Home » Artigos » Tutoriais

Como transformar a sua sala num estúdio profissional 4.67/5 (6)

Brincando de iluminar: como transformar a sala da sua casa em um estúdio profissional.

Iluminação fotográfica é sempre um “monstrinho” que assombra tanto iniciantes como profissionais. Realmente, o assunto merece – pelo menos em parte – a fama que possui.  Uma iluminação mal feita estraga qualquer cenário, modelo e trabalho. E, acreditem, há casos em que nem o “santo photoshop” dá jeito e lá se vai todo um dia de trabalho perdido. A primeira coisa que vem à mente quando se pensa em estúdio é: equipamentos caros, apetrechos aos montes e muito tempo gasto em fotometria. Atualmente a grande “menina dos olhos” dos fotógrafos é o strobist (uso de flashes TTL fora da câmera e com ou sem acessórios de estúdio). Já existe inclusive uma série de acessórios específicos para esse tipo de trabalho, como snoots, colméias e sombrinhas, que através de uma peça chamada flash mount podem ser acoplados ao seu TTL e daí em diante é experimentar. Particularmente acho strobist uma alternativa plenamente inteligente, de baixo custo e cujo resultado não deixa nada à desejar. Aderi à moda, mas mesmo assim admito que brincar com luzes variadas ainda é meu atrativo principal. O Still improvisado faz parte da minha artilharia principal quando quero “brincar com a luz”.

Neste artigo em particular, resolvi mostrar o poder que um pouco de imaginação possui, quando aliada a acessórios que todos têm em casa. Alguns metros de TNT, luminárias comuns e  lâmpadas de tungstênio foram os meus aliados na empreitada.

Sinto dizer que aos preguiçosos de plantão que buscam desculpas para não estudar, este tutorial é uma amostra de como um pouco de criatividade e alguns daqueles apetrechos largados no quartinho dos fundos podem servir para acabar com as desculpas esfarrapadas e levar você à um passeio intrigante pelo mundo mágico da fotografia. Agora sem mais enrolação, mãos à obra!

Material

  • 3 metros de TNT preto (R$ 6,00)
  • 3 metros de TNT vermelho (R$ 6,00)
  • 1 folha de 1m de isopor, coberto por papel laminado dourado
  • 2 luminárias comuns (R$ 18,00 cada)
  • 2 lâmpadas de tungstênio do tipo “branca”, uma de 100w e outra de 60w ( R$ 2,40 cada)
  • Uma extensão e fita adesiva

Construindo o fundo

Encontre uma área com um bom espaço em casa, de preferência um quarto onde você poderá isolar as interferências de luz de outras fontes. É importante que as fontes externas sejam de fato isoladas pois podem atrapalhar tanto em sua fotometria quanto na iluminação do assunto. Neste exemplo utilizei uma sala de 4m x 6m com janelas e portas fechadas.

Após encontrar sua área de trabalho, é hora de montar o fundo. Nesse caso prendi o TNT com fita adesiva na parede a 2,5m,  que era uma altura perfeita para me dar quase um metro de sobra acima da modelo. Por ser leve, o TNT fica preso facilmente com a fita adesiva. Prenda em cima e também no chão, deixando uma pequena curvatura para criar o efeito de fundo infinito.

O assento

Esse é um passo opcional. Resolvi utilizar uma cadeira de escritório comum e sobre ela o TNT vermelho, apenas para dar um charme. Se você tiver uma cadeira interessante ou preferir não utilizar assento, fique à vontade.

Para ficar bem natural, apenas joguei o TNT de forma displicente sobre a cadeira, tendo apenas o cuidado de esconder todas as partes, deixando apenas o tecido à mostra.

Esquemas

Montei três esquemas de luz para dar uma base do resultado obtido, mas a idéia é que você mesmo experimente posições e composições partindo do que mostro à seguir:

Esquema 1

No primeiro esquema de luz utilizaremos apenas uma luminária. Utilizei um banquinho para dar a altura perfeita (1m de altura) e a “cabeça” da luminária com uma inclinação de aproximadamente 45º, apenas do lado esquerdo da modelo. Note que pela altura da luz a perna ficou ligeiramente mais iluminada, criando uma luz mais dramática no rosto e deixando o lado direito praticamente absorvido pela sombra.

O esquema usado foi o seguinte:

Apesar de estar usando lâmpadas de tungstênio, gosto de experimentar balanços de branco variados até chegar no resultado mais próximo do que desejo. Quando importadas, um pequeno ajuste de temperatura pode ser necessário.

Após a correção de níveis e cores no photoshop, o resultado foi esse:

Abertura f 5.6, velocidade 1/50, ISO 640, distância focal de 48mm

Uma dica adicional se faz necessária nesse ponto. Como devem ter percebido, a largura do TNT pode não ser suficiente para cobrir toda a área do seu enquadramento. E agora? Entra em ação nossa ferramenta mágica chamada content aware, disponível no Photoshop CS5 (menu Edit ->Fill -> content aware), que após selecionadas, preenche as áreas não cobertas. Para usuários de versões mais antigas, a ferramenta Clone (carimbo) serve. Nessa captura utilizei o content aware nas laterais, onde parte da parede estava visível.

Esquema 2

No segundo esquema utilizamos duas luzes, uma na mesma posição anterior e uma segunda voltada para a modelo, mas posicionada à frente e à direita. Atentem para o fato de que tenho o rosto da modelo perfeitamente iluminado (pela luminária mais alta, à esquerda da modelo) assim como também o lado direito da modelo com uma ligeira diferença de tons na parte inferior da perna, já que esta segunda luminária está posicionada no chão.

Assim como na anterior, corrigimos a temperatura, cor e níveis e o resultado final foi o que se segue:

Abertura f 4.5, velocidade 1/50, ISO 640, distância focal de 22mm

Assim como na anterior uma pequena correção com o content aware foi necessária.

Esquema 3

No Terceiro esquema utilizamos duas luzes, uma na mesma posição anterior ( a da esquerda da modelo) e uma segunda voltada para o rebatedor. Utilizei um rebatedor circular dourado, que substituído pelo isopor produz praticamente o mesmo efeito. O rebatedor produz uma luz mais difusa e suave, principalmente por ambas as lâmpadas serem da mesma intensidade (100w), e utilizando a luz auxiliar de forma rebatida conseguimos uma luz mais suave em toda a composição.

Veja o esquema:

O resultado foi esse:

Abertura f 5.0, velocidade 1/60, ISO 640, distância focal de 26mm

O rebatedor dourado produz uma luz mais quente, que nesse caso em particular achei interessante pela cor da pele e cabelos da modelo, mas isso não quer dizer que você deva usá-lo. Experimente o que mais se adequar à sua necessidade.

Dicas adicionais

Não preciso dizer que sua câmera deve estar com o White balance regulado para tungstenio, e é possível que as capturas fiquem um pouco quentes, o que pode ser facilmente resolvido no Camera Raw, Lightroom ou programa de sua preferência. Às vezes experimento regular o balanço para outros tipos de luz, diferentes do que estou utilizando e consigo resultados particularmente interessantes. Experimente.

Bem, esses três esquemas de luz são apenas um exemplo de como com um pouco de criatividade você pode transformar a sala da sua casa em um estúdio. É muito mais cômodo ter a praticidade de equipamentos profissionais, mas boa parte da “graça” da fotografia é experimentar, descobrir que resultados você pode obter com cada item usado, cada posição da luz. Isso faz parte do caminho de aprendizagem. Encontre outras coisas como papel celofane, lâmpadas de outros tipos, outras intensidades e faça suas próprias descobertas.

Espero que esse pequeno tutorial possa servir para abrir seus olhos para as infinitas possibilidades da fotografia. 90% do trabalho fotográfico é a criatividade.

Divirtam-se!

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

 

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Yun

    Caralho… A matéria está boa mas a iluminação das fotos está horrível!! Se dependesse deste truque para fazer um portfólio eu morreria de fome. Sem falar que esse pano vermelho deixa a modelo com aparência de prostituta. Caralho!! vocês não têm senso de estética???

  • MIRIAN

    ADOREI, AMEI DE MAIS !!!!!!!!!!!!!!

  • FLYstudio

    Olá amigos, parabéns artigo, muito útil. No meu caso estava cansado de improvisar na sala. Então resolvi construir um estúdio profissional na área externa da minha casa! Foram 4 anos de luta e finalmente está pronto. Para quem quiser conhecer: http://flystudio.pro

  • Cesar

    Amigo, eu acabei comprando spots daquele de colocar em parede, fiz umas fotos se tiver algum local que eu possa enviá-las. Enfim, comprei o spot e fiz um suporte de madeira, uma base quadrada com 4 pezinhos pra deixar no chao ou em cima de algo. Comprei lampadas halogenas de 60w e de 100w e uma lampada led de 4200k, nã me recordo os w…

    Comprei tnt, só que comprei tnt no kalunga e ele veio dobrado, e so depois descobri que nao da pra tirar essa marca da dobra, então acho que só vai servir para forrar as coisas mesmo rsrs… Fica a dúvida se eu gastei dinheiro a toa ou não.

    Meu espaço é pequeno tem 3×3 em casa, e bom uma das paredes é totalmente preta. Tô pensando no fundo inifinito aqui, para o branco to querendo comprar tecido oxford branco (mas me disseram que ele tem um pouco de brilho), eu ia tentar o tecido gabardine, mas só achei de 1,50m de largura e o ideal é três né? Ia comprar um veludo preto para o fundo preto pq fica bem preto e não relfete luz. Você tem outras dicas de tecido para fundo infinito, que não tenham brilho, e lojas onde posso ver isso, provavelmente me indicará o brás rs.

  • Cesar

    É ridícula a pergunta, mas a lâmpada de tungstênio é essas de casa né? E a luminária tem modelo de exemplo pq seria alguma com direcionamento da luz né e não com qq formato vertical apenas.

    • É dessas redondas com filamento, que hoje, a depender de onde você estiver, já não é tão fácil encontrar, pois há alguns anos começaram a ser trocadas por lâmpadas mais eficientes, como as de LED.

      E a luminária certamente ajudará muito que seja direcionável. Um bom exemplo seria uma dessas que você pode moldar bem a posição: http://mlb-s1-p.mlstatic.com/frete-gratis-todo-br

      • Cesar

        Obrigado alxandre, na verdade eu achei halogenas… Mas hje não possuem filamento, e sim uma cápsula la dentro, mas ainda dizem que é de cor neutra. Vc viu meu poste abaixo, verifica o que acha sei lá.. rsrs ando meio desaimado com o diheiro que gastei

      • Cesar

        eu encontrei halogenas, mas ao invés de filamentos agora elas tem uma capsula por dentro.

        Usei spots, daquele normais, nada daqueles de embutir… Pro fundo infinito estava pensando em oxfor. o que achas?

  • Lenilson Nazari

    Excelente o post. Eu tô iniciando na parte de retrato essa dica veio em boa hora. obrigado e continue nos ajudando.

    • Prazer nosso também entregar informações úteis a nossos leitores! ;)

  • Altair Costa

    Parabéns pela postagem. Linguagem simples e eficaz.

  • marta

    gostei muito do tutorial. usarei suas dicas para meus ensaios. estou entrando no ramo e adorando cada trabalho.

  • Jimmy

    Na minha opnião esse tutorial está incrivel , esse meu aprendizado vai me ajudar muito em meus ensaios fotograficos , tenho o mesmo esquema de painel em casa porem a minha camera é uma semi profissional , nao ta pra ajusta velocidade e iso porem vou usar essas tecnicas de posição de luzes , deis de já grato e parabens

  • ubiraci

    parabens, muito interessante e criativo..

  • Carlos

    È melhor fotografar no modo A ou S Para obter melhores resultados ?

  • Gisa

    Adorei as dicas era tudo que eu precisava saber, pra quem está com o orçamento em baixa rsrsrsr!

  • cara, muito boa essas suas dicas,
    vou fotografar meu bebe assim que nascer (ja to quase la kk ),
    e improvisei um estudio aqui, com fundos infinitos em tnt branco e preto, e em amadeirado com uma especie de esteira que comprei, ficou bom, como e recém-nascido vou usar aqueles refletores de 1000w que deixao o quarto beeem quentinhos e com uma luz agradavel, vou procurar nao utilizar flash, ou o minimo possivel.
    tambem quero fazer fotos durante o dia, ao ar livre, estou caçando dicas sobre isso
    comprei uma 50 mm pra d90 da nikon por ser mais aberta, ja tenho a 18 -105 e a 70-300 que ficam um pouco escuras, vamos ver o resultado ne !
    vlwwww

  • Sergio Villa

    Realmente, MUITO interessante essa abordagem do que se pode fazer com poucos recursos…
    Sinta-se à vontade para desenvolver mais esse assunto de "strobist"…
    Abraços,

  • Edna

    Olá, gostei muito do artigo; sou iniciante em fotografia, adoro e admiro esses trabalhos em studio; vou tentar aki em minha casa e gostaria de saber se é necessário seguir a distancia indicada nos esquemas; o problema é que meu espaço em casa é muito pequeno e não tenho essa distancia disponível……teria alguma sugestão???
    Abraços,
    Edna.

  • Flavio

    Muito ruim publicar isso, tem muita gente que vai olhar essas fotos e achar que isso é bom.

  • Olá! segui o Tutorial fotografei um ensaio ….
    o resultado: http://www.wellingtonrocha.deviantart.com
    não ficou profissional, mas de certo modo eu gostei muito, principalmente por eu nunca ter chegado perto de um estúdio de verdade

    fiz um pequeno vídeo de 30 segundos para mostrar um pouco do improviso http://www.youtube.com/watch?v=RlSkSnRsviA&fe

  • Wellington R.

    muito bom o artigo, como você disse vamos experimentar, vou seguir seu tutorial, vou adicionar luz negra e alguns acessórios branco na modelo

  • Felipe Ferreira

    Olá, eu estou começando na fotografia e há bastante venho acompanhado esse blog os assuntos aqui me acrescenta bastante. E tenho uma pergunta a fazer. O flash pode ser rebatido no CHÃO BRANCO??? Desculpe, sou leigo. Parabéns pelo site!

  • Nilcélio

    Excelente dica!

  • Belo post! Pra quem está começando como eu, a iluminação parece sempre ser algo muito difícil porém depois de ler seu artigo, percebemos que pode ser simples e surpreendente. Parabéns.

  • E no caso de precisar de fundo claro?

    PS: Regis, tem um estúdio aqui em Recife que usa lona de caminhão como uma das opções pra fundo infinito. Que acha da ideia?

  • Parabens Régis veio como uma luva pra mim estou montando um studiozinho 3m x 3m é o espaço que tenho agora e pra inicio não sabia como fazer pra comprar alguma coisa que iria funcionar sem eu gastar muito foi de grande valor pra mim OBRIGADOO!!!

  • Suellen

    Sou super iniciante no assunto, então gostaria de enteder uma coisa, no início, vc fala da utilização do flash fora da camera, no modo TTL, onde fica o flash, nos esquemas que você colocou?

    Obrigada

    Suellen

  • Chico Dantas

    muito bom Regis, estou me aperfeiçoando em fotos de pessoas em estudio e estas dicas são muito boas. A titulo de sugestão, publique tambem algumas ideias de iluminação e efeitos para quem ja tem estudio e equipamentos. grande abraço

  • Mário

    Regis, as luminárias comuns que achei, pelo menos na internet, de 26,00
    suportam no maximo 60W
    e vc indica uma lampada de 100W
    tem alguma sugestão?
    ótimo post
    Parabéns
    e Obrigado

  • marco vasconcelos

    Interessantíssimo. Também fiz isso há 1 ano atrás. Uma pena que não fotografei os passos mas guardo dois ensaios que fiz nesse esquema. Mas tem uma contra-indicação: A vontade de montar um estudio profissional. O meu já está na 3ª versão agora…rsrsr. Mas não perdi a mania de testar fontes diversas de luz passando por lanternas com led (muito boas por sinal) e até maquinas de fumaça. Grande abraço

  • paulo victor

    kkk demais muito legal e muito util eu tenho a vocação de fotografo e eu axo q vou arrebentar com essas dicas sua muito obg ….ah e teria como vc explicar como usar o brnco no lugar do preto?????

  • claudia

    Valeu demais as dicas, estou querendo montar mesmo um estudio em minha casa,

  • Adorei seu tutorial,concerteza farei isso!!!

  • Guida

    Eu adorei o post, bem esclarecedor.

    Estou me especializando em pets, podias me enviar umas dicas, pq a luz nem sempre fica boa em cachorros , nem eles ficam paradinhos feito uma modelo. :cry:

    Um abraço e desde já agradeço

    Guida

  • Ótimo tutorial,

    Muito tom ter proficionais que na sua humildade divide seus connhecimentos com nós meros amadores..

    Se não for pedir demais, poderia fazer um tutorial desse tipo para fotos claras, com fundos claros??

    Obrigado e abraços

  • Dani Antunes

    Maravilhoso, por favor venha sempre com assuntos de ilumonação, pois nessa parte ainda me perco um pouco… Simplesmente perfeto o seu tutorial, hoje mesmo vou compar meu "estudio" hehe

  • Gostei muito das dicas e os post estão excelentes parabéns

  • Simples e eficiente. Parabéns pelo ótimo post!!

  • Marcia Machado

    Adorei as dicas. São bem interessantes. Só tenho dificuldade quando o fundo é branco. Acho difícil acertar o esquema de iluminção. Tem algum tutorial que eu possa ver?

    Obrigado

    Abraços

  • carlos

    Parabéns, era justamente o q tava procurando para iniciar a montagem la em casa, vou aproveitar as férias para fazer meus testes abraços

  • Edilene Facundes

    Parabéns, Régis!! Vou tentar colocar em prática.

    abraços

  • à propósito, Kiko, esqueci de responder sobre a distância. A modelo estava a aproximadamente 1,5m do fundo, levando em conta a curvatura do tecido para criar o "fundo infinito".

    Abraço

  • Olá Kiko, obrigado pelo comentário.

    Bem, acredito que o vazamento tenha sido porque a a luz de vídeo é bem mais intensa que a usada aqui, por geralmente ser de halógenas. usei lâmpadas de tungstênio de 100w e apontadas indiretamente para o fundo. As luzes de filmagem geralmente são de 300 a 1000w e portanto bem mais intensas e muito provavelmente irão vazar do fundo visto que o TNT é um tecido fininho. Esse tipo de luz é quente, pesada e um tanto difícil de trabalhar. Uma boa alternativa é a utilização de leds, que além de frios e compactos, possuem uma luz bem mais suave e preço relativamente acessível. O fotógrafo de casamentos Vinícius Matos é pioneiro na utilização dessas últimas e recomenda alguns modelos que podem ser encontrados aqui:

    Mas em todo caso um pequeno vazamento no fundo pode ser corrigido com ajuste de Levels e Blacks no Photoshop.

    Regis.

  • Kiko

    Parabéns Regis. Também acredito que é por aí mesmo. Já fiz isto em minha casa, porém com luz de vídeo e o resultado ficou excelente. Só que o meu balanço de branco foi no modo personalizado, com o cliente segurando um papel branco.

    Agora tenho uma dúvida: sua modelo estava a qual distância do fundo? Ele está bem pretinho. No meu caso, a luz vazou para o fundo e tive que escurecê-lo depois.

    Abraço,

    Kiko

    • ana

      de onde vcé quantos ciiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinemas vc compos por noitekkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • matias

        vc é
        louca

  • Luana Merlyn e Angélica Cirne: Obrigado! espero ter "dado uma luz". Dúvidas, estou à disposição!

    Waldenrique Moura: Lembre da velha regra: "amiga de fotógrafo, modelo é" rsrsr . quero ver o resultado!

    João Rufino: Grande Capitão Rufino, Obrigado. Espero continuar contribuindo aqui e também ajudar nosso PPC a crescer ainda mais!

    Pessoal, se tiverem quaisquer dúvidas podem deixar aqui que à medida do possível vou tentando esclarecer.

    Obrigado!

    Sigam-me no twitter: @regisfalcao

    • ana

      iiiiiiiiiiiiii

  • Grande Régis, foi com muita alegria que recebi a noticia desta sua nova empreitada,ótimo pra voçê e tambem pra nós que fazemos parte da família Piauí Photo Clube.

    Ótimo artigo,ja salvei pra mim fazer meus testes.

    PARABÉNS E SUCESSO,ABRAÇÃO.

  • Angélica Cirn

    Adorei as dicas, muito útil pra mim que acabei de terminar um curso, tenho noção boa de esquemas de luz mas não tenho todo equipamento, adorei mesmo.

  • Muito bom, Parabéns, o que me falta é a modelo, n tem na papelaria nem nas casas de construções, kkkkkkkkkkkk

    vou fazer meus testes e depois te mostro.

    valeu

  • Parabéns pelo post, adorei as dicas! :D

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar