Home » Artigos » Dicas

7 passos fundamentais para você se iniciar na Fotografia 4.41/5 (17)

A cada novo artigo, nossos leitores me oferecem mais carinho! Nossa ciclo de troca de boas práticas está cada vez mais forte. É entusiasmante presenciar o início da carreira de tantos fotógrafos com potencial, desenvolvendo sua técnica e alcançando novos horizontes criativos. Fico muito grato a todos pelas palavras sensíveis e generosas que venho recebendo. Digo mais: o futuro da fotografia brasileira será maravilhoso!

Com muito orgulho e o coração explodindo de felicidade, compartilho uma notícia fantástica: a primeira escola de especialização em Fotografia e Cinema para eventos sociais do Brasil será inaugurada em Março de 2016 aqui no Rio de Janeiro. Teremos cursos completos, rápidos, workshops e etc, muita coisa bacana está por vir. Imagina você poder ter a possibilidade de participar de uma especialização em fotografia de casamento completa, com teoria e práticas objetivas realizadas em simulações de situações reais? Aguardem, porque a Allados Escola vai ser fantástica!

Pensando em vocês, compartilho dicas quentes de como iniciar da forma certa sua carreira na fotografia.

Vamos lá!

Fotografia para iniciantes via shutterstock.com
Fotografia para iniciantes via shutterstock.com

1) Humildade.

Antes de qualquer coisa: você sempre terá que ser um aprendiz. Em todos os momentos da sua vida, seja sempre um aprendiz. Estar com o coração aberto é fundamental, para crescer você precisa ouvir e não só escutar uma opinião construtiva. Seu ego tem que estar longe quando alguém lhe contribuir com alguma dica sobre o seu trabalho. Quem acha que é um ótimo fotógrafo tem menos chances de crescer do que o fotógrafo que conhece o seu trabalho e sabe exatamente onde o bicho pega.

2) Fotografar amigos.

Todos adoramos ganhar presentes. Pensa em um amigo para você dar um ensaio de presente. Você terá facilidade para treinar sua fotografia de forma abrangente e confortável, a intimidade irá favorecer o treino na sua direção. Pensa em um conceito legal, locação bacana e vai fundo. Aproveite datas festivas e faça ensaios com temas em acordo com estas datas, isso irá potencializar a divulgação viral do seu trabalho. Sempre digo: Portifolio é tudo!

Quem sabe acontece uma parceria com outros fornecedores de eventos? Sabe aquela MAQUIADORA que você conhece? Ela precisa de Portifolio tanto quanto você.

3) Gaste muito dinheiro! Em aprendizado.

Sabe aquela lente clarinha? Aquela câmera full frame? Se a grana não dá para tudo (e a grana do fotógrafo nunca dá para tudo que ele quer rsrsrs), escolha: livros, cursos, workshops, viagens para fotografar com objetivos claros, congressos etc.

4) Monte sua árvore de referências.

A densidade do seu trabalho está diretamente ligada a suas referências. Busque inspirações em trabalhos sólidos. Busque conseguir determinada luz, entenda o que a composição induz com a geometria daquele fotógrafo ou tente entender o porquê da escolha de determinada distância focal. Estudando o trabalho de colegas você irá começar a se aproximar do que já gostava mas não sabia como e o porquê fazer, além de conscientemente escolher não seguir determinados caminhos. Esse é o primeiro passo para objetivar um trabalho autoral. Valorize o diferente, o bem embasado e refinado tecnicamente. O fotógrafo profissional é proibido de se contentar em conceituar determinada foto como apenas “bonita”, você deve saber os porquês na criação das imagens.

5) Escolha uma 35mm ou 50mm e fotografe por um 6 meses.

Eu acredito que se você fotografar apenas com uma distância focal por várias vezes e por um período longo você irá dar corpo ao próprio olhar. A sugestão é que seja por 6 meses, mas quem pode determinar o tempo certo é você. Será mais produtivo criativamente você se forçar a conseguir resultados concretos com determinada distância focal do que usar uma meia tele ou lente zoom e ficar com a mente preguiçosa. A lente fixa proporciona dificuldade e cria a oportunidade de você andar atrás da fotografia que deseja. É ótimo você dominar a técnica que é necessária para o seu estilo e com a lente não é diferente. Saber exaatmente o que as principais distâncias focais podem te entregar antes de colocar o olho na câmera para fotografar faz imensa diferença.

6) Busque informação com quem já chegou onde você quer chegar.

Com as redes sociais você pode ter contato direto com o fotógrafo que você admira rapidamente, mesmo que ele seja chinês! Os tradutores on-line estão aí para isso! Tenha paciência e seja amável, os fotógrafos sempre estão ocupados e nem sempre de bom humor para perguntas simplórias.

Quantos de vocês já pesquisaram determinado assunto em outra língua? Não estou falando de inglês nem espanhol! Tente, é muito bacana ter acesso a informações produzidas por pessoas de culturas completamente distintas. Você irá descobrir que tem fotógrafos incríveis em países improváveis.

7) Se você fotografa e não se sente apaixonado, o sinal de alerta está ligado.

Algo está errado e você precisa descobrir o que é com alto observação. Fotografar e não estar apaixonado pela fotografia não é aceitável. A fotografia é intensa, te entrega tantas experiências, sensações e amor que você não pode se manter neutro. Você não pode deliberadamente apertar botão, na realidade apertar o botão tem que se tornar uma coisa chata, porque ele está entre a imagem que está na sua mente e a revelação da fotografia. Todos nós nos sentimos exaustos fotografando um casamento ou com a rotina da fotografia de estúdio, não estou falando sobre isso, me refiro a não estar conformado em se sentir entediado. Se após diversos trabalhos realizados você não sentir tesão pelas suas fotos, ou não tiver vontade de mostrar o seu trabalho para alguém, aí sim tem algo errado. Não se preocupe, todos passamos por isso, só não podemos aceitar. O mundo e a fotografia são dos insatisfeitos!

Sinta-se grato, você faz algo fantástico: fotografa!

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Sabino Caetano Junior

    Excelente!É fascinante quando lemos algo que nos toca o coração porque vem de alguém que conhece o terreno e sabe perfeitamente o que fala.Por isso que essa informação parece que foi escrita para mim.Mto obrigado por me passara sua experiences pessoal.Value

  • Marcelo

    Bom dia!
    Cara, vou te dizer: HUMILDADE é a primeira coisa que todo mundo DEVE aprender. Me deixei levar por elogios e não por recomendações de pessoas certas e me decepcionei quando fui fazer um trabalho e perdi as fotos. Me desestabilizou inteiramente. 3 anos sem clicar. E no sábado passado comecei. Vou reiniciar, mas destas vez com muita calma e centrado. Paz e bons trabalhos pra ti.

    • Natache

      como vc perdeu as fotos? o q aconteceu?

  • Natanael

    Muito bom… instigante!

  • maike alves

    Muito coisas importante pessoas pensar melhor precisar verdade sempre

  • Rodolfo Alvarenga

    Cara, sua dica 5 vai de encontro ao que vários fotógrafos de rua pensam. Trabalho com uma distância focal "X" é ser como aquele pintor clássico que prefere pintar em um determinado tamanho de tela. Foda!
    Com relação a dica 6, putz!!!…como eu não pensei nisso ainda???!!!….Valeu!

    • Da-lhe Rodolfo!
      É isso! Limitação traz oportunidade!
      Abx!

  • Luiz Claudio Effgen

    Ótimo artigo. Simples, direto e verdadeiro!

    Parabéns Gabriel e parabéns Diogo

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar