Home » Artigos » Dicas

A fotografia editorial de moda 5/5 (1)

O universo da fotografia de moda é amplo e abrange trabalhos voltados para as mais diversas finalidades. Um dos ensaios fotográficos mais notórios no mundo fashion é o editorial de moda, cujo poder de divulgação é grande o suficiente para tirar um fotógrafo do anonimato. Mas afinal, o que é um editorial de moda?

Com menos regras do que campanhas ou catálogos de marcas, o editorial de moda serve para divulgar novas tendências de mercado, inspirar produções e tornar as revistas mais dinâmicas. Tem como principal requisito apresentar um conjunto de imagens unidas por uma ideia, tema ou conceito, colocando marcas ou coleções em evidência de forma artística, sem necessariamente mostrar o produto como ele é de fato. Diferentemente de um anúncio, o editorial de moda vende uma história, situação ou clima com o qual se deseja associar a roupa.

Veja, por exemplo, esse editorial da edição de maio de 2013 da Vogue America, em que o fotógrafo Mario Testino e a stylist Grace Coddington aproveitaram o timing de lançamento do filme “The Great Gatsby” para mostrar peças de Oscar de la Renta, McQueen, Chanel e Dior Haute Couture inspirados na década de 20.

O desenvolvimento de um editorial envolve um número considerável de profissionais, podendo variar a composição da equipe de acordo com o tamanho do projeto. Geralmente, conta com um produtor, um profissional de moda conhecido como stylist; um maquiador e um cabeleireiro, que podem ou não ser a mesma pessoa, um editor responsável pelo meio de veiculação, um editor de imagens, um fotógrafo e os seus assistentes.

Uma vez com o conceito definido, discutem-se possíveis abordagens para o ensaio e elabora-se um roteiro ou algumas pranchas baseadas em pesquisas de referências, que podem ir de desfiles e catálogos de moda a filmes, livros, músicas e tudo o que de alguma forma se relacione com o tema escolhido para o editorial. Esse material servirá como ponto de partida para uma narrativa, não necessariamente linear, e contribuirá para a coerência criativa a ser seguida durante o desenvolvimento do trabalho, podendo ser organizado de forma geral ou específica para cada área.

Com uma boa ideia do que se deseja criar, resta à produção encontrar os modelos e a locação com os perfis ideais, e então organizar a logística para que o fotógrafo e toda a equipe possam, no dia da sessão, transmitir o conceito desejado através do melhor look, da melhor mise en scène, e imprescindivelmente, da melhor fotografia.

Para quem está começando ou se interessa pela área, nada melhor do que buscar referências nos trabalhos de outros fotógrafos, como, por exemplo, as lendas Richard Avedon, Irving Penn, Helmut Newton e Guy Bourdin, ou grandes nomes da atualidade como Terry Richardson e Steven Meisel. No Brasil, Bob Wolfenson e Luis Crispino são famosos por seus editoriais de moda e ensaios para revistas.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Editorial de moda é outro mundo mesmo, obrigada por esclarecer alguns pontos neste artigo.

  • jonas

    curti mto o post, parabéns, gosto mto desse tipo de trabalho…

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar