Home » Atualidade » Câmeras

Tendências da fotografia para 2016

As tendências da fotografia para 2016 são como o mundo atual: diversas. Diversas no sentido da diversidade de possibilidades, da mescla de atores sociais, da busca pela ruptura com antigas estruturas.

As características do que surge na geração das redes são plurais, por isso não é possível prospectar que haja uma continuidade de ações e preservações de valores. É o mundo que muda a cada novo acontecimento, que a partir de agora está totalmente conectado com o todo através das redes. Este intercâmbio de informações, massivas e muito dinâmicas, traz consigo a necessidade de adaptações ao “novo mundo”, a forma de identificar este mundo também mudou, e as imagens trazem à tona essa panacéia de ideias, formas, valores, conteúdos.

Camera digital - foto de divulgação

O avanço tecnológico cumpre um papel central nas percepções de mundo na era das redes. O enfoque principal é o inacabado, a mescla de subjetividades, a ressignificação da imagem, a mudança de perspectiva. A criação do novo a partir do próprio sujeito. Assim, surgem imagens que desafiam e questionam os padrões colocados. Mas também há um apelo para além da superficialidade, uma busca de conexão mais humana dentro do mundo digital, fazendo dele uma extensão do próprio ser. O desafio de captar todas estas sensibilidades é muito grande, há uma conexão importante entre esta sensibilidade visual e sua compreensão.

As imagens captadas pela tecnologia 4K é um exemplo de um mundo digital capaz de humanizar-se a um nível extremo. Imagens que transmitem realidades uma forma visceral, que fazem uma tradução da realidade para além da imagem em si, que provocam indagações e estimulam percepções. Junto com este avanço também a conexão instantânea com as redes, fazendo com que a imagem, compartilhada em tempo real, possa digitalizar a própria experiência humana. O espaço e o tempo passam a ser compartilhados e reproduzidos com outros sujeitos, as câmeras digitais – mas não somente elas – renovam a ideia das imagens como algo cristalizado, transformam imagens em experiências empíricas. Esse fenômeno é ainda mais difundido com as câmeras acopladas, presentes em smartphones e tablets.

Com toda essa mudança no mundo atual, a expectativa é a de uma conexão cada vez mais importante entre as pessoas e as redes, onde estas pessoas não são apenas consumidores de um determinado produto, mas usuárias da tecnologia em prol de um mundo que consegue enxergar-se melhor, ter acesso à outros mundos e assim também poder modificá-lo e evoluir dentro dele.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Diogo Guerreiro

Diogo Guerreiro é o fundador do Fotografia-DG e tem como objetivo a divulgação prática e profunda de técnicas, dicas e recomendações de novas tendências da área do mercado.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Páginas Úteis

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar