Home » Resenhas » Livros » Review – BOOK Direção de Modelos para Fotógrafos

Review – BOOK Direção de Modelos para Fotógrafos 5/5 (1)

Antes de mais, quero agradecer à Editora Photos por traduzir, para português do  Brasil, este livro – BOOK Direção de Modelos para Fotógrafos. Engana-se quem estiver a interpretar o título do livro à letra, pois este material, serve, e faço aqui uma alta recomendação, para todos que não querem se limitar a aprender fotografar.

Billy Pegram reuniu, num livro, vários aspectos essenciais para uma excelente imagem de book ou comercial. Ao contrário do que se possa pensar, estes aspectos são bastante simples de implementar, apesar de termos que compreender o porquê de cada um deles, mas aí, na minha opinião, está realmente a arte da fotografia.

Mais do que saber fotografar, saber a técnica da máquina e dos equipamentos, o autor refere, e bem, que em cada foto tem que existir uma história, um envolvimento entre o sujeito (o modelo) e o objectivo da imagem, BOOK para portfolio pessoal ou imagem comercial.

Este livro o ajudará a eliminar suposições sobre poses de modelos, oferecendo o conhecimento do qual você precisa para evitar armadilhas comuns. Também ilustrará uma infinidade de variações de poses e mostrará como dirigir modelos para conseguir seus objectivos estéticos. Mais importante, auxiliará você a desenvolver uma base na qual sua própria criatividade possa florescer.”

O Livro começa por explicar e bem, dois pormenores bastante importantes na fotografia com modelos:

  • o primeiro é a importância de posar bem, cabendo ao fotógrafo, a responsabilidade de ajudar o modelo (mesmo os modelos profissionais ) nas melhores poses, para criar a imagem, acentuando o melhor do modelo e minimizando o pior;
  • o segundo aspecto referido, e muito importante, é a capacidade do fotógrafo em gerir um grupo de pessoas (modelos, maquiadores, assistentes, etc.), para que o modelo se sinta bem em torno de toda uma equipe e, ao mesmo tempo, toda a equipe trabalhar em prol do modelo que será a chave do sucesso da imagem;

Fotografia de moda não é somente registar uma imagem,
mas, sim, fazer um trabalho criativo

O Livro está dividido em 5 tópicos gerais, contendo sub-tópicos bastante pormenorizados, a nível ilustrativo e de muito fácil compreensão.

1º Tópico

Billy Pegram, no primeiro tópico fala-nos de como é importante termos inspirações de outros autores/outras imagens. Não é plágio aprendermos com ideias de outras pessoas, apreciar o trabalho de outros fotógrafos. É, até, bastante útil para nós e um reconhecimento para eles.

O leitor, não pode esquecer que esta inspiração deverá servir para seguir o seu caminho, construir as suas próprias ideias e, para isto, deverá ter em conta alguns pormenores, como por exemplo:

  • O que queremos mostrar ou vender?
  • Como é que a pose está relacionada com o fundo, roupa ou produto?
  • Que pose é apropriada para o que se pretende mostrar/vender?

Por fim, neste tópico, o autor explica as técnicas que o fotógrafo deverá perceber e utilizar para conseguir o objetivo da imagem, seja em BOOK ou comercial.


Uma forma de comunicar a sua intenção
é mostrar esboços ou exemplos de fotos

2º Tópico

Caminhando para o segundo tópico, o leitor encontrará já pormenores mais interessantes e, certamente, que quando chegar aqui pensará “Ah! Era isto que eu queria saber!”). Deste modo, aprenderá ou, caso já tenha uma noção, perceberá melhor algumas das regras  (quase que) obrigatórias a ter como base para definir as poses que pretende para o objectivo final da imagem. De certeza que já sabe isto, mas nunca é demais recordar e, o autor refere, e bem, que “O corpo parece mais largo quando está diretamente de frente para a câmera“.

O leitor irá também aprender que CSI não é só uma sigla da famosa série Americana, mas é, na realidade, também a sigla de 3 posturas básicas, importantíssimas na construção da pose perfeita para a imagem perfeita.

O leitor irá, também, entender que pés e tornozelos, quadris  e nádegas, mãos e pulsos e, finalmente, braços e ombros não são, nem nunca deverão ser, elementos do corpo a esquecer. Todos estes elementos do corpo do modelo, a forma como estão dispostos, influenciarão profundamente o resultado final da pose e, obviamente, irão mostrar a diferença entre uma má, boa ou muito boa imagem. Um modelo muito bonito facilmente será esquecido se estes pormenores não estiverem corretamente pensados.


Mantenha as mãos da modelo longe de qualquer
área problemática do corpo

Quando estiver vendendo um produto, as mãos devem trabalhar para ilustrar a mensagem da fotografia

3º Tópico

Este terceiro tópico, na minha opinião enquanto fotógrafo e conhecedor da importância de uma excelente pose, é um dos mais importantes, senão o mais importante, a ter em atenção.

O perfil é um tipo clássico de retrato que exibe elegância e uma beleza constante

Todos nós sabemos como uma cara bonita atrai o olhar do observador, como aqueles olhos, aqueles lábios ou aquela expressão nos transmitem sentimentos.

Na fotografia, é precisamente a mesma coisa, aliás, é o factor mais importante, quanto a mim, a ter em conta. Mas não se pense que a fotografia é só para pessoas bonitas pois está nas mãos do fotógrafo o saber dar realce à cara de cada modelo.

E é, precisamente, o que este tópico fala e ajuda a perceber, a forma como a modelo coloca a cabeça, o plano que dá do rosto para a câmara, a melhor forma de fazer o olhar (tentando sempre um olhar natural) e a forma como a expressão labial é dirigida pelo fotógrafo e trabalhada pela modelo.

4º Tópico

Bom, este penúltimo tópico é dirigido ao objetivo da imagem que criamos.

Como já se falou atrás, a fotografia com modelos segue o caminho do BOOK fotográfico ou a fotografia comercial.

Se atrás falei que cabia ao fotógrafo estudar o modelo, perceber o melhor e o pior da sua imagem para, no final, obter uma imagem com o melhor do modelo, neste tópico o objetivo é diferente.

Na fotografia comercial, há que ter em conta vários aspectos para escolher a modelo, porque o que se quer vender não é a beleza da modelo, mas o produto que ela representa. No livro, o autor mostra alguns desses aspectos que é necessário ter em conta e explica o porquê.

Enquanto fotógrafo, tenho a noção que esta é talvez a parte mais “chata” na fotografia. Ter que escolher determinado perfil, entre vários apresentados.

Na fotografia comercial, o modelo é usado para atrair a atenção do produto, usando, no entanto, técnicas detalhadamente explicadas no livro, tal como referi na análise dos tópicos anteriores.

Entre estes tipos de fotografia, encontramos o Editorial, Fashion, Glamour, Atlético/Desporto, Catálogo e Roupas de Banho. Todos estes géneros associados a fotografia comercial e,  em alguns casos, utilizados para temas na fotografia de BOOK.

Por falar em fotografia de BOOK, aqui o “produto” da imagem é o modelo pois todas as atenções deverão estar concentradas nele. Daí que, pormenores como braços, mãos, pernas e outros, deverão dirigir o olhar do observador da imagem para a face e olhos do modelo.


Agências estão expandindo o uso
de ‘pessoas reais’ em seus anúncios

5º Tópico

No último dos tópicos, o leitor poderá observar o resultado dos conhecimentos adquiridos anteriormente, em imagens práticas, utilizando todas as dicas aprendidas acima. Várias imagens com análise das poses por parte do autor e claro, várias ideias que o leitor poderá utilizar para começar a produzir as suas imagens ainda melhores.

Em forma de extra, o autor, Billy Pegram, dá ao leitor dicas e conselhos que “poderão ser úteis no processo de aprendizagem do ofício de fotografar modelos“.

Como produzir um BOOK simulado, dicas sobre a qualidade das fotos, a forma como abordar a modelo para estarem em sintonia na criação da imagem final, explicar porque é que a melhor forma de iniciar este tipo de fotografia é começar pelo retrato e, como já referi no início, a importância da criação de um bom clima fotográfico (conforto do modelo, seleção do melhor fundo, roupas e iluminação).

Para complementar, Billy Pegram, explica como construir um BOOK fotográfico, falando no número de fotografias e como as dispor.

Obter uma bela fotografia não é uma questão de sorte. A foto perfeita requer paciência, habilidade, conhecimento e comprometimento…

É, sem dúvida, um excelente manual para fotografia com modelos, onde, eu próprio, fiquei completamente elucidado sobre pormenores importantíssimos para criar um melhor ambiente e melhores fotografias.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Nuno Vilhena

A paixão pela fotografia nasceu quando eu queria ser astronauta e cientista. Mas já que não posso ir à lua nem segui ciência, fotografo a lua e estudo a ciência da fotografia. Fotografo freelancer e fotojornalista no Jornal da Mealhada (www.jornaldamealhada.com). Gosto particularmente de fotografias que envolvam produções editoriais.

3 Comentários

Clique aqui para comentar

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar