fbpx

Conheça seu equipamento para criar grandes imagens 5/5 (1)

Meus últimos posts foram um pouco mais técnicos… Hoje, vou contar um pouco como é estar fotografando a natureza sem chance de errar.

Segundo Joe Mcnally, um dos maiores fotógrafos do mundo, não há uma regra, não existe um manual como de uma TV que você lê e sabe o que fazer, na fotografia você tem que aprender a lidar com as situações de luz que mudam o tempo todo e chegar ao momento do click.

É aquela hora em que, nem um segundo antes nem um segundo depois deixaria sua fotografia perfeita. É aquele momento ou nada mais. Por isso, é sempre importante saber toda a técnica para controlar luz e fazer um bom enquadramento. Porém, existe um fator que passa despercebido a maioria das pessoas, mas é de extrema importância, saber onde fica cada função da câmera, pois se precisar mudar algo, fará da maneira rápida sempre de olho no seu tema.

Recentemente voltei de uma viagem ao Mato Grosso, com o fotógrafo Izan Petterle, da National Geographic Brasil. Lá senti a importância de conhecer bem meu equipamento.

*Dica importante:

  • Nunca guarde sua câmera antes da hora, você nunca sabe o que pode acontecer.

Nessa foto estávamos dentro do carro num domingo de chuva onde tudo parecia perdido.

Se você estiver em um rio com vários animais passando por você, não vai querer ficar perdido procurando onde regular ISO, velocidade e por ai vai… Deixe sua câmera já “presetada,” ou seja, regule a abertura, ISO e exposição antecipadamente.

Esse falcão veio do nada passando por cima do nosso barco.
Estar com a câmera pronta foi imprescindível para conseguir essa imagem

O que dizer então quando se tem um por do sol incrível pela frente, com tu iu iu sobrevoando o seu barco? É simplesmente um momento incrível! Seguindo os conselhos do Izan, deixando a câmera sempre preparada e atento a tudo que acontecia ao meu redor, consegui essa imagem da ave símbolo do Pantanal

*Já pensou nisso?

Viu uma foto e se perguntou: Como ele fez isso? Simples! Os grandes fotógrafos estão atentos o tempo todo e com suas câmeras a mão.

Num lugar como o Pantanal é impossível ir e não registrar um por do sol. Nessa foto abaixo, um garoto pesca num dos lagos formado a beira da Transpantaneira.

*Dica importante

Os grandes fotógrafos sabem aproveitar a luz, ou seja, usam a luz do amanhecer e do entardecer, onde é chamada de hora mágica.

Você sabia?

Nos fins de tarde e no amanhecer regule o White Balance para nublado assim, suas fotos ficaram bem mais vivas, como essa, onde capturei o mestre Izan e minha amiga Mari Levy na Chapada dos Guimarães nos primeiros minutos do dia.

Essa viagem foi matéria no site da National Geographic Brasil no blog do Izan Petterle confiram:

Encerro meu post de hoje convidando a todos para acessar meu novo site que foi lançado essa semana. www.lucasamorelli.com

Até o próximo!

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Lucas Amorelli

Lucas Amorelli, 26, natural de Guaratinguetá (SP), iniciei minha carreira em 2002 enquanto cursava Publicidade e Propaganda na Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI (SC). Já trabalhei em diversos segmentos da fotografia, mas foi no fotojornalismo que encontrei seu verdadeiro caminho. Desde 2006 viajo pela Patagônia Argentina e Chilena. Em 2008 morei em San Carlos de Bariloche, onde pude aprimorar meu conhecimento com grandes fotógrafos argentinos.

Chat

Este site usa Cookies & Política de Privacidade para lhe proporcionar a melhor experiência. Clique em "Aceitar" para consentir a sua utilização.