Home » Atualidade » Acessórios

Olympus aposta na OM-D E-M10 5/5 (1)

A Olympus resolveu aumentar sua família OM-D com uma câmera um pouco menor e sem selamento contra água e poeira, porém bem mais barata que os dois modelos anteriores que compõem essa série de design mais requintado das suas mirrorless. E, pelo menos aparentemente, o custo-benefício desta nova Olympus OM-D E-M10 parece ser bem mais interessante já que as especificações não deixam tanto a desejar.

Olympus OM-D E-M10

A Olympus OM-D E-M10 é equipada com sensor CMOS 4/3 de 16.1 megapixels (17.2 megapixels de resolução total); possui estabilização pelo sensor; 81 pontos de autofoco; faz fotos nas proporções 4:3, 16:9, 3:2 e 1:1; fotografa em RAW e 3D (MPO); o tempo de exposição varia entre 1/4000 e 60 segundos com sincronia de flash a 1/250; sensibilidade ISO 100-25600; modo contínuo de até 8fps; o alcance do flash é de até 5.8 metros em ISO 100; faz vídeos Full HD com taxa de 30fps nos formatos AVI e MOV com som estéreo; seu monitor inclinável mede 3 polegadas e possui altíssima resolução, e também possui viewfinder eletrônico; e é alimentada por bateria com capacidade para cerca de 320 fotos por carga.

14-42EZ

Além de tudo isso, a Olympus OM-D E-M10 possui wi-fi embutido e modo dedicado a time-lapse. A Olympus também anunciou o lançamento de 3 novas lentes:  a fixa 25mm f/1.8, a 14-42mm f/3.5-5.6 EZ (bem compacta, quase uma pancake) que irá integrar o kit desta câmera, e a Fisheye 9mm f/8.0 que é efetivamente uma pancake e ainda funciona como tampa do corpo da câmera já que seu elemento óptico frontal é minúsculo, tal qual a Body Lens Cap 15mm f/8.0.

O preço sugerido da Olympus OM-D E-M10 é de 700 dólares/530 libras/600 euros, o corpo; e 800 dólares/700 libras/800 euros, o kit contendo a 14-42mm citada no parágrafo anterior. Estará disponível a partir de março nas cores preta e prata.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

 

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Gilberto Pereira Jr

    Esta câmera entrou para o topo da minha lista. Quero vender minha DSLR e comprar uma DSLM urgente. Não aguento mais tanto volume e peso.

    A estratégia da Olympus foi muito interessante para mim, por ter conseguido reduzir muito o custo da OM10 em relação a OM1, mas mantendo os mesmos sensor e processador. Para mim está perfeita a nova configuração.
    Então vamos ver o que foi "sacrificado" na Olympus OM-D E-M10:

    1- O novo sistema de estabilização de imagens possui 3 eixos contra 5;

    2- A velocidade máxima do obturador agora é de 1/4000 segundos contra 1/8000 segundos;

    3- O corpo da Olympus OM-D E-M10 não é selado como no modelo anterior;

    4- A Olympus OM-D E-M10 tira 8 fps contra 10 fps.

    Como ela manteve o mesmo sensor e processador da OM1, que foi um sucesso enorme em 2013, suponho que a OM10 deve estar a altura. Vamos acompanhar.

    • Alexandre Maia

      Eu ainda aposto mais numa de sensor X Trans, mas realmente uma câmera com 81 pontos de AF e um kit por US$ 800 é bem atraente, além das outras características (incluindo wifi, como nas Fuji X-T1, na X-M1 e na X-E2).

      Se fores comprar mesmo, acho que vale um review, hein!

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar