Home » Artigos » Pós-Produção

Pós-produção: Como escolher entre colorido ou P&B? 4.38/5 (8)

Como quase em tudo na fotografia, não existe regra para escolher se a foto deve ser preta e branca ou colorida. Uma mesma fotografia poderia ser editada por um fotógrafo e ele optar em P&B ou ser editada por outro profissional e ser editada em colorida, e ambas terem um bom resultado.

Eu vejo muito nas redes sociais fotógrafos postando duas edições da mesma foto e perguntando “P&B ou COR?” A unanimidade nos comentários é raro! Isso é de gosto pessoal, mas segundo a minha percepção fotográfica e meu modo de ver o mundo, eu desenvolvi algumas dicas que me ajudam a decidir.

Têm me ajudado muito essas dicas, que não são regras, mas pelo menos um ponto inicial para quando “der um branco”. Vai ser menos trabalhoso ler este artigo do que publicar numa rede social cada vez que tiver dúvidas. Claro que não é verdade absoluta, mas para eu e minha equipe tem sido útil.

Se a foto tem cores, deixe ela em cores!

Nas muitas vezes que os fotógrafos perguntam “P&B ou COR?” a fotografia colorida tem um cor incrível – um flare, um flash, uma luz entrando, um contra luz ou recorte bacana – e o P&B acaba desvalorizando as fotografias. Quando se tem uma gama grande de cores vivas, opte pelo colorido. Por exemplo, veja a imagem abaixo:

01

Acredito que você vai concordar que ela colorida tem muito mais força e impacto. O laranja e o magenta se destacam, dando vida. Por outro lado, essa dica precisa de muita cautela.

Em algumas fotografias, a presença de muitas cores ou cores muito vivas, podem distrair a atenção do assunto e assim perder força. Nesse caso, use o preto e branco, deste modo, todos os assuntos terão a mesma força, e desse modo o assunto de interesse se destacará pelo que realmente deve ser notado (luz, direção, enquadramento, etc).

Não se esqueça: os olhos tendem a percorrer a imagem buscando semelhanças, e quase sempre encontra como atenção a cor e a luz. Use isso ao seu favor, mas quando isso não estiver ao seu favor, elimine. Se a foto tiver uma cor predominante viva como muito azul do céu, muito verde dos campos, etc, eu acredito que fica a gosto. Acho que ambas opções ficam bonitas.

Por exemplo, veja a imagem abaixo. Do meu ponto de vista, ambas as opções são aceitáveis, tanto o céu azul quanto cinza destacam bem a foto. Do meu gosto, me chama mais atenção o azul vivo desta foto, mas talvez em outro caso optaria pelo P&B.

02

Se a foto tem emoção ou tende a passar emoção, utilize o P&B!

Um fotógrafo famoso, que não recordo o nome, certa vez disse: “Se você fotografa em cores, você enxerga suas roupas. Se você fotografa preto e branco, você enxerga suas almas”.

Eu realmente acredito nisso. Penso que, sentimentos e emoções podem ser melhores transmitidos por meio do preto e branco. Também, no meu ponto de vista, o percurso da luz pode ser melhor vista em preto e branco, e procuro usar isso ao meu favor.

Por exemplo, fotojornalismo e streetphotography normalmente são utilizados em P&B, e muitas vezes com a nitidez (sharpen no photoshop, clarity no lightroom) um pouco mais forte que o costumeiro, transmite um impacto emocional incrível!

03

Por exemplo, a foto acima, no meu ponto de vista, tem um impacto emocional muito grande. Ainda que no momento foi rápido, acabei cortando a mão da irmã do noivo, ali naquele momento, a caçula sendo a última a casar, e os outros dois irmãos emocionados: o impacto emocional, o sentimento – consegue ser transmitido muito melhor no preto e branco.

As distrações das cores são anuladas, para chamar a atenção completamente para o choro da noiva e a emoção do irmão da noiva. No meu ponto de vista, acredito que esta foto colorida daria um ótimo destaque ao buquê da noiva, mas isso disputaria atenção e interesse com o noivo, perdendo o impacto emocional, por outro lado ganharia no impacto artístico.

Como meu objetivo era sentimento e não arte, optei pelo p&b sem hesitar. Na foto abaixo, temos o efeito do fotojornalismo, do momento repentino e rápido, com o preto e branco num lugar completamente escuro e com o clarity forte, esse tom mais dark puxado para o street me agrada muito. Acredito que ela colorida traria um destaque maior ao noivo estar numa posição desconfortável com as pernas abertas, e também ao fundo que tinha um led colorido.

Por outro lado, o preto e branco valorizou as expressões de cada um dos convidados e do noivo, fazendo-nos viajar pelos sentimentos e sensibilidade da fotografia. A cor traria um destaque para a gravata do convidado que olha para a câmera, e também para os dois que estão nos extremos desfocados. Mas o preto e branco acaba fazendo-nos passar por alto estas “imperfeições” nas “regras” da fotografia e traz destaque ao sentimento, ao momento, ao instante.

04

Uma dica final

Eu gosto muito de fazer as fotografias na câmera em preto e branco. Como falei, no p&b o percurso da luz se destaca de uma maneira mais forte, mais impactante, e por isso eu gosto de fotografar o RAW em preto e branco como modo de utilizador, e depois quando passo para o LR ele volta a ter cor.

Esse método me ajuda a ver a composição de modo diferente, e enxergar a luz de modo melhor. Porém, quando fotografo em ambientes com cores vivas (pôr-do-sol, boate, etc) gosto de voltar ao colorido, para então ver a vivacidade que a cor nos proporciona.

Você pode conferir um pouco mais no meu website www.klarcklansingfotografia.com sobre como costumo fazer as fotografias em p&b ou colorida. Lá você poderá ver o meu estilo, e então, entendendo o modo como eu decido, definir o seu estilo, e estabelecer as suas regras para decidir de um modo que se enquadre melhor na sua composição, narrativa, filosofia, ideal, edição, nicho, etc.

Obrigado, um grande abraço de seu colega de profissão, Klarck Lansing – sucesso a todos!

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar