Home » Artigos » Artigos de opinião

A falta em fotografia 4.22/5 (79)

Há faltas que irão perdurar em toda profissão, mas no que se diz aos elementos voltados ao profissional autônomo, e para quem vive “apenas” da fotografia é mais complexo ainda.

Existem espinhos, vários deles (apresento os que são próximos a mim):

Não contar com um salário fixo, gera um sentimento de uma esperança diária, ou desesperança.

A não notícia de uma confirmação do cliente que irá fechar o contrato.

O horário das sessões fotográficas está marcado, mas existem atrasos, e o tempo que o fotógrafo leva esperando, é algo valioso, esperar sim, mas até quando?

Não existe um bom dinheiro em caixa por parte do fotógrafo para fazer movimentação de dinheiro, e se um equipamento quebrar ou precisar de reparos eu não sei no que irá dar. Iniciou-se há pouco tempo na fotografia, não tem um “padrinho” ou patrocinador que investirá, e não saiu de uma empresa e recebeu um bom acerto, para o devido investimento.

Os anúncios digitais, dizendo que cobre oferta no serviço fotográfico é desesperador, é uma “concorrência” desleal, coloca a fotografia apenas como produto mercadológico. Eu nunca vi um anúncio de um médico fazendo descontão ou promoção.

O orçamento do cliente destinado para fotografia é um dos últimos a ser lembrados e investidos, resta o fotógrafo lidar com “choros” de pedidos de desconto: Eu gastei muito, nem sei o porquê estou te ligando, mas eu quero as fotos.

O fotógrafo deve ter várias redes sociais, e atualizar sempre, e responder os clientes quase momentaneamente.

A tecnologia evolui, os computadores merecem ser atualizados, em curto período de tempo lançam-se uma tecnologia, diferente de telas, monitores, os HDs ou SSDs irão ficar cheios, principalmente dos arquivos RAW.

São planilhas de orçamento alteradas, até que se chegue a um suposto consenso: Será que estou cobrando barato? Será que estou cobrando caro?

Os fornecedores e seus produtos de baixa qualidade e com atraso.

Outros espinhos são os fetiches de marca: Compre uma fullframe! Lente boa é lente clara! E quantas vezes já ouvi que a lente do kit, a 18-55mm é uma porcaria, discursos fechados precisam ser revirados e relidos.

Nem preciso citar as subidas do dólar no Brasil, na atualidade.

A-falta-em-fotografia

A incerteza, digo a falta sempre irá bater na porta do estúdio fotográfico, sem distinções, e seria ingenuidade achar que a popularidade e experiência de um fotógrafo, a agenda lotada e orçamentos altos não irão trazer uma falta, uma brecha de angústia.

Vejo que não existe diferença no fotógrafo “pop star” ou o que “ponta de esquina”, ambos precisam, comer, se vestir, e o mais difícil de tudo: sobreviver.

Existe uma esperança, tento provar isto com a escrita deste pequeno artigo, se consegui ao menos falar disso já é um caminho em percurso. É da fotografia que eu estou vivendo, é dela que pretendo ganhar mais dinheiro, e que meus clientes fiquem satisfeitos, que eu fique satisfeito, pois fotografar em primeiro momento não veio como profissão, mas agora é, além de tudo é paixão, diversão, terapia. Transformo a minha dor/falta, em algo palpável, que atrai olhares.

A fotografia está no auge, é o que vemos em cursos, matérias e palestras, mas a realidade o dia-a-dia de um fotógrafo bebê é feita de quedas, choros, machucados, e passos tímidos, mas não trôpegos.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Ailton Liano Martins

    Hoje em dia o cara compra uma Maquininha na sta Efigênia e após um ano já dando palestra e tirando $$$$ de otários.
    Qualquer Mané ta dando palestra .
    Resumindo Vc balança uma arvore caia 100 fotógrafos e 1 pardal.
    Tem mais fotógrafos doque pardais.

  • rickjoilly

    Mateus, ótimo artigo. As dificuldades pelas quais passamos não podem ser negligenciadas. Acredito mesmo que não existe a "receita" fotográfica correta. Portanto, o muita vezes forçado status de fotógrafo de êxito que alguns tentam representar (principalmente nas redes sociais) pouco condiz com a realidade abrupta e severa da qual ninguém escapa, quer sejam grandes ou pequenos.

    Quem vive da fotografia 100%, sabe 100% o que ela é.

    Abraço! Continue compartilhando sua visão, isso ajuda a todos nós.

  • Hayslan Lennon

    Belo texto. Somos dados como incompetentes e tudo mais, porem existe uma realidade muito maior por trás de que está iniciando na fotografia, ou até mesmo que já está ha algum tempo, mas quer viver dela.

    Precisamos de apoio e reconhecimento, quantas horas são doadas estudando sobre algum determinado assunto para que possamos fazer a melhor foto, achar a melhor pose, etc.

  • sandra

    Assino em baixo estou cansada de tudo isso precisamos de bases solidas!

  • Paulo,

    Estes textos de autoajuda é uma armadilha, sendo que é escrito por pessoas que não tem muita noção da área, ou tem e querem vender, ter popularidade etc. E a todo momento percebo isso que vc disse, que esses textos dizem, que somos incompetentes, e ficam dando receitinhas idiotas, pois falar é muito fácil, afinal não existe receita para fotografia, ainda mais que este universo é muito vasto e diversificado.

    Obrigado pelo comentário… abraço!

    • Marcos Bass

      Concordo, Mateus. Sonhar não custa nada, todavia, com os pés no chão. Quem vive de sonhos, só pode sonhar. Quem vive a realidade, há sempre pelo o que lutar.

  • Paulo Sales

    É isso mesmo, bom texto, realidade. Estou cansado de ler textos "malas" de auto ajuda para fotografos. Parece que nunca temos razão e se as coisas não vão bem é porque invariavemente somos incopetentes, ruins de marketing, fora de moda e outras tantas coisas.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar