Home » Atualidade » Acessórios » Nikkor AF-S 50mm f/1.8G – Uma atualização inesperada

Nikkor AF-S 50mm f/1.8G – Uma atualização inesperada 4.5/5 (2)

- Última Atualização a: 13/06/2014

Realmente, era algo quase improvável a Nikon atualizar a “queridinha” dos fotógrafos. Com excelente luminosidade e custo bastante acessível, a nova Nikkor AF-S 50mm f/1.8G traz para as câmeras de entrada da Nikon a possibilidade do foco automático através do motor na própria objetiva.

Comercialmente, a Nikon fez bem: uma lente prime agora também disponível para o grande segmento de fotógrafos que entrou para o mundo das DSLR. Além disso, a lente vem no formato G, apta para trabalhos com os sensores FX da marca.

A seguir, vamos conhecer um pouco mais da lente e fazer um breve teste para saber mais sobre esta nova cara da 50mm.

Construção

A área exterior da objetiva é feita de material plástico de alta qualidade, e os anéis de borracha deslizam suavemente. Apesar disso, apresenta um pequeno “jogo” em uso. Este “jogo” pode ser incômodo em situações onde há necessidade de foco crítico, como com o uso do Live View.

Apesar de não levar a sigla IF, referente ao foco interno, o comprimento da lente mantêm-se o mesmo em qualquer extremo de foco, já que há um grande recuo entre a borda da objetiva e o elemento externo.

Outra grande novidade é a presença de um elemento asférico, incomum neste tipo de objetiva, mas que promete trazer ainda mais qualidade ao conjunto.

Especificações

  • Construção ótica: 7 elementos, seis grupos, 1 elemento asférico
  • Lâminas de abertura: 7
  • Dimensões: 72mm x 52×5 mm
  • Peso: 185g
  • Diâmetro de filtro: 58mm
  • Parassol: HB-47 – incluso na caixa

Distorções e Vinhetas

Nada fora dos padrões para uma lente deste tipo. As distorções barril são de cerca de 1,1%. As vinhetas também não assustam. Seguem em 1,54 em f/1.8 e caem para 0,23 em f/11.

Nitidez, aberrações cromáticas e Bokeh

Na nitidez, houve uma pequena melhora em relação ao modelo anterior, basicamente fruto da inclusão de um elemento asférico no conjunto. A maior alteração ocorreu nas bordas, onde é possível notar melhoria geral da nitidez e contrastes.

As aberrações cromáticas também mantiveram-se baixas durantes os testes, e não são problema para qualquer fotógrafo em campo.

O bokeh não é necessariamente circular. Em aberturas menores mais se aproxima de polígonos.

CROP 100%

Resultado final

AF-S NIKKOR 50mm f/1.8G  apresenta excelentes resultados. Mesmo com pequenas vinhetas, não incomoda ao fotógrafo em campo. A qualidade do bokeh não é a melhor, mas excelente para este tipo de objetiva. Bem construída, a objetiva tem foco silencioso.

Comparada ao modelo anterior, ganhou algumas gramas e milímetros, mas melhorou em todos os aspectos.

A nova lente da Nikon AF-S NIKKOR 50mm f/1.8G tem um preço de $219.95 na BH Photo e vai estar disponivel muito em brave, clique aqui.

Press Release

A Nikon anuncia uma nova objectiva NIKKOR convencional de 50 mm com uma abertura rápida de f/1.8. Com um sistema óptico recentemente desenvolvido que foi concebido para satisfazer os requisitos das câmaras D-SLR actuais, esta proporciona uma qualidade de imagem extraordinária e oferece uma forma fácil e acessível aos utilizadores de descobrir a diferença que uma abertura rápida pode fazer.

Zurab Kiknadze, Gestor de Produto de Objectivas, Acessórios e Software da Nikon Europe afirma:  “Esta 50 mm é a escolha ideal para uma segunda objectiva. Representa uma excelente oportunidade para os entusiastas curiosos de câmaras D-SLR se aventurarem para além de uma objectiva de kit e explorarem as possibilidades criativas que a abertura rápida pode oferecer, tais como fundos agradavelmente desfocados em retratos e um disparo confortável em condições de iluminação reduzida.

Rápida e nítida

A abertura máxima rápida de f/1.8 faz da nova objectiva de 50 mm da Nikon uma excelente escolha para situações de iluminação reduzida ou quando é necessária uma baixa profundidade de campo. Pode fazer sobressair motivos para criar retratos com uma desfocagem de fundo (bokeh) suave ou tirar uma fotografia com a luz disponível e conseguir mesmo assim capturar imagens nítidas surpreendentes. A abertura rápida também oferece uma imagem clara no visor, facilitando a composição das suas fotografias.

Design totalmente novo

O design óptico totalmente novo é composto por sete elementos em seis grupos, incluindo um elemento asférico para uma qualidade de imagem soberba. O motor silencioso (SWM) assegura uma focagem automática discreta mas exacta. Compatível com as câmaras D-SLR Nikon de formato FX, esta oferece uma distância focal de 75 mm (equivalente) quando utilizada com as D-SLR Nikon de formato DX.

Tão leve que anda sempre consigo

Com um peso de apenas 185 gramas e um encaixe à prova de intempéries, esta objectiva extraordinariamente leve e compacta para levar sempre consigo para qualquer lado é perfeita para retratos ou fotografia em geral. Com a sua forte combinação de distância focal clássica, velocidade e elevada qualidade óptica, facilmente merece um lugar na mala de qualquer fotógrafo.

A objectiva é fornecida com um pára-sol HB-47 e um estojo flexível CL-1013.

Ajude-nos, avalie este artigo:

Thiago Antunes

Thiago Antunes é jornalista e fotógrafo esportivo há mais de 10 anos. Graduado em Comunicação Social - Jornalismo, atua também como freelancer em outros segmentos da fotografia como publicidade e social, e ministra cursos e workshops nos três estados do sul do Brasil.

9 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Bom dia.
    Desculpe se minha pergunta parece absurda, mas tenho esta dúvida.
    Existe algum anel adaptador que funcione como autofoco em câmeras DSLR (D5300) com lentes sem motor de foco automático? Tenho uma 50mm 1.8D e nesta camera (D5300) o auto foco não rola.

    Obrigado.

  • Pergunta de inciante (bem iniciante), posso usar essa lente numa D5100? O foco automático vai funcionar? abraços

  • Boa noite.

    Quando no texto acima se diz: "Além disso, a lente vem no formato G, apta para trabalhos com os sensores FX da marca.", o facto de a objectiva ser do formato G, em nada tem que ver com o facto de estar apta para trabalho em sensor FX. O que significa é que a selecção da abertura passa a ser feita exclusivamente na máquina, porque se suprime o anel de abertura. Tanto mais que a anterior versão, com anel de abertura, funciona na FX.

  • Deixa eu ver se entendi: a Nikon só agora tem uma cinquentinha 1.8 que serve em câmera full frame, é isso? E eu pensava que isso era de praxe!
    A Canon tem a 50mm EF f/1.8 há séculos…

    • Não. Obviamente a Nikon também tem há anos uma 50mm f/1.8. A diferença dessa que foi anunciada nesse post é que ela tem build-in autofocus, ou seja, faz parte das lentes Nikon para as câmeras entry-level da marca, que não têm autofocus no corpo da câmera, mas sim na lente.