fbpx

As 100+ da Time: Garoto judeu rende-se em Varsóvia

Num dos símbolos macabros da 2ª Guerra Mundial, o gueto de Varsóvia foi cenário desta emocionante foto

O jovem garoto aterrorizado com suas mãos levantadas ao centro da imagem foi um em quase meio milhão de judeus amontoados no gueto de Varsóvia, um bairro transformado pelos nazistas em um complexo murado de tortura por forme e morte. Em princípios de julho de 1942 os ocupantes alemães começaram a enviar cerca de 5 mil habitantes de Varsóvia para campos de concentração. 

Assim que que as notícias do extermínio escoaram de volta os residentes no gueto formaram um grupo de resistência. “Nós nos vimos como judeus clandestinos cujo destino era trágico”, escreveu seu jovem líder Mordecai Anielewickz. “Nossa hora chegou sem qualquer sinal de esperança ou resgate.” Essa hora bateu no 19 de abril em 1943, quando tropas nazis chegaram para levar o restante dos judeus. Os partisanos parcamente armados revidaram mas foram à época subjugados pelos tanques alemães e lança-chamas. Quando a revolta acabou, em 16 de maio, os 56 mil sobreviventes encararam uma execução sumária ou deportação para campos de concentração e trabalho escravo. Jürgen Stroop, major-general da SS, ficou tão orgulhoso em seu trabalho de limpar o gueto que criou o Stroop Report, um álbum de vitória encadernado em couro cujas 75 páginas incluíam uma lista de lavanderia com arrogantes pilhagens, informes de assassinatos diários e dúzias de fotos de desgraçar um coração como essa do menino levantando suas mãos. Essa coleção comprovou sua ruína, e além disso deu rosto àqueles que morreram. As fotos revelam o poder da fotografia como ferramenta documental.

Nos subsequentes julgamentos de crimes de guerra em Nuremberg o volume tornou-se uma evidência-chave contra Stroop e resultou em seu enforcamento perto do gueto em 1951. O Holocausto produziu um sem-número de duras imagens, mas nenhuma delas teve o impacto da rendição do garoto. A criança, cuja identidade nunca foi confirmada, veio a representar a face dos 6 milhões de judeus mortos sem defesa pelos nazis.

via Time — 100 Photographs

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Dicas Lightroom
Entre no nosso Grupo Whatsapp e receba 100 Dicas de Lightroom
Clique aqui para entrar
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies