Home » Atualidade » Deu ruim para a Lexar: cartões foram descontinuados

Deu ruim para a Lexar: cartões foram descontinuados 5/5 (3)

Uma das marcas mais recomendadas de cartões de memória encerra suas atividades na área

via Petapixel e Micron

Tendo em vista o foco em seu lado mais lucrativo, foi anunciada nesta segunda-feira a saída da Lexar do mercado de memórias removíveis, que agora perde uma de suas grandes marcas. O anúncio foi feito pela Micron, proprietária da marca, em seu blog. No post Jay Hawkins, vice-presidente de produtos para consumidores, escreveu:

A decisão fez parte dos esforços em andamento da empresa em focar nas suas oportunidades de crescimento em mercados e canais de alto valor.

Segundo fonte relatou ao Petapixel, duas imensas empresas estariam por trás da decisão: a Amazon e a Google. Ambas estariam adquirindo lotes consideráveis de memória flash, o que engordou — e possivelmente sobrecarregou — o lado mais corporativo da Lexar, que decidiu por encerrar as atividades no varejo.

Há esperança de prosseguirmos utilizando cartões, leitores, drives USB e discos de armazenamento — tudo o que pode virar passado na Lexar? Bom, há uma chance da empresa, ou parte dela, ser comprada, segundo indica o próprio informe da Micron. Quanto aos que já possuem produtos, a empresa-mãe afirma que prosseguirá prestando assistência durante um período de transição, e recomendaram entrar em contato com um vendedor autorizado.

O que acham? A Lexar vai morrer?

 

Ajude-nos, avalie este artigo:

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Também estou no blog da D&M Photo.

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar