fbpx

Dicas de proporções, composições e cores para vender mais fotografias

Este é o segundo artigo sobre a minha primeira experiência no Adobe Stock, se você não leu o primeiro artigo, aí vai o link: Conhecendo e começando a usar. No artigo anterior, eu tive um primeiro contato com as imagens do Adobe Stock e descobri que tenho fotografias com potencial para vender lá. Estou desvendando junto contigo o Adobe Stock, venha comigo nessa experiência!

Primeiramente, faça seu cadastro no site contributor.stock.adobe.com

Eu também não tenho experiências passadas em vendas online, mas eu já trabalhei com fotografia publicitária e, portanto, sei de algumas qualidades que esse ramo gosta e precisa – esse é o assunto agora.

Voltando as pesquisas, busquei por: praia (Aliás, você não precisa do inglês para usar o Adobe Stock, ele é traduzido para português na sua interface e conteúdo. Então, o resultado é o mesmo se você pesquisa beach ou praia – isso é bem legal). E filtrei os resultados para que aparecessem primeiro as mais baixadas. O resultado confirmou alguns pontos chave que irei ressaltar. Esses são quesitos, que por experiência em publicidade, sei que são desejados e o resultado dessa busca comprova a importância das qualidades que listarei a seguir:

Proporções

Quatro das sete fotos de praia mais baixadas têm proporções retangulares estreitas e orientação horizontal. Pensando bem, é óbvio: boa parte das fotografias publicitárias são usadas em banners na internet e as proporções panorâmicas encaixam perfeitamente nisso. Então, para paisagens, fotografias panorâmicas fazem sucesso. As proporções típicas – 3:2 e 4:3 – também agradam, mas sempre na horizontal, precisei percorrer mais de 50 fotos para encontrar a primeira vertical da lista.

Composição

Ainda na pesquisa sobre praias, percebi que com exceção das imagens onde as pessoas são o assunto principal, as composições minimalistas são as que fazem mais sucesso. Isso também faz sentido, a maior parte dessas fotografias de bancos de imagem viram fundos para outros elementos, como desenhos gráficos e textos. Uma composição complexa e cheia de elementos dificulta o encaixe desses elementos, e por isso não são bem aceitas. Ou seja, é preciso espaço para que se trabalhe sobre a fotografia.

Quando incluí  na pesquisa o filtro para que o resultado apresentasse pessoas, a tendência à simplicidade permaneceu, mas a relação com os espaços vazios mudou. Sete dos doze primeiros resultados não têm nenhum espaço vago ou o espaço é mínimo. Concluo que essas imagens com pessoas não são usadas como fundo e sim como apoio para ilustrar materiais externos, por exemplo thumbnails para chamada e apoio de textos publicitários.

Se a finalidade da fotografia é ser usada como thumbnail, ela precisa ficar bem em tamanho pequeno, afinal é ela que chama o público ao conteúdo. Repare que todas as doze fotografias mais baixadas dessa pesquisa são de fácil compreensão mesmo quando em tamanho reduzido. Ou seja, simplicidade na composição é fundamental. Agora, espaços vazios fariam com que os assuntos principais ficassem muito pequenos e pouco atraentes em miniaturas.

Cores

É claro que as cores devem estar de acordo com o tema da fotografia. Quando você pensa em praia, não lhe vem à cabeça a imagem de nuvens escuras sob um mar cinza e areia marrom. Mas todos que já tiveram férias frustradas pelo mau tempo sabem que às vezes as praias são assim. Entretanto, a publicidade vende felicidade, prazer, sonho e desejo. As fotos mais usadas em publicidade precisam de cores que correspondam a essas intenções e expectativas.

No caso das fotografias de praia, duas paletas predominantes estão entre as mais baixadas:

A primeira é dominada por azuis e verdes. É a paleta típica das praias paradisíacas – o sonho caribenho.

Mas também existe outra, totalmente oposta, rica em alaranjados, amarelos e vermelhos. Ela representa aquele final de tarde nostálgico, depois de um dia perfeito na praia.

Isso vale para qualquer tema, seja coerente na escolha da paleta de cores, pense nas sensações que elas passam. E por fim, não exagere na saturação e nos contrastes. Cores saturadas ao extremo ficam com seu detalhamento comprometido. Quem vai comprar sua foto saberá lidar com ela e provavelmente desejará manipulá-la, dê condições a isso.

Você pode oferecer imagens com cores vivas, mas dê margem para que elas sejam ainda mais avivadas ou para que elas sejam neutralizadas. Dê espaços para elementos ou cortes, e simplifique a mensagem. Essas possibilidades tornarão suas fotografias mais atraentes ao comprador. Tenha em mente sempre que sua fotografia deve se encaixar na demanda e não ao contrário. Por isso, ofereça opções flexíveis.

Conclusão

Com essas considerações, você está mais preparado para escolher as primeiras fotografias e envia-lás ao Adobe Stock. Este será o tema do próximo artigo, mostrarei algumas fotografias que eu escolhi para testar. Me acompanhe nessa experiência, cadastre-se no contributor.stock.adobe.com e leia os próximos artigos.

Esta publicação é uma parceria com Adobe Stock.

Renda Extra para Fotógrafos

Vamos te mostrar os principais SEGREDOS PARA CRIAR ENSAIOS MARAVILHOSOS.
1º CONGRESSO NACIONAL FOTODG
Saber Mais ➜