fbpx

7 dicas para se dar bem como freelancer

Se você se aventurou no mundo freelance e leva a vida de forma independente, certamente deve conhecer as delícias e a dores dessa modalidade de trabalho.

Ter mais tempo livre, fazer os próprios horários e não enfrentar o trânsito caótico são algumas das grandes vantagens de todo freelancer. Por outro lado, não poder contar com uma renda fixa todos os meses, sofrer inadimplência ou não ter outros benefícios são os principais pontos fracos de trabalhar de forma independente. No entanto, colocando tudo na balança, é possível equilibrar muitos bem esses fatores e assim aproveitar ao máximo o que a carreira de freelancer pode proporcionar.

Neste post iremos abordar algumas dicas essenciais para você que está começando ou pretende começar como freelancer. Seja independente, mas com sabedoria!

1 – Tenha em mente que você será a sua empresa

Viver como freelancer realmente é para poucos e um dos pontos que mais pesam para o fracasso é justamente não pensar em médio e longo prazo.

Um dos motivos de fracasso de muitos profissionais freelancers é não pensar como uma empresa. Aí vem a falta de planejamento das ações e principalmente das finanças. Por isso, é muito importante sempre ter tudo na ponta do lápis: o quanto se ganha, quais os custos fixos mensais, os custos extras e tudo o que for pertinente à manutenção do seu trabalho.

2 – Invista na sua marca pessoal

Quem não é visto não é lembrado, muito menos contratado! Por isso, investir na sua marca pessoal é obrigatório para ter êxito na jornada como freelancer.

Tente criar processos ou ofereça diferenciais que outros profissionais não oferecem. Crie um site pessoal com um nome de domínio personalizado para mostrar os seus melhores trabalhos. Lembrando que domínios mais baratos você encontrará na: https://www.weblink.com.br/dominios

Outra questão importante é investir em uma identidade visual. Além do site, crie cartões de visitas ou até mesmo pequenos brindes com a sua marca. Pequenas ações podem parecer que não surtem efeito, mas fazem toda diferença no tão concorrido mercado. Lembre-se: como freelancer, você é a sua própria marca.

3 – Mantenha e nutra o network

Outra grande questão importante está no relacionamento interpessoal. Quem não se relaciona com outros profissionais acaba sendo esquecido. Por isso, esteja sempre no radar dos seus clientes ou daqueles que você deseja ter como clientes. Faça parcerias com outros profissionais e sempre mantenha bons contatos. O network é importante para o profissional ficar antenado com o que ocorre no mercado e também para manter a sua marca pessoal sempre visível.

4 – Não espere que os clientes venham até você

Uma das grandes metas de todo freelancer é ser procurado e não procurar por trabalho. No entanto, para chegar nesse nível é preciso muita experiência e um bom histórico profissional. Por esse motivo, não espere que os clientes venham atrás de você só porque você tem um cartão de visita bacana, um perfil no Linkedin ou posta fotos legais no Instagram.

Por mais que a internet ofereça inúmeras ferramentas e possibilidades de contato, tente sempre conhecer de perto os seus clientes, pois nada substitui o famoso “olho no olho”.

5 – Faça boas parcerias

Assim como falamos no tópico anterior, as parcerias são essenciais para expandir os negócios e também para impulsionar a imagem da sua marca pessoal. Por mais que você não domine uma determinada área, é sempre bom ter alguém para indicar ou recomendar em relação a outros serviços. Tenha em mente que essa troca pode te beneficiar, pois o mesmo pode acontecer com você, quando se investe em boas parcerias e network.

6 – Tenha diferenciais a oferecer

Fazer o mesmo que todos fazem não é nenhum atrativo para despertar o interesse dos contratantes. Por isso que neste mundo do trabalho freelancer, oferecer bons diferenciais é essencial.

Ofereça algo além do que os outros profissionais já oferecem, como serviços adicionais sem custos, período prolongado para o suporte sobre um serviço ou até mesmo brindes materiais. Ao concluir um serviço você pode fornecer um voucher de desconto para uma próxima contratação, ou um desconto considerável para novos clientes indicados.

Enfim, as possibilidades de se diferenciar são inúmeras e cabe a você adequar a melhor estratégia ao seu trabalho, No entanto, jamais prometa algo que não poderá cumprir ou oferecer.

7 – Nunca pare de aprender

Outra grande falha de alguns freelancers é achar que já atingiram o ápice da sua profissão e por isso não têm mais nada para aprenderem.

Parar de aprender ou se aperfeiçoar é dar margem e espaço para os concorrentes, assim como uma empresa que deixa de inovar e assim, perde espaço e a preferência dos clientes. Todo profissional que deseja ter sucesso em sua carreira, sendo freelancer ou não, deve ter em mente que a única certeza absoluta é que o conhecimento nunca deve ser cessado.

Conclusão

E então, você se identificou com as dicas ou percebeu que pode melhorar ainda mais a sua atuação como freelancer? Se você gostou desse post, não deixe de compartilhar com aquele amigo ou profissional que está querendo começar ou já iniciou a sua jornada como freelancer.

× Precisa de Ajuda?
Dicas Lightroom
Entre no nosso Grupo Whatsapp e receba 100 Dicas de Lightroom
Clique aqui para entrar