fbpx

6 etapas na preparação de um ensaio fotográfico

Que tal fazer um upgrade em seu modo de atender os clientes? Dedicar-se para a excelência no atendimento pode ser o caminho para elevar seu serviço fotográfico e se diferenciar no mercado profissional. Conheça seis etapas na preparação de um ensaio fotográfico que podem fazer seu cliente um grande aliado na captação de novos serviços.

Olá, povo do clique. Estou muito feliz estar com vocês. A intenção dessa coluna é compartilhar experiências, discutir assuntos que nos façam evoluir no mundo fotográfico, que tenho certeza, é a paixão de todos por aqui. Então, vamos lá ao primeiro artigo!

Na fotografia profissional, o cliente é o melhor aliado. Ele divulgará seu trabalho, seja com bons olhos, indicando você a outras pessoas, ou seja, com polegares para baixo, também indicando você a outras pessoas, mas desta vez com a clara mensagem de que: fique longe!

Assim, além de todo o estudo técnico para termos um trabalho muito bom, precisamos evoluir e inovar no processo de atendimento e superação das expectativas que ora criamos, ora o cliente cria. É um processo constante, cansativo, e às vezes ingrato, mas de suma importância para que nossa fotografia seja vista com diferenciais positivos que influenciam o momento da contratação de um profissional.

Mas, existe um pensamento que pode nos nortear durante esta estrada da excelência no atendimento: antes de sermos fornecedores, somos clientes.

Sim, somos clientes em quase todas as etapas de nossa vida, seja ao comprar uma câmera nova ou um sanduíche na esquina. Esperamos (e queremos) o melhor atendimento. E quem não quer?

Se nos dedicarmos com a mesma energia a prestar um atendimento à altura de nosso trabalho fotográfico estaremos solidificando o ciclo completo do planejamento, execução e entrega em todo o processo da prestação de serviços.

Mas, vamos ao que interessa. Como se preparar para um ensaio fotográfico em seis etapas.

1 – VENDA, CONTRATO E PAGAMENTO

Durante a fase da venda de um serviço fotográfico, é preciso deixar bem claro o que será feito e, mais claro ainda, o que não será feito. Por exemplo, se você optar em entregar uma quantidade x de fotos tratadas, deixe isso bem claro, informando que só serão entregues tratadas estas fotos e que as outras, ou podem ser adquiridas à parte ou serão disponibilizadas sem tratamento. Dessa forma, é importante listar todos os itens que poderão gerar entendimentos ambíguos e esclarece-los ao máximo.

Se você gosta de incluir brindes aos seus pacotes de serviços, tenha uma atenção especial ao que foi prometido. Os clientes poderão lembrar dos brindes até mais que o que realmente foi contratado. A regra é simples: prometeu, cumpra. Senão o feitiço pode virar contra o feiticeiro, neste caso, o fotógrafo.

Esclarecidas todas as dúvidas do que será feito e entregue ao cliente, faça um contrato com ele. É importante para calibrar expectativas num impasse futuro. Um contrato também eleva o padrão profissional de seu serviço como fotógrafo. Os clientes gostam e se sentem mais tranquilos.

Assinado o contrato, é hora de uma das melhores partes: o pagamento. Recomendo que receba o valor cobrado, no máximo, até a assinatura do contrato. Não deixe para que o cliente faça o pagamento no dia do ensaio, ou pior, no dia em que você entregar as fotos.

Se o cliente não pode ir ao banco/lotérica fazer a transferência/depósito para você, utilize algum serviço de recebimento de valores via internet, como por exemplo, o PAGSEGURO. Você pagará uma pequena taxa, mas terá a tranquilidade de receber seu pagamento pelo serviço que prestará. É claro, se for fazer um parcelamento no cartão de crédito, os juros poderão ser desencorajadores. Planeje isso antes na sua estratégia de preços. A forma de pagamento faz parte dessa estratégia e é importantíssima para que seus custos não superem seus recebíveis. Esteja atento.

Deixar que seu cliente pague no dia do ensaio tem alguns inconvenientes. Por exemplo, ele poderá se atrasar demais, e como não pagou você pode ficar tentado a espera-lo o tempo que for para tentar prestar o serviço e, em consequência, receber por ele. Ou pior, o cliente pode também simplesmente “esquecer” do ensaio (mesmo com seus lembretes periódicos) e querer reagendar em cima da hora, quebrando toda a programação que você tão habilmente fez para o seu dia.

Em geral, o cliente tende a ser mais responsável quando já pagou pelo serviço e está claro o que acontece quando se atrasa ou não comparece no local/data/hora agendada. Ele se esforçará mais para estar presente como combinado.

Sim, clientes se atrasam, chove de uma hora para outra e imprevistos acontecem (inclusive com você, fotógrafo). Cada caso é um caso. Mas, esteja protegido contratualmente. Não há nada mais a ser feito a não ser lidar com esses imprevistos da melhor forma possível.

Eu não tenho medo de cobrar a taxa de remarcação se o cliente for desorganizado ou se atrasar mais que 15 minutos. Agora, se chover, mesmo eu estando no local e o cliente não, avalio cada situação. Em geral, não cobro para remarcar quando a chuva foi a culpada.

Em relação ao pagamento antecipado, se o cliente estiver muito “desconfiado” e não quiser pagar o valor do ensaio na assinatura do contrato, peça para ele pelo menos pagar uma entrada de 50% e o restante no dia do ensaio (nunca na entrega das fotos). Se ainda assim não quiser pagar, não tenha medo de perder esse serviço. Tem algo estranho. E, às vezes, o barato sai caro. Fuja!

E no caso do cliente querer pagar só quando receber as fotos do ensaio? Complicado. Saiba que essas “fotos” são apenas parte do serviço prestado. A participação do ensaio, em um dia divertido e cheio de momentos emocionantes também tem o seu valor. Com certeza seu cliente sai diferente depois de uma sessão fotográfica. E isso tem valor. Não apenas um conjunto de fotos resultante. O serviço é um pacote completo que envolve a entrega de fotos ao final, mas não se limita a isso.

Imagine, seja lá qual o motivo, que depois do ensaio seu cliente “suma”? Isso acontece. Pode surgir outra prioridade na vida dele e ele deixar para te encontrar e pegar as fotos em outro momento. Você ficará a mercê do tempo do cliente para receber seu dinheiro. Não, esta não é uma opção. O ensaio deve ser pago na assinatura do contrato. Faça disso um item no seu checklist de vendas.