Thiago Antunes é jornalista e fotógrafo esportivo há mais de 10 anos. Graduado em Comunicação Social - Jornalismo, atua também como freelancer em outros segmentos da fotografia como publicidade e social, e ministra cursos e workshops nos três estados do sul do Brasil.

17 Comentários

Clique aqui para comentar

  • 200 imagens? da pra fazer mais do que isso só na cerimônia! sozinho!
    esqueceu de mencionar um dos principais detalhes, fotografar em RAW, ever!

  • Nossa, adorei o post! Muito bom…
    Geralmente os sites que olhei só tem gente ignorante e um querendo mostrar que sabe mais que o outro, mas dar dica mesmo que é bom ninguem da..

    muito obrigadooo

  • Tambem gostei muito, obrigado por compartilhar dicas valiosas.
    Uma pergunta: ë preciso pedir permissão ao padre ou entra com o cerimonial como se fissesse parte deste?

    • Se o padre disser explicitamente para os convidados não clicarem e você for um deles, não clique. Se for um dos fotógrafos autorizado no evento, faça seu trabalho sem parar a missa para pedir permissão. ;D

  • Parabéns pelo post, faço fotografia de casamentos e eventos. e realmente tem momentos críticos, como as entradas, mas com um outro fotógrafo auxiliando, não se perde nada.

  • Estou adorando estas dicas!!! Eu adoro fotografar e tenho me empenhado para entrar nessa área como profissional. Adquiri uma canon SX40 HS, consigo um bom trabalho com ela? Será preciso usar flash externo? É que no momento não tenho como investir em uma câmera profissional… Mas estou adorando o resultado da minha. Mesmo não sendo uma câmera profissional, posso fazer algum trabalho com ela? Podem me ajudar nessas interrogações??? rsrsr . Desde já fico agradecida.

    • Sua câmera é boa. Entretanto, na impressão de álbuns de casamento a qualidade vai ser medíocre nas cópias impressas, principalmente com ISO maior que 100.

  • Parabéns pela série.
    Queria que vc falasse um pouco sobre como resolver a situação da exposição em igrejas um pouco escuras. Como manter os planos bem iluminados e evitar estouros de luz. Pode ajudar nesse tema? Grato!

  • Adorei este artigo, esclareceu muita coisa.
    Estou começando agora na fotografia, comprei minha câmera não faz nem 1 mês, portanto só tenho a objetiva 18-55mm. É possível cobrir um evento e fazer um bom trabalho mesmo somente com esta objetiva? Ou eu precisaria adquirir uma objetiva melhor??
    Obrigada desde já.. e parabéns pelos artigos!

    • Olá Bruna, obrigado pela visita.
      É possível sim. A 18-55 permite imagens abertas, e até algo mais próximo, desde que você se aproxime. Você consegue facilmente fazer um casamento, por exemplo, com esta lente.
      Quanto a comprar outras objetivas, vai depender de como você se sair com esta. A compra vem da necessidade de explorar outras situações. Além disso, tem a questão luz. A lente 18-55 do kit não é muito clara. Talvez depois de algum tempo, você se acostume a fazer fotos com ela, e troque por uma lente com a mesma distância focal, ou muito próxima, mas com abertura maior.
      abs

  • Muito obrigado por partilhar seu conhecimento conosco. Estou iniciando na carreira de fotógrafo de eventos e com certeza você está me ajudando muito. Já tinha lido outros artigos mas o seu é mais claro e objetivo.
    muito sucesso pra você.

  • O difícil do casamento é que são tantos momentos importantes pra registrar, que fica muito complicado fazer tudo sozinha, afinal, tem cenas que não se pode perder nem por decreto!
    Obrigada pelas dicas! Estou adorando!!!
    abraço

    • Angel, obrigado pela visita.
      Realmente, são vários momentos críticos. Porém, todos com um intervalo bastante seguro para achar a posição certa e ajustar a câmera. Veja bem: a entrada é um momento crítico. Depois dela, há bastante tempo para criar imagens diferentes, buscar ângulos, testar luzes…
      Só depois de algum tempo, vem outro momento crítico: as alianças.
      Em resumo, apesar de serem momentos que, como você mesma disse, não se pode perder nem por decreto, há tempo hábil o suficiente para a preparação do fotógrafo.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar