Home » Artigos » Dicas » Iluminação Rembrandt

Iluminação Rembrandt 5/5 (1)

O “Século de Ouro Holandês” foi um período marcado por fortes movimentos artísticos, especialmente voltados para a arte da pintura. O desenvolvimento político, científico, comercial e cultural neerlandês da época influenciou vários artistas, dentre eles Rembrandt Harmenszoon van Rijn.

Auto_Retrato

A primeira fase dos trabalhos de Rembrandt foi influenciada por seu mestre Pieter Lastman, aluno de Caravaggio por mais de 10 anos. Nesta fase, Rembrandt mostra personagens de expressões fortes e carregadas, usando muito contraste nas luzes. Este recurso foi o responsável por conferir a dramaticidade, característica marcante em sua obra.

Anatomia

Já em sua segunda fase, iniciada em 1640, fica clara a influência  de uma técnica muito aplicada por Caravaggio: o chiaroscuro. Ela consiste na utilização de forte justaposição entre luzes e sombras, o que fazia com que o clima da pintura se tornasse mais leve, se comparado à primeira fase do artista. Com os personagens mais contemplativos e introspectivos, e com predominância da monocromia dourada, a luz passava a fazer parte do plano espiritual da obra, ou seja, ela não é mais apresentada como um simples elemento de composição. Este é o motivo pelo qual Rembrandt é conhecido hoje como o mestre da luz e sombra.

Jean

Na fotografia, a iluminação Rembrandt ou iluminação 45 graus é caracterizada por um pequeno triângulo e um leve escurecimento da pálpebra na face escura do modelo.

Alex_Stoppa_0001

A luz principal é comumente posicionada lateralmente, 45 graus, próxima à linha dos olhos. Já a luz de preenchimento é posicionada do lado oposto da luz principal e próximo ao eixo da câmera.

Esquema 1

Podemos também substituir a luz de preenchimento por um rebatedor.

Esquema 2

Esta iluminação, bem mais dramática, é muito utilizada em homens.

Alex_Stoppa_0002

No entanto, precisamos ter um cuidado especial para que o olho do lado sombrio não fique completamente na penumbra.

Alex_Stoppa_0003 

Muito obrigado a todos.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Alexsandro Stopa

Quando ainda tinha 12 anos, a admiração por seu padrinho, fotógrafo nas horas vagas e de quem ganhou sua primeira câmera, fez com que Alex Stoppa se encantasse pelo mundo da fotografia. Atualmente fotógrafo e professor de iluminação de estúdio, fotografia básica e web marketing na Escola de Imagem. Com formação em física, é especialista em educação pala PUC MG. Em 2009, Stoppa passou a se dedicar exclusivamente ao que realmente ama atuando na fotografia de espetáculos, casamentos e estúdio.

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Alexsandro Ótimo post !!!! Isso é algo difícil de encontrar …. Venho procurando posts como este seu por algum tempo parabéns e por faço faca mais deles

    abraço

  • Que máximo ver um post do Stoppa aqui! Meu querido professor da Escola de Imagem (Rio).
    Com vc aprendi as primeiras técnicas da arte da fotografia!
    Feliz por ler vc aqui!

    Abraços e cada vez mais sucesso!

    Anni

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar