fbpx

Fotografia Profissional não é coisa para amador 3.08/5 (88)

Então você se convenceu que é fotografo profissional só porque montou um estúdio, porque agora tem um cartão de visita, porque sua câmera é full frame, porque você faz de 5 a 8 ensaios por semana, e no Facebook suas fotos são super curtidas e compartilhadas?

De nada vale os equipamentos do seu estúdio se a sua luz é sem criatividade e direção. Equipamento de última geração não dignifica ninguém acerca da sua profissionalidade, rotatividade no seu workflow não significa lucro relevante e fama em redes sociais são apenas sentimentos efêmeros que pessoas carentes de reconhecimento profissional se iludem com tal movimentação.

shutterstock_123220318

O que você precisa saber sobre fotografia profissional é que você deve se enquadrar ao padrão dela, e não ela ao seu. Portanto, gente preguiçosa em buscar conhecimento não prosperará. Se alguém acredita que pode ingressar no mercado como fotógrafo profissional praticando um comportamento de amador, saberá que as grandes empresas não te contratarão, os bons clientes saberão diferenciar o profissional de verdade e seus concorrentes te enxergarão como só mais um picareta.

Aquele espaço que você sonha alcançar pode ser seu, mas só será obtido com:

Tempo: Ninguém dorme amador e acorda profissional. Por isso, não seja afoito. Se você teimar e forçar a barra vai quebrar a cara várias vezes no mesmo erro. Humildade! Deixe o tempo ser o professor que só ele sabe ser.

Profissionalismo: Olhar para o mercado com pensamento estratégico, para o teu negócio fotográfico com uma análise crítica de quais pontos melhorar é parte do escopo de um fotógrafo profissional.

Conhecimento: Saber o que comprar e quando comprar é uma das dádivas que o conhecimento profissional concede. Quem compra o desnecessário padece no fútil. A habilidade técnica é o alicerce profissional que somente se conquista através do conhecimento.

Proatividade: Você deverá entender que a fotografia é uma paixão, mas também um negócio. Enquanto paixão e negócio que caminham juntos o esmero deve ser total. Por exemplo, ter conhecimento de softwares entre eles o Photoshop não é uma coisa opcional é obrigatório. Não é uma tendência é uma coisa que ou você sabe, ou não sabe. É como falar um outro idioma, ou sabe se comunicar ou não sabe nada. Não negligencie o que é principal.

shutterstock_132796841

Um conselho para você que pretende ascender ao mercado da fotografia profissional: estude. Faça oficinas, vá a congressos, converse com quem tem mais experiência, leia livros da sua área, entenda os tutoriais avançados, treine, treine, treine muito. O tempo e as experiências dos pequenos trabalhos te aperfeiçoarão a alcançar novos clientes e trabalhos maiores.

Saiba com certeza até onde você pode esticar seu braço. Não minta dizendo que sabe fazer manipulação digital, se a única coisa que você sabe é duplicar uma foto e pô-la em overlay. Não pegue trabalhos que exigirão certa modernidade de equipamento, se o equipamento que você possui não tem. Não confirme que consegue fazer “tal foto” se você não tem as ferramentas ou a habilidade para tanto. Não tenha pressa em sair do amadorismo para o nível profissional. Faça isso com paciência e planejamento. Não faça preço baixo. Você pode até aplicar descontos e conceder cortesias. Contudo, baixar um preço ao ridículo só para fechar um contrato, indiretamente isso revela ao teu cliente que você é capaz de tudo para fechar uma venda, exceto de deixar o mercado mais saudável para os seus concorrentes. Não veja seus concorrentes como inimigos, você pode precisar deles. Seja profissional, não vilão.

Por fim, não alimente a ideia de que é possível permanecer na fotografia profissional com comportamento, equipamento e visão de amador. Quem não tem competência não se estabelece. Busque a sua e o seu sucesso será brilhante.

Fonte das imagens www.shutterstock.com

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Rick Joilly

Rick Joilly fotógrafo baiano, atua no mercado publicitário, ensaios, retratos e editoriais. É formado em Publicidade Propaganda, Gestão de Recursos Humanos, especialista em Marketing Estratégico e professor convidado de fotografia no Senac/BA. Look In My Eyes, é o seu primeiro projeto artístico-autoral. Nesse projeto o artista tem o objetivo de evidenciar através da fotografia a beleza do olhar de mulheres comuns.

Chat

Este site usa Cookies & Política de Privacidade para lhe proporcionar a melhor experiência. Clique em "Aceitar" para consentir a sua utilização.