Pesquisa Ilford: jovens estão clicando muito com filmes — e gostando! 5/5 (1)

Segundo a pesquisa, a fotografia com filme não só não está morta como também tem cada vez mais adeptos que não conheceram a era de ouro analógica

A pesquisa é muito interessante — especialmente para quem é fã de fotografia analógica e gosta de bater o pé que este tipo de foto está ainda bem vivo — pois mostra dados que nos apresentam uma realidade algo surpreendente: fotografia com filme não é um mercado de nicho tão inacessível e/ou frio como pode muitas vezes parecer; e nem ela é praticada 90% por pessoas idosas que viveram a era de ouro dos filmes (fossem da própria Ilford ou outra marca).

filmes Ilford

Os números exatos da amostra, segundo informa o Quesabesde (vide fontes no rodapé), não foram explicitados, mas diz a Ilford, famosa marca britânica de produtos fotográficos, terem sido milhares em mais de 70 países. Desses tantos que foram abordados na pesquisa do final de 2014, tiraram várias porcentagens/conclusões, algumas bem interessantes:

– Quase um terço dos entrevistados (30%) tem menos de 35 anos e, destes, 60% foram seduzidos nos últimos cinco anos, o que faz-me pensar que para um hype que há quem diga ser passageiro, esta “mania” pela fotografia analógica está durando já um bom tempo, especialmente se considerarmos o quanto duram as “modinhas” nos dias atuais;

 – 84% disseram ter aprendido os conceitos básicos de forma autodidata, através de livros e guias online, para utilizar câmeras de filme, que afinal, não costumam ter todo o automatismo das digitais (e, convenhamos, é estranho comprar uma analógica para utilizar em modo automático — que, sim, existe, a depender do modelo da câmera);

 – As marcas preferidas são Canon, Nikon (até aqui sem novidades), Pentax (já algo diferente, considerando que a presença desta não é das maiores entre as digitais) e a Mamiya (que no mundo digital possui produtos bastante inacessíveis, para fotografia de médio-formato);

 – Quase a metade revela em seu próprio “quarto escuro”. Quem nunca ouviu história de fotógrafo veterano contando como é/era revelar “escondido” no banheiro?

 – O charme do preto-e-branco fica bem evidente quando sabemos que nessa pesquisa da Ilford obteve-se a porcentagem de apenas 2% de pessoas que clicam apenas com filmes coloridos, enquanto que 31% nem sequer usa filmes a cores;

 – O fator “retrô”, aliás, é um dos motivos pelos quais os pesquisados consideram a fotografia analógica atraente. A marca destacou esse e mais alguns outros relatados pelos fotógrafos de película, que foram a diversão e como clicar usando filme provoca o fotógrafo a pensar no que está a produzir, antes de apertar o dedo no disparador (o que, sim, pode ser divertido, como um jogo em que você vê sua “pontuação” apenas depois de terminar o filme e revelar). Não é de admirar-se que outro motivo destacado pela Ilford dentre as respostas seja o de que é um bom presente…

E aí, vamos dar uns cliques com os bons e velhos filmes? O lendário Kodachrome já morreu, mas existem outros, e câmeras são facílimas de se encontrar, além de muito mais baratas que suas equivalentes digitais — vamos nessa!

via Fhox, Quesabesde (texto)
Digital Trends (foto)

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Também estou no blog da D&M Photo.

Siga-nos nas Redes Sociais

Não perca nenhum conteúdo nosso ;)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar