fbpx

EaseUS Recovery só não te salva de enchentes! Aprenda como recuperar fotos eliminadas.

Faltavam alguns dias para eu completar 18 anos, mas por insistência do meu pai, já estava fazendo aulas de direção – aquelas teóricas iniciais. Nessa época eu cursava geologia e morava sozinho em um apartamento minúsculo no térreo, cuja era feito por baixo da escadaria do prédio. Aquilo deveria ser uma sala para manutenção, algo assim, mas me alugaram para eu morar. Era o que eu podia pagar. A faculdade era de dia e as aulas de direção eram a noite, só tendo 17 anos para ter pique para isso.

Em um desses dias eu estava realmente cansado, tão cansado que cheguei em casa, comi qualquer bobagem e fui deitar. Peguei no sono instantaneamente e acordei encima da hora de ir para a aula. Levei o rosto e sai correndo. Quando voltei, já tarde da noite, havia água por todo o corredor do prédio. Acho que ninguém notou porque era realmente muito tarde. Entrei em casa e havia uma cachoeira na pia do banheiro – a torneira ficou aberta o tempo todo e o ralo estava fechado. Dois dedos de água cobriam todo o apartamento até vencer o desnível e escorrer para o corredor. Que sorte esse maldito “apartamento” ser no térreo. Passei a noite secando tudo…

Meses depois, eu estava preparando minha primeira aula de fotografia. Estava montando os slides e fui pegar a caixa de negativos e fotografias reveladas que eu guardava em uma caixa embaixo da cama. Aprendi a fotografar com filme e, a muito custo, experimentei todos os filmes que podia comprar, essa foi minha escola – tudo guardado naquela caixa. Puxei ela para fora e logo meu coração gelou, havia mofo cobrindo tudo, não consegui abrir sem rasgar a tampa. Tudo! tudo perdido, havia esquecido de salvar ela da “enchente”. Eu não lembro se chorei, mas lembro de ficar catatônico sentado no chão, olhando para aquela bola de mofo a minha frente.

Você nunca se prepara o suficiente para acidentes como esse e quando eles acontecem você só pode chorar. Logo que migrei para a fotografia digital tornei-me paranoico com backups, você pode pensar que fotografia digital é menos segura, mas você pode fazer quantas cópias quiser, se você perde os originais de filme já era. Mas mesmo podendo fazer cópias a vontade, a fotografia digital ainda é vulnerável em pelo menos um momento – dentro do cartão da câmera, antes de passar os dados para o computador.

Como recuperar aquela fotografia que não tinha cópia? Em vinte anos de fotografia passei por essa experiência algumas vezes e escutei histórias tristes de alunos e amigos o tempo todo. Ninguém está a salvo de um cartão de memória que dá problema ou de, num deslize, apagar sem querer as fotos. Por isso, vou te ensinar o que você deve fazer para recuperar suas fotografias:

A primeira coisa a se fazer é nada! Não faça nada com o cartão, qualquer coisa que você gravar encima vai dificultar muito a recuperação. Tenha um software de recuperação de dados, neste artigo vou recomendar e ensinar a usar o EaseUS Recovery. O EaseUS Software já existe a 13 anos e oferece também soluções para backup e transferência de dados, é uma empresa séria, pode confiar! Eles têm ferramentas de recuperação para Mac, PC, smartphone IOS e Android. Aqui vou mostrar para vocês a versão Wizar Pro para Windows.

O Ease US Recovery oferece a recuperação de dados de diversos tipos de arquivos de praticamente qualquer dispositivo: do computador, pendrive, câmera, cartão de memória, etc. Vou simular a recuperação de 10 fotografias apagadas por engano de um cartão de memória SD. Esse é o tipo de problema que mais aflige os fotógrafos, sempre tem alguém me perguntando sobre isso.

EaseUS Recovery

Primeiro baixe e instale o EaseUS Data Recovery, essa parte é muito fácil, o programa todo está em português, é bem feito e muito intuitivo. Então, passarei diretamente ao seu uso:

Para esse tutorial de teste eu fiz uma série de fotografias e apaguei todas ao mesmo tempo no menu da câmera. Isso é comum acontecer, pois muitas pessoas se confundem na hora de apagar as fotos individualmente e acabam apagando todas sem querer. Coloquei esse cartão em um leitor no computador e abri o EaseUS Recovery. Na sua tela inicial eu selecionei o cartão de memória – neste caso é a unidade (D:) – e cliquei em “Digitalizar”.

 

O programa começou uma varredura rápida para buscar os arquivos apagados, em menos de 1 minuto eles foram listados no resultado de digitalização rápida. Neste passo já apareceram todas as fotografias apagadas, então eu parei o processo. Caso tivesse faltado alguma, uma digitalização mais profunda aconteceria automaticamente, mas esse processo demoraria um pouco mais.