Home » Artigos » Artigos de opinião » A magia da fotografia externa

A magia da fotografia externa 5/5 (1)

Por maior que seja o controle da fotografia em estúdio, é encantador fazer fotografia externa. Veja porque amar as sessões externas.

 

“Mas… Onde fica seu estúdio?”

Essa é uma pergunta que eu acredito que alguns de vocês escutam quando estão conversando com possíveis clientes.

O meu maior encanto pela fotografia é, além da arte, pelo poder que ela tem de registrar momentos vividos pelas pessoas que ali estão conseguindo, inclusive, transparecer os sentimentos de cada um.

Magia da foto externa - 01

Pois então, a fotografia externa, para mim, significa naturalidade e consegue trazer isso para dentro de cada fotografia. E quando falo em fotografia externa, não me refiro somente a parques ou ambientes do tipo, me refiro também a própria casa do cliente.

Já o estúdio, é como se fosse, para mim, engessado e duro – é claro que a fotografia de estúdio tem o seu valor em determinado momento -, mas esse é um ambiente em que a fotografia se torna “obrigação”, assim como os sorrisos e as poses que justificam cada clique seguido de outro e mais outro e a fotografia deixa de ser o registro de um momento e de sentimentos espontâneos e naturais, daqueles que ficam gravados na memória e passa a ser um mero ensaio em busca da estética do melhor ângulo e da melhor pose.

Magia da foto externa - 02

A fotografia externa encanta também pela composição do cenário, pelas inúmeras cores que aparecem em cada lugar, que mudam a cada ensaio, pela possibilidade de registrar os momentos em lugares importantes e que marcaram a história da vida daqueles que estão sendo fotografados, por permitir diferentes composições de fotografia, por me desafiar enquanto estou atrás das lentes em busca da melhor iluminação e, muito mais que tudo isso, por fazer valer aquilo que eu sempre peço em meus ensaios e que garante os sorrisos e os momentos sinceros: “Agora façam de conta que eu não estou aqui”.

Magia da foto externa - 03

Gostar mais de foto externa não quer dizer que não admiro uma boa fotografia feita em estúdio, não quer dizer que sou contra foto em estúdio ou quem trabalha apenas assim. E por falar nisso, falando sobre fotografia de família, poderia citar um cara que sou muito fã e que faz “Retratos de Família” incríveis em estúdio com toda essa naturalidade que falei.

O que eu quero dizer é que prefiro e que vejo mais valor sentimental em fotografias feitas em ambientes que tem a ver com a família ou qualquer outra pessoa fotografada.

Magia da foto externa - 04

E sobre a pergunta que inicia este texto, “Onde fica seu estúdio?”

Bom, fotografias são para registrar épocas e momentos, certo? Particularmente não vejo muito sentido em entrar num estúdio pra fazer fotos. Por que não usar ambientes naturais, até mesmo a própria casa do cliente? Mas respondendo a pergunta, meu estúdio fica onde você preferir, meu estúdio fica em qualquer cidade e em qualquer ambiente. Quem escolhe o endereço é você!

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Graziela Medeiros

Nasci em Osasco – SP em agosto de 1986 e cresci em São Paulo – SP, mas fui morar, ainda na infância, na cidade de Itamogi – MG e hoje posso dizer que sou mineira de coração. Me formei em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, mas , apaixonada por arte e fotografia, decidi não seguir carreira como publicitária. Sorrisos, Emoções e Momentos. Dedico meu tempo e a minha vida à fotografia: ofício de aprendizado constante e paixão de longa data.

9 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Muito legal eu adoro a fotografia externa eu faço muito isto, mas todo fotografo tem que se preocupar sim em atender o mercado de trabalho e existem momentos e objetivos que a fotografia externa não serve, temos que saber dividir as coisas, a minha dica é que quem faz muita fotografia externa continue fazendo pois alem de tudo que a Graziela escreveu é um modelo de fotografia muito bem aceita no mercado e atende perfeitamente a maioria das situações ,mas é importante saber trabalhar com estudio e vai ter um momento que você vai precisar usar um e determinado momento que não vai ser possivel que a foto para um determinado cliente seja feita externa por isto é importante se não tiver um estudio fazer parcerias com alguns deles ou ter a disposição uma lista de locações …..

  • Arrisque-se, José! Busque conhecimento e evolução sempre! A dica é seguir seu coração e fazer o melhor que puder sempre :)

  • Oi Grazi, sou fotografo amador a algum tempo de uma cidade pequena, 40.000hab. e tenho vontade de sair do tradicional e abraçar somente a fotografia e queria uma opinião sua que já é da área.

  • sinceramente,eu estou de acordo com tudo o que disse sobre fotografia externa,se eu fossse fotografo,me dedicaria mais a realizar ensaios em locais onde as pessoas se sentem a vontade do que num estudio onde impera a formalidade.

    p.s.:já fui fotografado em estudio e sei de como o ambiente é formal.

  • Comentário perfeito! É bem isso mesmo que eu penso.
    Não se trata de ser um trabalho melhor que o outro, mas sim de que cada fotógrafo tem o seu estilo, assim como cada cliente tem a sua preferência. E eu adoro fotografar em cenários reais. ;)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar