Home » Atualidade » Câmeras

Pentax K3 II eleva as DSLR intermediárias a outro nível 5/5 (1)

A nova tecnologia chamada Pixel Shift Resolution promete trazer algo novo com a chegada da Pentax K3 II apenas um ano e meio após o lançamento da sua antecessora que fez relativo sucesso

003_k3_2-05

É incrível como a Pentax consegue encontrar alternativas que tentam buscar melhores resultados e mostrar algo que realmente seja novidade no mercado fotográfico. Assim como também é incrível a sua total falta de marketing a ponto de deixar órfão um mercado tão importante quanto o brasileiro. Enquanto os fanboys se degladiam ferozmente para defender gratuitamente duas marcas que sempre deixam algo a desejar mesmo em seus melhores lançamentos, temos uma Pentax que sequer sabe que existimos (ou sabe mas não se interessa) e nos priva de termos o que considero as melhores DSLR do mercado, tecnicamente falando. E a Pentax K3 II chega apenas um ano e meio após sua antecessora, para mostrar mais novidades no mundo das DSLR que cada vez mais vai perdendo espaço para as mirrorless. Asiáticos, europeus e norte-americanos que aproveitem o que a Ricoh colocou nesta exuberante câmera.

005_k3_2_18135

Especificações da Pentax K3 II:

  • Sensor CMOS de 24.35 megapixels (APS-C com 24.71MP de resolução total)
  • Não possui filtro OLPF (ou AA, como alguns sites preferem)
  • Possui 92 pontos de selamento contra água, neve e poeira
  • 27 pontos de autofoco por fase (sendo 25 deles cruzados)
  • Possui estabilização de até 4.5 pontos
  • Processador Prime III
  • Fotografa em RAW de 14 bits
  • Sensibilidade ISO 100-51200
  • Tempo de exposição varia entre 1/8000 e 30 segundos, incluindo modo bulb e sincronia de flash a 1/250
  • Modo contínuo de até 8.3 fps em resolução máxima limitado a 100 arquivos JPEG ou 23 arquivos RAW
  • Não possui flash embutido, como já acontece em algumas DSLR full frame
  • Faz vídeos Full HD com taxa de 30 fps (60 fps intercalados) em formato MOV e som mono (possui entrada para microfone externo)
  • Possui monitor LCD de 3.2 polegadas
  • Dois slots para cartão de memória SD
  • Possui GPS embutido com bússola eletrônica
  • Alimentada por bateria com capacidade para cerca de 720 fotos por carga

006_k3_2_copie

Um parágrafo se faz necessário para a tecnologia Pixel Shift Resolution, que consiste em caputar 4 imagens da mesma cena com o sensor deslocando-se por apenas um pixel para cada imagem tranformando tudo em uma única fotografia. Este procedimento promete cores mais vivas e reais e processa as informações RGB individualmente para cada pixel, além de garantir um nível de ruído sensivelmente menor.

007_k3_2_copie

A Pentax K3 II também possui módulo GPS embutido com bússola eletrônica e ainda traz o novo Astrotracer, um dispositivo que permite ao usuário localizar corpos celestes como estrelas, planetas e nebulosas. Algo interessante para quem pratica astrofotografia, mas olhando para as fotos da câmera parece que o GPS foi colocado no lugar do flash embutido, que provavelmente seria mais útil. Mas é uma aposta, é algo diferente que outras marcas simplesmente nem tentam. E não nos esqueçamos que um rumor prevê a primeira full frame da Pentax para o final de 2015.

004_k3_2-05

A disponibilidade da Pentax K3 II nas lojas está prevista para o dia 22 de maio e os preços sugeridos são: 770 libras/1100 dólares, o corpo; 850 libras, kit com objetiva 18-55mm à prova d’água; 1000 libras, kit com a mesma objetiva e também uma 50-200mm; 1070 libras, kit com objetiva 18-135mm à prova d’água; e 1150 libras, kit com objetiva 16-85mm à prova d’água.

 

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Esse recurso Pixel Shift Resolution me lembra o sistema de deslocamento de sensor de algumas Hassel pra conseguir resoluções gigantes (200MP, se não estou enganado). Gostaria de ver como é usar o recurso da Pentax em fotos ao ar livre, sem o auxílio de um tripé. De resto, que show de câmera! Além de tudo, é bonita a danada!

  • Raphael Sombrio

    Realmente parece ser uma baita camera, condizente com o prestígio que a marca tem, o problema de sempre aqui no Brasil é a dificuldade de encontrar acessórios para ela.
    Só gostaria de ver imagens comparativas entre as dela com Nikon e Canon, tlvz D7100 e 70D, pra avaliar o diferencial desse sistema pixel shift resolution.

    • Triste isso, né? A gente saber que existe uma câmera de alto nível que nunca vai chegar aqui. Também estou curioso para ver na prática, sem samples de fabricante, como vai se comportar esse novo sistema.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar