fbpx

Fotometria Chave – O que é e quando usar

Muita gente acha que quando a situação da luz é complexa demais, a câmera no modo automático vai resolver tudo, como se ela tivesse o dom de colocar luz onde não tem ou de saber onde está o principal ponto de interesse do fotógrafo.

Os fotômetros não são equipamentos a prova de falhas, prontos a conseguir soluções mágicas em qualquer condição de luz.  Sem exceção, eles erram quando a cena que estão fotografando tem predominância de tons claros ou escuros ou tem partes muito iluminadas ao lado de outras pouco iluminadas.

Fotometria - Tom claro
Fotometria – Tom claro
Fotometria - Meio tom
Fotometria – Meio tom
Fotometria - Tom escuro
Fotometria – Tom escuro

Nestes casos, para saber onde fotometrar, é preciso fazer duas perguntas:

1) O motivo principal está numa região pouco ou muito iluminada ?

2) O meu motivo tem tom muito claro, muito escuro ou é meio tom ? Devemos aqui entender que motivo claro não é motivo muito iluminado, e sim de tonalidade clara, um objeto amarelo-claro é um objeto de tom claro. Uma mala preta é um objeto de tom escuro.

Respondendo à pergunta 1, devemos escolher o lugar onde está o motivo principal. Se ele está sob luz intensa é em algo na luz intensa que devemos fotometrar; se ele está sob sombra, é em algo na sombra que devemos fotometrar.

Em seguida devemos nos guiar pela resposta da pergunta 2. Se o motivo da foto for meio tom , não há com que se preocupar, é só medir a luz no motivo, cuidando para que o fotômetro em usado seja pontual.

Se o motivo não for meio tom, pode ver se há algo meio tom na cena. Se houver meça a luz nele.

Se não houver nada meio tom meça a luz no motivo e: se ele for de tom muito claro, compense a exposição com +1/2 pt e + 1 pt. Se ele for de tom muito escuro, compense a exposição com -1/2 pt e -1 pt.

Na foto abaixo a fotometria foi feita no rosto da criança a compensada em +1/2 ponto.

curso-de-fotografia-techimage

Quer aprender mais sobre fotometria? Faça um curso de fotografia presencial ou online na Techimage.

Bruno Sellmer

Fotógrafo de natureza, assinou colunas de fotografia por vários anos na revista Fotografe Melhor e jornal Folha de São Paulo, tendo atuado em diversas expedições para o Pantanal, Amazônia, Andes entre outros. Fundador e diretor da Techimage Escola de Fotografia.