fbpx

Dicas sobre caixa estanque

Olá a todos os leitores do Fotografia-DG. Resolvi escrever um tópico pouco comum por aqui sobre caixa estanque. Você sabe o que são caixas estanque? Já fez alguma fotografia subaquática? Tem interesse em conhecer melhor sobre o assunto?

Figura 1: Caixa Estanque
Figura 1 – Caixa Estanque

A caixa estanque ou case a prova d’água é um acessório muito utilizado por fotógrafos e videomakers mergulhadores, fotógrafos de surfe , e todas áreas da fotografia e vídeo na qual se necessite estar com a câmera submersa totalmente ou parcialmente. Ela protege a sua câmera da entrada de água através de o’rings (anéis de vedação), fazendo com que seja possível ao fotógrafo tirar fotos e filmar debaixo da água ou em locais como cachoeiras, rios, oceano, mares, etc…

Algumas caixas estanque dependendo de sua construção possibilitam o controle total de abertura, velocidade e ISO, além do back-focus (foco traseiro) e disparador no punho. Também devem possuir um espaço para o visor para compor a foto além de mostrar através de um acrílico transparente o LCD. O ideal é que se pense bem antes o que você irá precisar de controles. Alguns fabricantes colocam apenas o botão disparador como opção básica. Caso queira o controle completo de ISO/Abertura/Velocidade /Menu, etc… serão botões adicionais e o custo também aumenta, mas possibilita mais liberdade ao fotógrafo poder operar em modo manual.

Botões extras caixa estanque
Figura2 – Botões extras (Menu, Liveview/Vídeo, Excluir, review, set, etc…)

Existem hoje em dia vários fabricantes de caixas estanque, entre eles:

Sendo que a maioria são importadas. Os fabricantes conseguem personalizar a caixa estanque, com cores diferentes, mais botões de comando e as características deles variam, como por exemplo temos caixas estanque de alumínio e outras de fibra ou acrílico . A forma construtiva pode variar e também as fixações, mas o princípio é o mesmo de manter seca e protegida contra choques a câmera e a lente.

A construção das caixas-estanque leva-se em conta qual a câmera e lente que serão utilizadas dentro dela. Dificilmente uma caixa estanque que foi feita para um modelo de câmera servirá para outro, pois as dimensões e posições dos botões de acesso mudam a toda hora. Isso é uma grande desvantagem, pois ao fazer um upgrade no seu equipamento, necessariamente tem que ser feito um upgrade na caixa estanque para poder se adaptar a nova câmara (normalmente é necessário comprar uma nova!)

Alguém pode perguntar sobre aquelas capas a prova d’água (tipo Outex ou outras)  Funcionam? Eu particularmente nunca usei essas capas, devido a utilização (surf, ondas e submerso – onde tem muito impacto e altas pressões). Jamais arriscaria colocar milhares de reais numa capa dessas. Agora se o seu negócio for fotografar próximo de cachoeiras, na chuva, ou em ambientes com pouca movimentação de água, vale a pena tentar pelo seu baixo custo. Mas lembre-se sempre de que nada vale economizar na caixa estanque e perder seu equipamento de milhares de reais por ter entrado água. Para mim, considero a caixa estanque como um ‘’seguro’’ .

A exceção da GoPro que possui uma caixa estanque padrão, as demais são customizáveis de acordo com o bolso e desejo do cliente. Uma das vantagens da GoPro é seu baixo custo e leveza comparada as demais caixas-estanque

Existe também a possibilidade de fazer você mesmo a sua caixa estanque, a vantagem é o baixo custo para se fazer, mas tem que saber muito bem o que está fazendo pois é o seu equipamento que estará em jogo. Algumas informações neste link dão uma idéia de como fabricar sua própria caixa estanque.

Um detalhe importante a ser verificado junto com o fabricante é perguntar qual a máxima profundidade que a caixa estanque suporta. Dependendo do uso, por exemplo na fotografia de surf, até 10 metros é mais que suficiente, agora para alguns mergulhadores pode ser necessário que a caixa estanque seja a prova d’água em até 50 metros de profundidade.

Acessórios

O disparador possibilita uma sequência de fotos, muito utilizada ao se fotografar surf e também caixas estanque para unidades de flash onde se conecta o flash na câmera por um cabo de sincronismo e também o que chamamos de Pole (Funciona como uma extensão da caixa estanque para alcançar uma altura maior e já possui botão disparador) entre outros acessórios como por exemplo o dome over/under que por ter um diâmetro maior possibilita tirar fotos mostrando o ambiente submerso e o ambiente externo ao mesmo tempo com a linha da água mais nítida.

Além destes acessórios, é importante estar atento ao que chamamos de “front” ou “dome port”. O front muda conforme a lente que se está utilizando. Ele precisa simular o formato da lente que está acoplada na câmera. Construídos em acrílico ou vidro, ele tem a função de :

  • Proteger a lente contra a entrada de água (também possui um anel de vedação (o’ring) em alguns modelos
  • Possibilitar que a luz entre na lente da melhor maneira, sem que haja desvios e aberrações

Como exemplo, se estiver utilizando uma lente olho de peixe (exemplo : Sigma 10mm f/2.8 ou 8-15mm) são lentes bem curvadas e o formato do front será bem similar a estas lentes, de maneira que a luz não seja desviada, evitando assim reflexos internos do próprio front.

Para lentes 50mm, 70-200mm e outros modelos com distâncias focais maiores geralmente o front é flat (reto).

Existe também a possibilidade de controle de zoom externo, feito através de diferentes mecanismos conforme o fabricante da caixa estanque. Em alguns casos acopla-se uma semi-cremalheira na lente, na região do anel de zoom e encaixa-se no front que possui o mecanismo de acionamento.

Figura 3 - Disparador no Punho
Figura 3 – Disparador tipo pistola
Figura 4 - Caixa estanque para Flash
Figura 4 – Caixa estanque para Flash
Figura 5 – Cabo de sincronismo Flash
Figura 5 – Cabo de sincronismo Flash
Figura 6 - Pole
Figura 6 – Pole
Dome de 8 polegadas
Figura 7 – Dome de 8 polegadas
Figura 8 - Exemplo de front para lentes olho de peixe
Figura 8 – Exemplo de front para lentes olho de peixe
Figura 8 - Exemplo de Front para lente 70-200mm mostrando a cremalheira onde será ajustado o zoom por fora (veja também que é um front reto)
Figura 9 – Exemplo de Front para lente 70-200mm mostrando a cremalheira onde será ajustado o zoom por fora (veja também que é um front reto)

Faixa de preço

No Brasil podem começar com R$1.800 a opção mais básica (preços baseados no final do ano de 2014) dependendo do modelo da sua câmera e lente. Já as caixas estanque importadas possuem preços começando com US$1.400,00 até US$2.000,00 as opções mais básicas. Isso é só para a caixa estanque, ao adicionar os fronts, disparador, botões extras, acessórios, etc.. essa conta pode chegar facilmente aos US$4.000,00

Principais cuidados ao manusear e utilizar a caixa estanque

Os principais cuidados que se devem tomar são referentes a garantir a proteção do seu equipamento quando dentro da água para assegurar que não tenha nenhum vazamento surpresa e isso faça você perder a sua câmera e lentes, que não são nada baratos.

Passar graxa de silicone mas tome muito cuidado de passar uma camada bem fina ao lubrificar o o’ring. Ao colocar silicone demais, fica mais fácil de partículas como areia pêlos, etc… se aderirem exatamente entre o o’ring e o front facilitando a entrada de água dentro da caixa estanque. Outro ponto a se considerar é a vida útil dos o’ring’s. Sempre verifique se não há rachaduras nos o’ring’s. Caso comecem a aparecer está na hora de trocar o o’ring.

Figura 10 - O’ring em bom estado de conservação, sem rachaduras
Figura 10 – O’ring em bom estado de conservação, sem rachaduras

Devido aos o’ring’s serem materiais que se deformam (borracha) todo cuidado é pouco na hora de fechar a caixa estanque. Tome cuidado de seguir as recomendações do fabricante com relação ao torque de aperto dos para