Home » Artigos » Dicas » Superaquecimento do Flash SB-900 da Nikon – Parte 1 de 4

Superaquecimento do Flash SB-900 da Nikon – Parte 1 de 4 4.6/5 (5)

- Última Atualização a: 13/06/2014

Olá! Bem vindos a uma série de artigos sobre um dos maiores problemas que fotógrafos tem em relação ao flash SB-900 da Nikon.

Sou André Fernandes, fotógrafo, e com meu parceiro Geovani Debastiani, vamos apontar algumas características e situações que poderiam levar a um superaquecimento.

Índice

Primeiro artigo 

  • Início
  • Baterias

Segundo artigo

  • Iluminadores (AF)
  • Modos Automáticos VS Modo Manual
  • Modos de Flash | Corrigindo Aquecimentos

Terceiro artigo

  • Lentes Zoom e Grande Angular
  • Difusores
  • Cabeça do Flash

Quarto artigo

  • Baterias Externas
  • Fotografando em condições Extremas
  • Ler o Manual é muito CHATO

Neste primeiro artigo da série, falaremos sobre a atualização de firmware para a versão 5.0 e os bugs que ela corrige. Discutiremos também sobre as diferenças entre pilhas normais e pilhas recarregáveis, e como elas afetam o funcionamento do SB-900.

Bem, como temos muito assunto pela frente, vamos ao que interessa! Boa leitura!

Início

Antes de começar, você precisa saber!

O superaquecimento do SB-900 não é uma falha de projeto,
e sim erro de nós mesmos, fotógrafos!”

A atualização de firmware 5.0 do SB-900, não corrige o problema de superaquecimento.
Mas corrige alguns bugs citados abaixo.

1 ) Clicando em sequência com seu SB-900 ajustado para o modo i-TTL, as Imagens que são captadas um pouco antes do disparo do flash deixam às vezes super-exposta. Este problema foi resolvido. A medição ficou mais precisa e o número de vezes que o flash dispara também foi aumentado.

2 ) Quando o SB-900, configurado para automático (TTL Flash), é usado com uma câmara de apoio ao sistema de iluminação criativa da Nikon (CLS), no modo de flash automaticamente muda para o modo “A” de acordo com o status de comunicação da câmara. Esse modo de flash foi previamente mantido, mas foi modificado para que modo de flash automático TTL seja restaurado quando o SB-900 novamente reconhece uma câmera compatível com CLS.

Fonte: Site Oficial de Nikon SB-900 Firmware Update 5.0.2
para D3, D3X, D300, D700, D90 e D5000

 Download de Software: http://support.nikonusa.com/app/answers/detail/a_id/16174

Já que a atualização de firmware não resolve o problema de superaquecimento, vamos agora apontar as características para explicar por que isso leva ao Superaquecimento do SB-900.

Problema #1 | Baterias

Escolhendo as baterias é um dos erros mais comuns que os fotógrafos fazem, levando o SB-900 ao superaquecimento. Primeiros vamos falar sobre as pilhas (não recarregáveis ​​e recarregáveis, afim de entender as limitações).

As pilhas recarregáveis ​​têm uma voltagem de 1.2v limitada, enquanto as pilhas normais tem uma tensão de 1.5v.

1.2v é menor do que a tensão do padrão de células não-recarregáveis, o que resulta em problemas de ligar o SB-900, devido à sua baixa corrente.

Em termos mais simples, as pilhas primárias (não recarregáveis) tem a tensão de 1.5v
As pilhas recarregáveis ​​têm a tensão de 1.2v

O mAh (miliamperes / hora) não tem nada a ver com a taxa de tensão – é simplesmente a medida da capacidade da bateria (mais conhecido como vida úti).

A maioria das baterias simples têm um alcance de 1.700mAh, 3.000mAh,  enquanto a recarregável  têm alcance  de 500mAh a 1.100mAh (NiCd, ou níquel-Cadimium) e 1300mAh para 2.900mAh (para NiMh ou de níquel-hidreto de metal). Além disso, as pilhas recarregáveis ​​sofrem de auto-descarga, onde as baterias perdem a carga quando armazenados ou não está em uso.

Faça o teste e compare o tempo para recarga com baterias recarregáveis ​​e simples clicando em 1/1 (mais conhecido como Full Power).

Como conclusão, pilhas normais fornecem o tempo de reciclagem mais rápido para o flash. Mas com o tempo de reciclagem de baterias recarregáveis é de baixa recarga, se o fotógrafo continuar clicando direto, sem permitir que as pilhas parem para recarregar, ocorrerá um superaquecimento.

Solução # 1

1) Use pilhas simples, tais como:

  • Duracel (alcalino)
  • Kodak MAX (alcalino)

2) Evite misturar pilhas de marcas diferentes simples ou recarregáveis no SB-900. Por exemplo, use todas as 4 pilhas iguais.

NOTA: Qualquer fotógrafo pode usar pilhas recarregáveis, porém, não é recomendado quando se utiliza o SB-900 pesadamente como acionar a câmera + flash continuamente até 200 ou mais Imagens por hora.

No próximo artigo falaremos sobre pequenas mudanças que fazem uma grande diferença, como o uso dos iluminadores (AF), os modos de operação (automático VS manual) e os modos do flash SB-900. Até Quinta!

“Não deixe de seguir no twitter para informações, dúvidas e sempre com um bate-papo sobre fotografia!”

Até o próximo artigo.

Ajude-nos, avalie este artigo:

André Fernandes

André Fernandes fotógrafo em Santa Catarina Tubarão, na empresa Fernandes Fotografia.
Casamentos, Publicidade, Trash-the-dress, Infantil, workshop, Colunista Lightroom Brasil, Fotografia-DG, Atelliê Fotografia e Fotografe uma Idéia.
Diretor, editor e apresentador do canal Fotografia Modernano Youtube.

34 Comentários

Clique aqui para comentar

  • use os recursos do seu equipamento.
    aumente o iso ,abra mais o diafragma( F) e fracione o flash 1/16 e não vai ter problema algum

  • Adorei o post e os comentários…

    Eu comprei uma pilha recarregável chamada Eneeloop (a preta) e ajudou bastante…
    mas eu sempre uso com mto cuidado, tento desligar o flash sempre que posso entre um click e outro pra 'economizar'
    e tento guardar ele pro parabéns…. ODEIO quem inventou que parabéns tem que APAGAR A LUZ, PRA Q SENHOR??? só pra dificultar fazer o foco no lugar certo e precisar usar mta potencia do flash y.y

    já passei mt perrengue com ele =(

Carrinho