Home » Atualidade » Câmeras

Nikon D810A é a primeira fullframe para astrofotografia 4.87/5 (15)

A Nikon é a primeira fabricante a apostar em uma DSLR fullframe destinada a astrofotografia, nunca antes uma câmera destinada a este tipo de atividade utilizou um sensor tão grande. Para isto, a Nikon D810A sofreu algumas alterações em relação à sua antecessora, Nikon D810: a modificação do filtro infravermelho; uma longa exposição que pode ser selecionada em 4, 5, 8, 10, 15, 20, 30, 60, 120, 180, 240, 300, 600 ou 900 segundos (isso mesmo, 15 minutos de exposição), além do modo bulb; e a sensibilidade ISO mínima foi limitada em 200. Vamos conhecer as outras especificações:

996880118

  • Sensor CMOS de 36.3 megapixels (Full frame com 37.09MP de resolução total)
  • Não possui filtro OLPF
  • 51 pontos de autofoco (sendo 15 deles cruzados)
  • Processador EXPEED 4
  • Faz fotos nos formatos FX, DX (fator de corte 1.5x), 1.2x e na proporção 5:4
  • Fotografa em RAW de 12 e 14 bits na resolução total e em 12 bits em tamanho reduzido
  • Sensibilidade ISO 200-12800 (expansível até 51200)
  • Tempo de exposição varia entre 1/8000 e 900 segundos, incluindo modo bulb e sincronia de flash a 1/250
  • Modo contínuo de até 5 fps na resolução máxima
  • Possui flash embutido de número-guia 12
  • Faz vídeos Full HD com taxa de 60 fps em formato MOV e som estéreo (possui entrada para microfone estéreo externo)
  • Possui monitor LCD de 3.2 polegadas
  • Dois slots para cartão de memória: um CF e um SD
  • Alimentada por bateria com capacidade para cerca de 1200 fotos por carga

477179835

 

A modificação do filtro infravermelho permite a transmissão da linha espectral hidrogênio alfa (Hɑ), resultando em uma sensibilidade 4x maior do comprimento de onda de 656 nanômetros e possibilitando a captura de nebulosas com o realce da cor vermelha (há uma breve explicação em espanhol aqui e agradeço se algum leitor enviar link sobre este assunto em português). Logo abaixo há um vídeo demonstrativo do que pode ser capturado com a Nikon D810A. Lembrando que há outras câmeras com esta particularidade, como a Canon 60Da.

A Nikon D810A tem início das vendas previsto para a última semana do mês de maio ao custo de 3800 dólares. O preço em libras e euros ainda não foi divulgado. A Nikon também aproveitou a data de hoje para anunciar o lançamento de uma edição especial da D750 para cinegrafistas. O kit é composto de: 3 objetivas fixas (35mm, 50mm e 85mm, todas f/1.8G), um gravador de vídeo Atomos Ninja 2, um cabo HDMI, 2 filtros Tiffen ND (1 de 58mm e outro de 67mm), 1 microfone externo estéreo e 1 par extra de baterias. Tudo ao custo de 4 mil dólares.

IMG_465462

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Basilio

    Olá Rodrigo Jordy, estou interessado por esta máquina. Mas antes eu gostaria de saber se para realizar as fotografias é necessário comprar, além do corpo, aquelas lentes caríssimas. Comprando apenas o corpo eu tiro fotos das estrelas?

    • Só com o corpo você não fotografa nada, precisa de alguma lente. Por você parecer ser iniciante esta câmera não é recomendada a você, tem câmeras muito mais baratas com ótimo desempenho como a Nikon D5500.

  • Nuno Tavares

    Bom dia,
    esta camera funciona em fotografia de dia com a D810, ou só funciona para noturnos….

  • KARIYEL KIYOSHi

    ONDE COMPRAR A CANON G3X

    • Releia a matéria com atenção e veja que ela ainda não foi lançada.

  • A. F. Gonçalves

    O QUE SÃO AS EMISSÕES H-ALFA:
    Em Física se denominam H-Alfa (Hα)uma das emissões do espectro do Hidrogênio. A linha de Hα se localiza em um comprimento de onda (λ) de 653,3 nanômetros (10-9 metros) e é visível na parte da luz vermelha do espectro eletromagnético. A expressão Hα também se utiliza para designar os filtros ópticos estreitos centrados na frequência de emissão da linha de Hidrogênio Alfa. Estes filtros são empregados, dentre outras coisas, para a observação solar, com os quais se consegue uma boa observação da Cromosfera.
    Segundo o modelo atômico de Bohr (Niels Bohr, Físico dinamarquês, 1885-1962) os elétrons apenas podem existir em níveis ou órbitas quantizadas de energia, conclusão retirada de seu terceiro postulado. O número quântico principal n=1, 2, 3, … identifica cada um destes níveis. Quando um elétron de um átomo de hidrogênio faz uma transição de um nível n1 para um menor, n2, emite um fóton de energia (a menor “partícula” de luz) aproximadamente igual a diferença de energias entre os níveis n1 e n2. Quando n2 =2 a energia dos fótons é tal que os comprimentos de onda associados pertencem a chamada série de Balmer e são designadas da seguinte forma:
    n = 3 a n= 2, se chama H-Alfa ou Hα;
    n = 4 a n= 2, se chama H-Beta ou Hβ;
    n = 5 a n=2, se chama H-Gama ou Hγ
    Esta linha espectral é muito empregada em Astrofísica para inúmeras aplicações, tais como:
    – estudo da Cromosfera Solar e Protuberâncias Solares;
    – Estudo de Nebulosas com formação estelar; e
    – Estudo da taxa de formação estelar do Universo

  • Estou estudando fotografia e ja estou querendo começar a trabalhar em festas infantis, qual maquina vc me recomendaria de inicio uma semi ou uma profissional? qual ?Obrigada

    • Essa é uma pergunta bem complexa, depende de vários fatores e não tem como te indicar assim uma câmera certa para trabalhar. Mande e-mail para [email protected] passando o seu orçamento inicial para equipamentos e poderemos conversar melhor sobre isso.

  • Marco Pinto Amorim

    Onde comprar este equipamento ? A D810A. Qual a forma de pagamento ? Em qual cartão de crédito ? O preço está acessível e muito bom

    • Como descrito na matéria, apenas no final de maio. Aguarde até lá.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar