fbpx

Dicas de composição lógica

Um dos aspectos fundamentais da fotografia (seja qual for o nicho) é a composição. E é um dos aspectos mais difíceis de serem estudados, explicados e realizados de forma coerente e significativa. A composição artística pode ser relativa – belo para um, sem conteúdo para outro. Porém a composição lógica, fundamentada em princípios válidos pode ser agradável a praticamente todos.

Este artigo não abrangerá regras e técnicas básicas de fotografia, mas sim explicará algumas ideias de composição e como utilizá-las.

Segue abaixo algumas dicas sobre composição:

Simetria

Os olhos humanos tendem a gostar de simetria. Linhas retas, círculos perfeitamente redondos, triângulos, entre outros faz com que a vista seja agradável. Uma sequência organizada remete à ordem, à paz, e consecutivamente à beleza. Por exemplo, veja a foto a baixo. Um simples desleixo com algum dos objetos ou com as linhas tornaria a foto incômoda aos olhos, mesmo que o espectador não soubesse o motivo, algo o incomodaria.

Simetria

Linhas

Linhas horizontais, verticais e diagonais tem muita força na fotografia, e a escolha da objetiva influencia diretamente na composição das fotografias, e no design aplicado a fotografia.

Por exemplo, as linhas horizontais remetem ao intangível, remetendo ao plácido, e tem qualidades gráficas fortes. Linhas horizontais são importantes serem retas e simétricas, e isso se não for feito na fotografia por algum motivo compreensível, é indispensável a correção na pós-produção. Porém elas podem ser usadas de forma “torta”, ou seja, transformar o horizonte em uma linha diagonal, dando mais agitação e dinamismo nas fotos. Muitos diretores de fotografia de filmes de terror ou suspense utilizam as linhas horizontais na vertical para causar este efeito incômodo.

As linhas verticais, por sua vez podem criar harmonia com as linhas horizontais (por muitas vezes implícitas). Linhas verticais trazem a ideia de movimento, velocidade e permite que o olho permaneça na fotografia.

Como já explicado, as linhas diagonais não precisam ser simétricas, pois trazem dinamismo e em alguns casos um desconforto natural, não incômodo. Linhas diagonais não paralelas trazem mais dinamismo e agitação que as paralelas. Uma boa composição para as linhas diagonais são as linhas em zig-zag.

Linhas

Respiro

Muitas vezes associado ao Minimalismo, o respiro é muito importante e faz com que o assunto seja supervalorizado. Uma composição sem respiro traz sentimentos claustrofóbicos (o que pode ser usado ao seu favor na composição). Respiro é uma área neutra na fotografia, muitas vezes sem nada. Low key e High key são bons exemplos de respiro, assim como o minimalismo. O olho percorre na área neutra de respiro procurando informações, e ao não encontrar, seu olho é novamente levado ao assunto.

Respiro

Sombra e Contraste

A fotografia é composta de luz, mas a ausência da luz pode ser muito bem utilizada como elemento de composição. Felizmente, é fácil fazer fotografias escuras em ambientes claros, simplesmente por regular ISO, abertura ou velocidade. Luzes duras conseguem ser melhor direcionadas, focando somente no que desejamos destacar. É o exemplo da fotografia abaixo, que foi feito com o LED de um iPhone e um pedaço de papelão com um corte reto. Nessa temática também podemos incluir a silhueta, que geralmente tem uma boa estética. Mas ao compor fotografias com pessoas de silhueta, lembre-se de coloca-la com o rosto de lado, para que o desenho do perfil de seu rosto apareça.

Sombra e Contraste

Reflexos

Por fechar um pouco o diafragma, você consegue compor muito bem com reflexos. Eles são elegantes, e seu desfoque torto traz a impressão de serenidade. Use e abuse dos reflexos!