Fotografia de Esportes para Iniciantes – Parte 6/9

Como visto no tópico anterior, é preciso escolher bem o equipamento para ter condições de registrar a ação de forma tranqüila, sem precisar correr riscos de estar próximo ou longe demais da ação.

O momento que antecede a ação

Com o equipamento devidamente definido o fotógrafo precisa, agora, conhecer a modalidade esportiva a ser fotografada. Cada esporte tem ações e reações peculiares, movimentação, postura e expressões que requerem diferentes abordagens.

Para cada caso, o fotógrafo precisa ter um conhecimento mínimo dessas variáveis, informações valiosas para tentar prever cada movimento e estar pronto para congelar o instante certo.

O esporte mais popular do Brasil, o futebol, é um exemplo claro das inúmeras possibilidades. O fotógrafo pode registrar um drible, um cabeceio, uma entrada mais dura, uma comemoração, torcida, reação dos treinadores, fatores extra-campo, entre tantas outras possibilidades que podem surgir ao longo dos 90 minutos.

O famoso soco no ar de Pelé, por exemplo, ilustra bem no que o olhar atento do fotógrafo pode resultar.

Vale lembrar: quanto maior o conhecimento sobre o esporte, mais possibilidades surgem aos olhos do fotógrafo. Mesmo que seja uma simples brincadeira de criança, vários fatores podem ser observados para criar uma imagem diferenciada, única.

Outra questão importante é definir bem o esporte na hora do registro. Se é esporte com bola, tente fazer com que ela apareça, se for uma luta, por exemplo, identifique luvas ou quimonos, no surfe, mostre a prancha, etc.

É importante localizar o observador. Quem vê a foto muitas vezes não tem o fotógrafo por perto ou uma legenda para explicar o contexto. O fotógrafo é um contador de histórias, e só tem a imagem para isso. Tente garantir o máximo de informações possível em uma única imagem, para que ela seja auto-explicativa.

1/640s | f/7.1 | ISO 400 – Nikon D300 + Sigma 70-200 f/2.8
Prever a ação facilita na hora de acertar o momento exato de disparar.

Na continuação da série veremos “A hora crítica e o foco”.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

  • ooi primeiramente gostaria de dizer que gostei muito desse artigo, sou ex-piloto de bicicross e estou começando na fotografia, possuo uma NIKON D5100 e uma lente SIGMA 70-200mm 2.8, fui fazer umas fotos de bicicross este final de semana e usei o modo A ( prioridade á abertura), usei velocidade 4000 ISO 400 e abertura 2.8, percebi que alguns momentos ficou dificil para acompanhar a bike ou algumas fotos a bike nao ficou focada, cometi um erro ao utilizar essa abertura? ou utilizando o modo 'desportos' da camera eu posso obter melhores resultados ? obrigado aguardo respostas :)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar