fbpx

Resultados da lente Yongnuo surpreendem 4.56/5 (18)

Recentemente publiquei aqui uma matéria sobre a Yongnuo clonando lentes Canon e a empresa foi motivo de chacota nas redes sociais. Será que era para tanto? Um teste caseiro, nada científico, mostra que os comentaristas de facebook estavam bastante errados, foi aquela coisa de julgar o livro pela capa, bastante comum nas redes sociais. Vamos a alguns fatos antes de começar julgar a lente, neste caso, a Yongnuo 50mm f/1.8:

  • A 50mm f/1.8 original da Canon é de construção muito pobre, doa a quem doer, me perdoem os fanboys da Canon. A lente parece de brinquedo, de tão leve que é, e a sensação que eu tenho toda vez que pego nela (minha esposa possui uma aqui) é de que trata-se de um produto muito frágil, dá a impressão de que uma queda mais acentuada a fará se espatifar toda.
  • A qualidade de imagem dela é, em geral, boa. O custo-benefício é bom, levando-se em conta o preço médio de 120 dólares. Mas não é nada tão espetacular quanto os fotógrafos iniciantes acham ao usar a sua primeira lente fixa na vida. Ela é a pior de todas as fixas, não à toa é tão barata. Então, comentários do tipo “ela é perfeita” estão bem longe de serem verdade. Aumentem um pouquinho o nível de exigência de vocês, ok?
  • A Yongnuo destaca-se pelo fato de ter criado flashes de sapata muito bons. A construção deixa a desejar? Um pouco sim, também parecem um pouco frágeis. Mas se a poderosa gigante japonesa Canon pode, porque a pequena Yongnuo de Hong Kong não pode? Dois pesos e duas medidas, correto? Um ponto contra os flashes Yongnuo é a manutenção, difícil encontrar peças para reparo, mas o desempenho é inegavelmente bom. Só não vale dizer que é ruim sem nunca ter usado, hein?
  • A Yongnuo não decidiu clonar a lente de uma hora para a outra. São meses (ou, quem sabe, anos?) de estudo até chegar ao produto final. Se ela consegue fazer flashes de qualidade, por que não conseguiria também fazer lentes de qualidade? Lembrando que ela já anunciou que pretende fazer o mesmo com lentes Nikon e que isso deve acontecer apenas no final do ano de 2015. Ou seja, ela certamente já está trabalhando duro para que isso aconteça e planejando corretamente para que não seja um fiasco.

Agora vamos aos resultados deste teste comparativo entre a original e seu clone visando bokeh, nitidez, aberração cromáticaflare:

canon_bokeh
Bokeh Canon nas aberturas 1.8, 2.8 e 5.6, um pouco mais poligonal
yn_bokeh
Bokeh Yongnuo nas aberturas 1.8, 2.8 e 5.6, um pouco mais circular
canon_center
Nitidez ao centro na Canon
Nitidez ao centro na Yongnuo
Nitidez ao centro na Yongnuo
Aberração cromática na Canon
Aberração cromática na Canon
Aberração cromática na Yongnuo
Aberração cromática na Yongnuo
Flare em abertura f/5.6 na Canon à esquerda e na Yongnuo à direita
Flare em abertura f/5.6 na Canon à esquerda e na Yongnuo à direita

Todas as fotos foram feitas de forma bem amadora pelo fotógrafo Jay Leavitt aque escreve o blog Shooting on a Budget e lá é possível encontrar os testes mais detalhadamente. Os mais céticos poderão dizer que os testes foram manipulados, inventarem mil desculpas, mas acho que custa muito pouco dar uma oportunidade a quem pretende entregar produtos de qualidade a baixo custo. Tirem suas próprias conclusões. Aliás, após a publicação destes testes, a Yongnuo 50mm f/1.8 que poderia ser encontrada até por míseros 40 dólares agora não é encontrada por menos de 80 dólares no eBay ou cerca de 55 dólares no AliExpress.

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Rodrigo Jordy

Fotógrafo amador que estuda muito sobre fotografia, principalmente equipamentos, e gosta de compartilhar o conhecimento que adquire.

Chat

Este site usa Cookies & Política de Privacidade para lhe proporcionar a melhor experiência. Clique em "Aceitar" para consentir a sua utilização.