Home » Artigos » Dicas » Iluminacão Butterfly

Iluminacão Butterfly 4.5/5 (2)

Também conhecida como Iluminação Glamour, Paramount. A Iluminação Butterfly era uma luz amplamente utilizada na fotografia de atores e atrizes de Hollywood, especialmente para os cartazes de publicidade dos Estúdios Paramount.

imagem01

imagem02

Essa iluminação produz uma sombra simétrica à uma borboleta, abaixo do nariz do modelo, que se estende pelo lábio superior. A Iluminação Butterfly, e o tamanho da sombra que provoca, varia bastante e depende única e exclusivamente do objetivo e critério do fotógrafo.

Imagem03

Muito utilizada em modelos femininas, a Butterfly enfatiza os ossos superiores, as maças do rosto e a pele glamurosa. Como os homens apresentam uma órbita mais pronunciada, a técnica é menos utilizada em modelos masculinos, pois torna a órbita ainda mais profunda, além de realçar a testa, devido ao ângulo muito alto da luz e sua posição frontal.

imagem04

imagem05

Luz Principal

A luz principal deve ser posicionada bem alta e em frente ao rosto da modelo, além de ser paralela à linha vertical do nariz, imitando a luz do sol no verão. Neste momento, devemos tomar muito cuidado com modelos que possuem órbitas muito profundas. Podem surgir sombras acentuadas nos olhos, tornando o órbita ocular ainda mais profunda. A altura correta da luz principal deverá ser definida pelo fotógrafo, respeitando a sombra em forma de borboleta, conforme descrito acima.

esquema01

Luz de Preenchimento

Esta deve ser posicionada abaixo da luz principal. Observe que tanto a luz principal quanto a de preenchimento estão posicionadas do mesmo lado. Isto pode causar um problema: sombras proeminentes no pescoço. Caso aconteça, podemos preencher esta sombra posicionando melhor a luz de preenchimento ou simplesmente buscando auxílio de um rebatedor.

esquema02

Luz de Cabelo

Sempre usada no lado oposto da luz principal, a luz de cabelo pode ser usada tendo o cuidado para que não atinja o rosto da modelo.

Um outro esquema clássico de iluminação, baseado na iluminação Butterfly, é a Iluminação Circular. Para criarmos essa iluminação basta mover a luz principal para o lado e um pouco mais para baixo. A sombra do nariz encontra com a sombra da bochecha criando uma pequena volta no lado sombrio do rosto.

imagem06

Na Iluminação Circular, a luz de preenchimento deverá ser movida para o lado oposto da luz principal, bem próximo ao eixo da câmera-modelo.

esquema03

Alguns exemplos com esses esquemas de iluminação…

imagem08

Muito obrigado a todos e até o próximo artigo

Ajude-nos, avalie este artigo:

Alexsandro Stopa

Quando ainda tinha 12 anos, a admiração por seu padrinho, fotógrafo nas horas vagas e de quem ganhou sua primeira câmera, fez com que Alex Stoppa se encantasse pelo mundo da fotografia. Atualmente fotógrafo e professor de iluminação de estúdio, fotografia básica e web marketing na Escola de Imagem. Com formação em física, é especialista em educação pala PUC MG. Em 2009, Stoppa passou a se dedicar exclusivamente ao que realmente ama atuando na fotografia de espetáculos, casamentos e estúdio.

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Muito bem explicado a técnica. Já a utilizo a algum tempo e havia coisas que não sabia. Obrigado por compartilhar.

  • Muito legal a técnica da Iluminação Borboleta utilizada pela Paramount. Não conhecia essa história. Muitos desses cartazes se tornaram objeto de desejo dos colecionadores e réplicas são comercializadas até hoje.
    Parabéns pelas informações e dicas.