Dicas para iniciantes na fotografia sensual 5/5 (9)

Por abordar um tema que se mostra, ao mesmo tempo, atraente e intimidante, a fotografia sensual tende a instigar a curiosidade em fotógrafos amadores e experientes ao mesmo tempo em que provoca dúvidas a respeito da prática, etiqueta e introdução na área. Confira algumas dicas para se ter em mente na hora de encarar esse tipo de fotografia.

Preocupe-se com equipamento, mas não tanto com a câmera

A frustração por não possuir uma câmera topo de linha ao dar os primeiros passos no mercado profissional é normal e compreensível, mas não deixe que isso te impeça de colocar seus planos em ação. Existe uma grande variedade de câmeras DSLR acessíveis e de qualidade para quem está começando, cujos resultados de captação de imagem podem deixar pouco ou nada a desejar em termos de produção profissional.

Se há um investimento que realmente deveria ser levado em consideração na hora de adquirir equipamentos para esse tipo de trabalho, é o importantíssimo – e muitas vezes menosprezado – kit de iluminação. Mais do que a câmera utilizada, a luz é o que fará suas fotos ganharem aquele ar de profissionalismo. A iluminação se apresenta como um elemento criativo e de extrema relevância para explorar e sugerir a sensualidade do corpo na fotografia. Caso não tenha muito para aplicar no início, tente começar com pelo menos uma fonte de luz que possa ser suavizada pelo uso de uma sombrinha ou soft box, e um rebatedor.

Imagens do livro “The Art of Boudoir Photography: How to
Create Stunning Photographs of Women” de Christa Meola

Lembre-se também de prestar atenção ao uso das lentes. A princípio, o ideal é dar preferência para teleobjetivas ou semi-teles. Com uma lente zoom 70-200mm, por exemplo, é possível enquadrar sem distorções o corpo inteiro ou parte dele, mantendo uma distância confortável entre fotógrafo e modelo, o que alivia qualquer incomodo que possa surgir pela falta de experiência.

Entenda quem você está fotografando

No ramo da fotografia sensual, não adianta apenas posicionar a câmera, a luz e sair fotografando. Assumir que a modelo está confortável simplesmente pelo fato de ter se despido na frente do fotógrafo é um engano que pode acarretar em constrangimento e resultados pouco naturais.

Criar um ambiente agradável de trabalho é essencial para quem pretende ser bem-sucedido na área, e compreender a pessoa fotografada é a primeira etapa para deixá-la à vontade durante a sessão. Pode parecer óbvio, mas bater um papo com a modelo costuma ser a maneira mais simples e eficiente de transmitir confiança e entender o que ela espera do ensaio, assim como sua experiência e receptividade para sugestões.

Uma proposta interessante é buscar e mostrar referências de ensaios sensuais feitos por outros profissionais, com poses e ideias que possam ser reaproveitadas ou servir como ponto de partida. As preferências apontadas pela pessoa revelarão seus gostos ao fotógrafo, tornando a direção mais fácil e a modelo mais confiante.

Fotografia Sensual em Estúdio

Não se esqueça de sempre reassegurar essa confiança durante o ensaio. Mantenha o ambiente descontraído, dirija o ensaio com naturalidade e profissionalismo, e forneça suportes como tapa-sexo, se for o caso dos mais tímidos, além de um roupão para ser usado durante pausas.

Consolide sua reputação profissional com um belo portfólio

O portfólio será a melhor divulgação do seu trabalho no início da carreira. Ainda que muitos clientes possam te contratar com base em seu profissionalismo ou personalidade ao invés de basearem-se em uma galeria de fotos, representar o seu estilo visualmente transmitirá seu comprometimento com a qualidade do serviço e indicará à clientela quais são as expectativas em relação ao produto final.

Portanto, inclua na seleção apenas as melhores fotografias que tiver. É melhor ter poucas realmente boas do que várias medianas somente para fazer volume. Sem se prender a ilusões de perfeição, separe aquilo que possuir de melhor no estágio em que se encontra, e atualize o conjunto conforme a sua evolução.

Portfólio

Mantenha em mente que o processo fotográfico não termina quando você pressiona o botão da câmera. Edite suas fotos. Não entenda isso como um convite para remover imperfeições de modelos no Photoshop, e sim para retocar a qualidade das imagens pela remoção de ruídos, melhora de nitidez, contraste, enquadramento, temperatura de cor e outros ajustes. A finalização consistente de seu trabalho será o melhor cartão de apresentação para o seu ingresso nesse mercado.

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Shelsea Hüsch

Formada em Rádio e TV, Shelsea Hüsch tem um apreço especial por narrativas nas suas mais diversas formas. Trabalha desde 2014 no desenvolvimento de novas experiências de aprendizado através de cursos online para a Escola Saibalá e o Grupo Cerebral.

Siga-nos nas Redes Sociais

Não perca nenhum conteúdo nosso ;)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar