Home » Atualidade » Fujifilm lança sua X-A3 e a Fujinon 23mm ƒ2 R WR

Fujifilm lança sua X-A3 e a Fujinon 23mm ƒ2 R WR

Para quem achava que a Fuji não daria mais bola neste ano para as linhas básicas, a marca lançou sua X-A3

 

Tendo o mesmo mote de sua antecessora, foi lançada a Fujifilm X-A3, focada em selfies e seus numerosos adeptos que podem cada vez mais abrir mão de celulares e utilizar suas câmeras dedicadas — mesmo que existam cada vez menos motivos para isso.

Por fora, o visual está um pouquinho diferente: a abordagem no design agora não é vintage, e sim uma espécie de antigo futurista, com um aspecto moderno, mas ainda prestando tributo às antigas câmeras analógicas. Basicamente a Fuji resolveu adotar uma linha que lembra os velhos modelos de filme, e não que os imita, assim como já praticavam a Leica e a Olympus com algumas de suas câmeras. Ah, e a versão rosa continua presente.

 

Ainda analisando as características exteriores, podemos ver que houve um crescimento no número de pontos do monitor LCD, que na X-A3 é de 1,040 milhão de pontos, mesma quantidade de câmeras mais avançadas da série X, a exemplo da X-T2. Essa foi uma das mudanças que ocorreram neste modelo mais recente e que indicam que a Fuji não apenas não esqueceu de suas linhas mais básicas como deve prosseguir com elas. Um outro indício desse plano, este mais forte, é a atualização do sensor, que prossegue sendo um sensor não X-Trans (o esperado, já que é a proposta desta linha), porém agora com 24 megapixels, assim como os das recentes X-T2 e da X-Pro2. Assim sendo, podemos já tomar como fato que a Fujifilm pretende sim continuar com a linha X-E (X-E2, X-E2s) e possivelmente também lançar uma X-M2. Somem-se a isso os novos pontos de foco, que passaram de 49 para 77, mesma quantidade da X-E2s.

Bom, vejamos o que mais a X-A3 tem… Leve melhora nos disparos contínuos (burst), que na X-A2 era de 5,6 fotos/segundo, e agora são 6 — o que não deve espantar ninguém, mas é mais uma ajudinha para aqueles momentos mais rápidos. Adição mais bacana são as novas velocidades em vídeo (quadros/segundo): é possível com a X-A3 gravar Full HD não apenas a 30 quadros, mas também a 24, 50 ou 60 quadros, o que deve ser bem interessante para quem gosta de explorar o uso de mirrorless para vídeo — ainda mais considerando o custo da X-A3 e sua compatibilidade com todas objetivas para a série Fujifilm X — podendo ainda salvar em MPEG-4, o que não ocorria na antecessora.

O grande recurso adicionado à X-A3 que deve chamar a atenção, porém, é outro. Enquanto a X-A1 era uma câmera do mesmo porte da X-M1, mas sem o sensor X-Trans (baseando nisso o menor preço); a X-A2 foi inaugurou o estilo selfie-ready da linha, com um monitor LCD que pode ser virado praticamente 180º. Continuando a evolução da família, a X-A3 oferece a possibilidade operar a câmera com auxílio de toque no monitor, tornando-a ainda mais competitiva no mercado tão tomado por celulares que capricham cada vez mais em suas câmeras frontais.

Para suportar tudo isso, temos , no entanto, a mesma duração estimada para a bateria (de 410 fotos) e a mesma conexão USB 2.0, embora o uso de USB 3.0 já tenha sido se iniciado na X-T2, mas compreensível, estamos falando de uma câmera para usos mais amadores. O que não entendo muito bem é a objetiva exibida em anúncio (vide abaixo) com a nova X-A3 ser uma 16-50, que, convenhamos, não é a mais prática para selfies, embora o monitor reclinável a 180º ajude. Não é de estranhar, então que junto com a X-A3 a Fuji tenha lançado a…

Fujinon XF 23mm ƒ2 R WR

A Fuji prossegue oficialmente hoje com a empreitada de lançar novas versões de objetivas já existentes com abertura ligeiramente menor e resistência a poeira e respingos, com o anúncio de sua nova 23mm. Essa nova versão, ƒ2 WR assim como sua ‘irmã’ 35mm, torna-se uma alternativa mais compacta e segura à celebrada 23mm ƒ1.4 R. Outros paralelos são a redução no peso e no preço (a versão 1.4 pesa 300g e está por US$ 650; já a ƒ2 WR pesa meros 180g ao preço de US$ 450).

Em suma, o carinho que a marca teve com os que prezam por menos peso lançando a superleve 35mm ƒ2 não era alarme falso: eles realmente não pretendem abandonar o leitmotiv em ser uma alternativa compacta — e especialmente leve — aos equipamentos mais utilizados por aí (leia-se DSLRs e pesadas objetivas). Fãs da Fuji só têm a agradecer.

 

Fiquem agora com o vídeo oficial de anúncio da nova Fujifilm X-A3:

fotos e infos via Dpreview (1 e 2)

[divider style=”dashed” top=”20″ bottom=”20″]

Links do artigo:

Sobre a Fujifilm X-A2
Review da Fujifilm X-M1
Sobre a Fujifilm X-T2
Sobre a Fujifilm X-Pro2

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Também estou no blog da D&M Photo.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar